Milão: Comendo a verdadeira Cotoletta alla Milanese

10.5.17

Quando decidimos que passaríamos uma noite em Milão na nossa viagem ao Lago di Como, logo pensei em procurar um bom lugar para comer um prato típico milanês. Como reservamos um hotel com uma proposta bem moderna e atual, achei por bem procurar um restaurante que também seguisse a mesma linha, a fim de ter uma experiência bem redonda durante nossa estada na cidade.

Provando a verdadeira Cotoletta alla Milanese, prato típico de Milão

Primeiro, decidimos que gostaríamos de experimentar a verdadeira Cotoletta alla Milanese – o prato italiano que inspirou um ícone das cozinhas austríacas e alemãs, o Schnitzel. Definido o prato, parti em busca do restaurante. Não me recordo qual foi o site, mas sei que nele tinha uma lista com sugestões de pelo menos 10 lugares onde provar a iguaria. De todos, o que me chamou mais a atenção foi a Osteria Brunello, no entanto, não sabia se numa sexta-feira à noite conseguiríamos uma mesa sem reserva prévia (o sistema de reserva do site estava desativado na época, no The Fork só poderíamos efetuar reserva até às 20h e nossa previsão de chegada era às 21:30). Arriscamos ir mesmo sem a reserva. E já digo que fizemos MUITO bem em tentar.

A Osteria Brunello fica na efervescente região da estação Moscova do metrô de Milão, perto da Porta Garibaldi e, como era de se esperar numa noite de sexta, todos os bares e restaurantes do local estavam bem concorridos. Chegamos na entrada da osteria e uma simpática hostess nos atendeu. Logo nos desculpamos por não ter reserva, mas perguntamos se seria possível uma mesa àquela hora, no que prontamente ela nos respondeu que sim, mas perguntou se poderíamos esperar 15 minutos no bar. A espera não durou nem 10 minutos, com muita eficiência e cordialidade nossa mesa foi apontada.  

Começando os trabalhos: Amouse Bouche
Entrada simples, mas cheia de sabor... Faltou só um verdinho para dar um contraste de cor 
O ambiente do restaurante é uma graça, tem um toque de decoração contemporânea e moderna, mas como naquela noite estava repleto de gente, ele tinha o calor de uma verdadeira casa italiana. No cardápio, que segue as mesmas linhas da estrutura do estabelecimento, a tradicional cozinha da Itália, mas com os dois pés no momento atual. Para descomplicar a vida que quem não entende muito de vinho, apesar da boa carta, logo no início eles apontam seus preferidos. Nós escolhemos um Rosso di Montalcino 2015 (29 euros) e  Acqua Panna (2 euros) para acompanhar. Para divertir o paladar, um amouse bouche muito interessante, patê de mortadela com redução de balsâmico e pistache picado. De entrada, escolhemos o Fiocco di Culatello di Podere Cadassa (12 euros) – finas fatias de salumi (carne salgada e curtida) acompanhadas de focaccia e pickles de legumes. Como prato principal, nós dois fomos de Cotoletta (24 euros), eleita a melhor de 2015. 

A estrela da noite na Osteria Brunello
Vi vários formatos do prato durante a minha pesquisa, em vários locais, mas a apresentação da Osteria Brunello veio caprichada e melhor ainda foi descobrir que o prato estava tão gostoso quanto bonito. A milanesa é bem feita, crocante e sequinha, finalizada com flor de sal. O purê, que tinha tudo para não ter graça alguma, estava divino. Até o espinafre, que traz leveza e dá uma cor ao prato, só fez somar. E eu achei que ia parar por aí de tão satisfeita com tanto sabor, mas estava enganada. O garçom me ofereceu sobremesa. Eu não neguei. Pedi um Tiramisù (7 euros) e foi dos melhores da vida. Mentira. Foi O melhor. Podemos dizer que é um tiramisù moderno, composto por uma mousse de mascarpone, com biscoitos moídos e uma espuma de café maravilhosa por cima. Que sobremesa, amigos. Que noite!

Melhor Tiramisù que já provei 
Saímos de lá quase na hora do restaurante fechar, mas fomos atendidos com todo profissionalismo e simpatia que só uma grande casa pode oferecer. Se a nossa primeira vez em Milão foi esquecível, a segunda é pra guardar pra sempre na memória.

Bravo!

SERVIÇO
Onde? Corso Garibaldi, 177 Milão
Quando? Todos os dias, das 12:00 às 14:30 e das 19:00 às 23:30
Mais: Aceita cartões de crédito e tem menu em inglês




Leia também

0 comentários

google plus

twitter