Mostrando postagens com marcador búzios. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador búzios. Mostrar todas as postagens

29.10.14

Onde comer em Búzios

Búzios não é um destino barato propriamente dito - como todo bom balneário brasileiro, diga-se. Para quem vem do Rio ou de São Paulo, digamos que é equiparável, mas para quem sai dos demais estados é bom ficar preparado para preços um pouco salgados. A oferta de bares e restaurantes é inegável, são muitos, das mais variadas especialidades. Nós experimentamos alguns e compartilhamos nossas impressões aqui a fim de facilitar o planejamento da sua viagem.

  

Mas antes, vamos começar do começo! E qual seria o começo? você me pergunta. O começo está lá na estrada, saindo do Rio de Janeiro, rumo à região dos Lagos, pouco depois de Itaboraí, a parada na Casa do Alemão é obrigatória. É o equivalente a parar no Frango Assado para os paulistas ou no Rei das Coxinhas para os pernambucanos. Na Casa do Alemão o forte é um croquete de carne (+- R$ 5,00) sequinho e crocante por fora e molhadinho por dentro – perdição. Também tem o pão com linguiça e bastante queijo derretido (+- R$13,00) que não fica atrás na gostosura. A gente ia ficar por aí, mas vimos um mil folhas de doce de leite (+- R$ 6,00) que conseguiu mais do que a nossa atenção.




Já em Búzios as nossas dicas são bem variadas. A primeira é a Moqueca de Camarão do Restaurante do David. Eles têm uma menu bem variado e extenso, mas a nossa pedida foi certeira. Uma moqueca (R$ 90,00) farta, deliciosa, acompanhada de arroz, pirão e farofa, pra ninguém botar defeito. Apesar de não estar exatamente junto à praia, o ambiente é muito praiano e rústico, com mesas no interior da casa e na calçada, bem no agito dos arredores Rua das Pedras. 






Outra opção, agora na rua mais famosa da cidade, é o La Dolce Vita. Um restaurante intimista italiano com sotaque arxentino, pratica preços honestos nos pratos para duas pessoas. Nós fomos de Bruschettas simples de entrada e Linguine ai Frutti di Mare (R$ 79,00) como prato principal. Ambos bem corretos. A mesa ao lado pediu uma Pizza Marguerita tão cheirosa que quase bateu um arrependimento na gente. Quase.




Na avenida beira-mar, indo para a Praia dos Ossos – pós Orla Bardot, num aglomeradinho de restaurantes paramos para provar um peixe honesto com pirão, arroz, salada e batata frita. Heineken gelada, barulho das ondas, prato para duas pessoas a R$ 49,00, não temos do que reclamar, não é? O Eureka serviu um peixe fresco a uma pechincha, se levarmos em conta a localização.






Para por um ponto final no calor o serviço ficou por conta do Sorvete Finlandês – o pessoal do Blog Check-in já tinha dado essa dica, só que em Penedo, nesse post das sorveterias. A sorveteria é bem bonita e a atendente muito simpática. Os sabores não são nada ousados mas são deliciosos. Provamos o crocante e o de limão por R$8,00 a bola.

 

Se você é daqueles que não dispensa um cafezinho pós-refeição, pague sua conta e siga até o Carioca Café-Bar, escolha a sua bebida e peça uma fatia de torta para adoçar a vida. Eu não resisti à fofura do café coado no mini coador (R$ 4,50) e, juntos, não resistimos à torta pavê de chocolate. De outro mundo de tão boa!


                        



Por fim, já prestes a pegar a estrada de volta – depois de muito banho de mar –, paramos no Porto da Barra – complexo gastronômico de Manguinhos – para provar a última coisa da nossa lista: O pastel de camarão (R$ 5,00) do Bar dos Pescadores. Que pastel! Quer dizer, que pastéis! Porque o de siri entrou na jogada e é forte candidato a melhor pastel já provado pela crew do blog. Sem contar o ambiente delicioso do lugar, que vontade de voltar para apreciar o pôr-do-sol de lá (que dizem ser fantástico) com uma cerveja gelada e mais alguns pastéis...




Sabendo procurar você não vai entrar em roubada em Búzios, mas seguindo as dicas desse post você vai se dar bem. Pode confiar!


SERVIÇO
Observação: Os endereços no google maps são bem confusos e o streetview, defasado. Os dados que coloco aqui cairão em lugares aproximados, mas não tem erro, estando lá vocês acharão!

  • Restaurante do David – Rua Manoel Turibio, 260;
  • La Dolce Vita – Rua das Pedras, 25;
  • Eureka Restaurante e Pizzaria – Avenida José Bento Ribeiro Dantas, 290;
  • Carioca Café-Bar – Travessa dos Pescadores – Passeio das Palmeiras;
  • Bar dos Pescadores – Avenida José Bento Ribeiro Dantas, 2900 – Porto da Barra - Manguinhos;


27.10.14

Praias de Búzios

Na primeira ocasião estive em Búzios a bordo de um mini cruzeiro, portanto, na curta escala que tive, procurei otimizar o tempo em solo e parti para um passeio de escuna pelas praias do balneário.

Já nessa segunda vez, confortavelmente hospedados e devidamente motorizados, conseguimos dar umas voltas e conhecer algumas das 23 praias que Búzios tem. Em todas as praias visitadas nós conseguimos chegar de carro, com fácil acesso e todas contam com alguma estrutura de bar/restaurante.

>> Praia da Armação – É a praia de onde partem todos os aquatáxi com destino às demais praias. Ali também atracam os grandes navios de cruzeiro que chegam a Búzios. Em sua orla estão as célebres estátuas de Brigitte Bardot, JK e a  belíssima escultura dos 3 pescadores. Nas cercanias do píer está o burburinho da Rua das Pedras, quanto mais se anda para o sentido Praia dos Ossos, mais tranquilo fica.
Praia da Armação vista da Vila d'este

1.10.14

Quando não dá praia

Destino de praia quando está chovendo ou nublado pode ser triste, né? Por isso, a fim de não perder a viagem, comecei a exercitar o meu olhar mesmo nesses dias de céu encoberto. Hoje, compartilho aqui com vocês a beleza e melancolia de Búzios, litoral norte do Rio de Janeiro.



29.9.14

Alugando carro no aeroporto do Galeão - RJ

Por mais incomum que possa parecer, nunca tínhamos precisado alugar um carro para viagens de lazer aqui no Brasil. A última vez que alugamos um carro foi para ir de Stuttgart a Amsterdã em 2010!

O processo de aluguel é bem simples e funciona de forma padronizada, mesmo fora do país – em alguns casos é requerida a PID (Permissão internacional para dirigir), portanto quando tiver planos de dirigir em viagens internacionais, é sempre útil ter a sua. No Brasil, estando com a carteira de habilitação em dia e tendo um cartão de crédito (para realizar um bloqueio a fim de proteger a locadora em caso de Sinistro), é suficiente para realizar o cadastro.

Nós precisávamos de um carro para ir do Galeão até Búzios. Como era de se esperar, praticamente todas as locadoras de veículos que atuam no Brasil têm guichê no Galeão. Como queríamos um carro econômico e descontraído, ficamos curiosos quando vimos que a Unidas tinha o Up!, da Volkswagen, disponível e com um preço justo.


Guichê da Unidas no Terminal 2 do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim - Galeão

24.9.14

Vila d’este - Dias de romance em Búzios

Uma data especial merece uma comemoração especial. Foi pensando assim que escolhi a Vila d’este, em Búzios, para comemorar com o marido nosso aniversário de 8 anos juntos. Passamos dois dias encantados com cada detalhe descoberto ou apresentado durante nossa estadia.

Eu arrisco dizer que a Vila d’este te pega pelos sentidos, a começar pelo olfato. Cada ambiente tem um perfume próprio, da recepção ao quarto, passando pelos lençóis e toalhas. O aroma cítrico delicioso que sentimos cada vez que abrimos a porta do quarto vai ficar muito tempo na memória. A visão, eu diria, é o segundo sentido mais agraciado nessa hospedagem. No alto do Morro Humaitá, com a praia da Armação aos seus pés, a Vila d’este tem uma privilegiada (e incansável) vista para o mar. O pôr do sol, um dos maiores espetáculos da natureza, acontece diariamente ali, diante dos nossos olhos. Mágico! O canto dos pássaros ao amanhecer e o barulho constante das ondas do mar são responsáveis por  nos colocar automaticamente em modo slow, ou em férias, se preferirem. O paladar é quase uma simbiose de todos os sentidos já citados, uma vez que seu restaurante serve maravilhas com vista para o mar.

Para mim, uma das vistas mais bonitas da Vila d'este: o mar dourado durante o pôr do sol visto da piscina

16.1.14

Verão no Brasil



Nesse começo de ano vou postar um apanhado de posts que já pintaram aqui no blog a fim de inspirá-los a curtir as férias. Tem para todos os gostos, mas a primeira leva não poderia ser diferente. Vamos aproveitar o verão?

A gente sabe que não é fácil (nem barato) viajar pelo Brasil, mas com as últimas medidas tomadas pelo nosso governo também não está nada barato viajar para o exterior, né? Os blogs vêm ajudando cada vez mais pessoas a desbravar com prazer cada cantinho do nosso país. Por isso, se você tem planos de curtir uns dias de sol e mar em um dos nossos paraísos, aqui vai um empurrãozinho:

NORDESTE
  • Alagoas:

Maragogi - Conhecendo as Piscinas Naturais de Maragogi: http://www.raphanomundo.com/2013/03/piscinas-naturais-maragogi.html

Maragogi - Passeio de Buggy pelo litoral de Alagoas: http://www.raphanomundo.com/2013/04/passeio-buggy-litoral-alagoas.html

Maragogi - Visitando o Santuário do Peixe-Boi: http://www.raphanomundo.com/2013/04/peixe-boi-em-alagoas.html


14.1.13

Splendour of the Seas - Todos os Posts



Todas as informações reunidas em um só lugar! Se você está pensando em se jogar num cruzeiro é melhor ler esses posts antes. Garanto que serão super úteis e ajudarão a otimizar o seu tempo a bordo:


>> O raphanomundo viajou a convite da Royal Caribbean do Brasil

Splendour of the Seas - Escala em Búzios


Como eu disse no começo da série, o mini cruzeiro a bordo do Splendour of the Seas tinha como parada Búzios. Uniu o útil ao agradável, né? Além de conhecer um navio novo tive a oportunidade de curtir um pouquinho esse encanto que é Búzios.

Dormi rezando para que a chuva da sexta não se repetisse no sábado e, quando acordei, a surpresa: Sol lindo brilhando lá fora, ainda que com algumas nuvens como companhia. O café da manhã foi cedo, a fim de não perder um segundo desse dia que prometia ser massa. Minhas companheiras de aventura na cidade (e em toda a viagem) foram Guta Cunha, do Vambora, e Nathalia Molina, do Como Viaja.

Em Búzios o navio não atraca, ele fica fundeado, e o desembarque se dá através dos barquinhos, também chamados de tender. Esse desembarque é super rápido, cada barquinho cabe bastante gente e a travessia não dura nem 10 minutos. Num piscar de olhos estávamos no píer.

Já no píer de Búzios

10.1.13

Splendour of the Seas - Vida Noturna


A programação noturna a bordo do Splendour of the Seas é tão, senão mais, intensa do que a da manhã. A verdade é que, se você quiser passar 24 horas acordado, vai ter sempre algo para fazer. 

Começando pelo teatro, o 42nd Street – nome que remete imediatamente à famosa rua de Nova York e seus belíssimos espetáculos da Broadway – onde todas as noite são apresentados, em dois turnos, números de excelente qualidade. Na primeira noite tive a oportunidade de ver uma apresentação que brindava a história da música. Tudo regado a muita coreografia, cores e vozes potentes! Já o segundo show, e bota SHOW nisso, foi a apresentação do inglês Gary Williams, e sua banda afinadíssima, cantando de Sinatra a Tom Jobim, passando por Roberto Carlos e Gipsy Kings. Uma mistura que teria potencial para dar errado, mas que graças à boa voz e o carisma do cantor, deu muito certo.

A cortina bafo do 42nd Street

7.1.13

Splendour of the Seas - Gastronomia


As opções gastronômicas a bordo do Splendour of the Seas são inúmeras e, num mini cruzeiro de 3 noites, é preciso uma boa dose de organização para poder aproveitar tudo da melhor forma possível.

O dia começa muitíssimo bem após um reforçado café da manhã no Windjammer Café. Frutas, pães, cereais, bolos, biscoitos, frios, ovos, omeletes feitas na hora, panquecas, waffles, rabanadas, iogurtes, café, leite e chá – tudo isso à vontade e já incluso no valor do pacote. No restaurante do 5º deck é possível tomar um café da manhã com um pouco mais de pompa, servido por garçons, tem até ovos beneditinos no cardápio. Um pequeno luxo. As únicas ressalvas são: o horário nesse restaurante é um pouco restrito – das 8:00 às 10:00 – e você terá que dividir mesa.

Chegando em Búzios - Vista do café da manhã no Windjammer - instagram @aretakis

4.1.13

Splendour of the Seas - Dia


As atividades a bordo começam cedo, com o primeiro raio de sol. No deck mais alto do navio é possível começar bem o dia fazendo uma bela caminhada ao ar livre. Se o seu negócio é a malhação pesada, não tem problema, no Splendour of the Seas a academia modernamente equipada vai ajudar a queimar as calorias acumuladas.
Mas se o seu objetivo é relaxar e descansar muito, o seu lugar é no Vitality SPA, ambiente calmo do navio. Dá vontade de ficar lá para sempre. São oferecidos os mais diversos tipos de massagens e tratamentos para o seu completo bem estar.

Contemplar a imensidão do mar é uma das minhas atividades prediletas a bordo

2.1.13

Mini Cruzeiro com a Royal Caribbean


>> Para ler ouvindo: Timoneiro - Paulinho da Viola

Para abrir 2013 com o pé direito compartilho com vocês uma nova série de posts fresquinhos. Em dezembro do ano passado fui convidada pela Royal Caribbean do Brasil para curtir um mini cruzeiro de 3 noites pela costa brasileira. Como vocês já devem saber, sou fã dos cruzeiros – e de todo e qualquer passeio que envolva água. Então, esse convite foi mais do que especial.
Agora divido com vocês os encantos desse passeio que teve Búzios, no litoral norte do Rio de Janeiro, como parada.

O Splendour of the Seas, eleito pelo público brasileiro como o melhor navio de cruzeiros, foi totalmente renovado no ano passado. Com capacidade para 2076 passageiros o navio conta com 5 novos restaurantes, 124 novas cabines com varanda e 10 bares / lounges, sem contar toda a infraestrutura já presente para garantir conforto e muita diversão em alto mar.

Splendour of the Seas em Búzios

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...