5 melhores de 2017 - Praias

8.1.18

Aproveito essa segunda semana de 2018 para fazer uma retrospectiva rápida com posts diários das viagens que rolaram por aqui, elegendo os 5 melhores de 5 categorias (praias, hotéis, passeios, cafés da manhã e viagens). Quem acompanha o instagram do Raphanomundo sabe que acabamos de voltar da última viagem de 2017 – uma viagem de carro por Portugal –, mas também viu todos os destinos incríveis que visitamos e revisitamos esse ano. Passamos pela Áustria, Brasil, Itália, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Estados Unidos, Grécia, Portugal, Espanha, França e Islândia. Além de repetirmos a dose pela França, Holanda, Itália e Portugal novamente. Sem contar os passeios pela Alemanha, país que há 1 ano e meio chamamos de casa. 

O blog ainda apareceu como referência em matérias de jornais do mercado de turismo, foi objeto de projeto de conclusão de curso universitário, teve o conteúdo indicado inúmeras vezes pelas redes sociais do Ministério do Turismo, além de destaque em sites e portais brasileiros. Nesses 365 dias contabilizamos mais de 30 hospedagens testadas – porém nem sempre aprovadas, um sem fim de descobertas, shows em festivais de verão aqui na Europa e muita emoção. Dois mil e dezessete foi, definitivamente, um ano para ficar na memória.


Para começar, apresento as 5 melhores praias que visitamos em 2017:

Elafonisi – Creta | A Grécia é conhecida mundialmente pelas suas praias de águas azuis impecáveis e nós tivemos a oportunidade de conhecer algumas delas em junho para compartilhar aqui duas das mais lindas que já pude visitar. A primeira delas, Elafonisi, na ilha de Creta – de onde vem a família Aretakis. Conhecida pelas suas areias cor de rosa, tem águas rasas, calmas e cristalinas. Se o paraíso existe, certamente usaram essa praia como molde. Valeu percorrer cerca de 400km para mergulhar nessas águas. Ah, no caminho paramos para comprar mel e azeite direto das mãos dos pequenos produtores locais.

Falasarna – Creta | Depois de ficarmos boquiabertos com Elafonisi era chegada a hora de pegar o carro e seguir para a próxima praia escolhida por nós. Depois de tortuosos 50km chegamos à Falasarna, que facilmente poderia ser confundida com uma piscina. Agora um mar com ondas, se é que era possível, a água ficou ainda mais límpida. Por lá tomamos mythos gelada, almoçamos comida típica de Creta, ganhamos melancia docinha após a refeição e fomos felizes; 




South Beach – Miami Beach | Quem diria que Miami Beach tinha um mar tão convidativo? Você pode até achar que tem praias melhores por aí. E eu também acho. Mas veja, nós moramos na Alemanha (com paradas anteriores em São Paulo e Curitiba), então, qualquer praia remotamente azul e limpa já nos deixa hipnotizados. Passamos uma sexta-feira de maio muito agradável na altura da 4th street. Sem dúvida, um ponto alto do ano que acabou; 



Ses Salines – Ibiza | Fizemos uma rápida parada em Ibiza após curtir o Mad Cool Festival, na capital espanhola. Uma das coisas que queríamos nessa badalada ilha era sombra e água fresca, felizmente, Ibiza pode ser acessível também para aqueles que não têm iates ou qualquer embarcação similar. E foi pesquisando muito que fizemos uma mini-farofa na praia de Ses Salines, o mar cristalino espanhol que dá pra chegar de ônibus. 



Boa Viagem – Recife | Imaginem que delícia sair de uma Alemanha com temperaturas negativas e ir curtir o escaldante carnaval do Recife. Para aplacar o calor, só um mergulho na no mar da Praia de Boa Viagem e uma cerveja gelada. Que sorte poder dar um tempo no inverno e cair de cabeça no verão do Brasil. Ainda bem que já já tem mais! 


Leia também

0 comentários

google plus

twitter