Mostrando postagens com marcador cruzeiros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cruzeiros. Mostrar todas as postagens

6.10.14

Notícias do Turismo #21


Periodicamente, você encontra aqui as notícias mais fresquinhas do turismo no Brasil e no mundo.

  • Uniworld apresenta cruzeiro fluvial na Índia – A empresa acaba de anunciar mais um roteiro em seu portfólio, o “India’s  Golden Triangle & Sacred Ganges”. O embarque acontecerá em Nova Delhi e seguirá até Calcutá. A  primeira viagem está programada para janeiro de 2016. O itinerário, de 12 noites, inclui sete noites a bordo do Ganges Voyager II, considerado o navio mais luxoso a navegar o Rio Ganges.  Já nas cinco noites em terra, na região do “Golden Triangle”, os passageiros se hospedarão na luxuosa rede Oberoi Hotels and Resorts Collection, incluindo o The Oberoi, em  Nova Delhi;  o The Oberoi Amarvilas, em Agra, e o The Oberoi Rajvilas, em Jaipur. Com capacidade máxima de 56 pessoas, o navio possui uma suíte especial, a Maharaja Suite, com 400 m², duas Viceroy Suites, com 360 m², duas Heritages Suites, com 280 m², e 20 Standard Suites, com  261 m². Mais informações: www.uniworld.com

Viceroy Suite a bordo do Ganges Voyager II - Foto: Divulgação

14.1.13

Splendour of the Seas - Todos os Posts



Todas as informações reunidas em um só lugar! Se você está pensando em se jogar num cruzeiro é melhor ler esses posts antes. Garanto que serão super úteis e ajudarão a otimizar o seu tempo a bordo:


>> O raphanomundo viajou a convite da Royal Caribbean do Brasil

Splendour of the Seas - Escala em Búzios


Como eu disse no começo da série, o mini cruzeiro a bordo do Splendour of the Seas tinha como parada Búzios. Uniu o útil ao agradável, né? Além de conhecer um navio novo tive a oportunidade de curtir um pouquinho esse encanto que é Búzios.

Dormi rezando para que a chuva da sexta não se repetisse no sábado e, quando acordei, a surpresa: Sol lindo brilhando lá fora, ainda que com algumas nuvens como companhia. O café da manhã foi cedo, a fim de não perder um segundo desse dia que prometia ser massa. Minhas companheiras de aventura na cidade (e em toda a viagem) foram Guta Cunha, do Vambora, e Nathalia Molina, do Como Viaja.

Em Búzios o navio não atraca, ele fica fundeado, e o desembarque se dá através dos barquinhos, também chamados de tender. Esse desembarque é super rápido, cada barquinho cabe bastante gente e a travessia não dura nem 10 minutos. Num piscar de olhos estávamos no píer.

Já no píer de Búzios

10.1.13

Splendour of the Seas - Vida Noturna


A programação noturna a bordo do Splendour of the Seas é tão, senão mais, intensa do que a da manhã. A verdade é que, se você quiser passar 24 horas acordado, vai ter sempre algo para fazer. 

Começando pelo teatro, o 42nd Street – nome que remete imediatamente à famosa rua de Nova York e seus belíssimos espetáculos da Broadway – onde todas as noite são apresentados, em dois turnos, números de excelente qualidade. Na primeira noite tive a oportunidade de ver uma apresentação que brindava a história da música. Tudo regado a muita coreografia, cores e vozes potentes! Já o segundo show, e bota SHOW nisso, foi a apresentação do inglês Gary Williams, e sua banda afinadíssima, cantando de Sinatra a Tom Jobim, passando por Roberto Carlos e Gipsy Kings. Uma mistura que teria potencial para dar errado, mas que graças à boa voz e o carisma do cantor, deu muito certo.

A cortina bafo do 42nd Street

4.1.13

Splendour of the Seas - Dia


As atividades a bordo começam cedo, com o primeiro raio de sol. No deck mais alto do navio é possível começar bem o dia fazendo uma bela caminhada ao ar livre. Se o seu negócio é a malhação pesada, não tem problema, no Splendour of the Seas a academia modernamente equipada vai ajudar a queimar as calorias acumuladas.
Mas se o seu objetivo é relaxar e descansar muito, o seu lugar é no Vitality SPA, ambiente calmo do navio. Dá vontade de ficar lá para sempre. São oferecidos os mais diversos tipos de massagens e tratamentos para o seu completo bem estar.

Contemplar a imensidão do mar é uma das minhas atividades prediletas a bordo

2.1.13

Mini Cruzeiro com a Royal Caribbean


>> Para ler ouvindo: Timoneiro - Paulinho da Viola

Para abrir 2013 com o pé direito compartilho com vocês uma nova série de posts fresquinhos. Em dezembro do ano passado fui convidada pela Royal Caribbean do Brasil para curtir um mini cruzeiro de 3 noites pela costa brasileira. Como vocês já devem saber, sou fã dos cruzeiros – e de todo e qualquer passeio que envolva água. Então, esse convite foi mais do que especial.
Agora divido com vocês os encantos desse passeio que teve Búzios, no litoral norte do Rio de Janeiro, como parada.

O Splendour of the Seas, eleito pelo público brasileiro como o melhor navio de cruzeiros, foi totalmente renovado no ano passado. Com capacidade para 2076 passageiros o navio conta com 5 novos restaurantes, 124 novas cabines com varanda e 10 bares / lounges, sem contar toda a infraestrutura já presente para garantir conforto e muita diversão em alto mar.

Splendour of the Seas em Búzios

5.7.12

TOP 5 Costa Pacífica - Itinerário


Por último, nesse TOP 5 do Costa Pacífica, falo do itinerário. Fizemos o mesmíssimo trajeto do Costa Serena, mas como dessa vez o grupo era maior e mais animado, resolvemos descer em todos os portos para dar uma esticada nas canelas.

A nossa primeira parada foi no Rio de Janeiro. Não tem como recusar uma voltinha pela capital fluminense, né? Desembarcamos por nossa conta, pegamos um táxi em frente ao porto e já tínhamos endereço certo: Praia de Ipanema! Chegando lá, pegamos umas cadeiras, guarda-sol, cerveja e relaxamos. Depois de um bom banho de mar nós rumamos para o Boteco Belmonte para provar as empadas mais gostosas do pedaço. Isso tudo, claro, acompanhado de um chopp geladíssimo. Depois dessa pausa já estávamos prontos para voltar ao navio, pois ele zarparia às 18h.

Deixando o Rio de Janeiro

3.7.12

TOP 5 Costa Pacífica - Comidinhas

Tanta coisa aconteceu que eu deixei um pouco de lado os posts do Costa Pacífica. Mas claro que eu não esqueci da série e hoje retomo o TOP 5 mais gostoso de listar. Já falei sobre a Costa Cruzeiros, sobre o navio e sua estrutura e a terceira posição que ficou com o entretenimento. Mas, depois de 24h de diversão, como repor as energias? Comendo, claro!

A bordo dos navios Costa nós temos 5 refeições. Bom, não é bem assim, você pode passar 24h comendo, se quiser (e conseguir). Os 5 restaurantes se revezam e não param de oferecer gostosuras, do café da manhã à tradicional pizza italiana da madrugada, passando pelo cafezinho na perfumada cafeteria, tudo é muito bem servido e organizado. Nos primeiros dias de cruzeiro - e nos horários de pico - ou até os passageiros se situarem, você pode enfrentar algumas filas. Mas nada de cara feia, afinal de contas você está de férias!



19.3.12

TOP 5 Costa Pacífica


No meio do ano passado, ainda encantados com o cruzeiro que fizemos no início do ano com o navio Costa Serena, resolvemos que o nosso fim de ano seria diferente. Aliás, este seria o primeiro fim de ano não convencional da família e tudo deveria ser perfeito. Não demoramos muito pra decidir e começamos a programar o nosso cruzeiro de Natal.

Nos próximos posts aqui no raphanomundo vocês saberão quão divertida, surpreendente e memorável foi esta viagem.

Os posts virão divididos em um TOP 5 e tentaremos retratar todos os aspectos dessa modalidade de viagem - que ficou negativamente em evidência nas últimas semanas - mas da qual não temos nenhum receio de falar.

O primeiro tema que vamos abordar é a escolha da empresa:

14.1.12

um momento triste




Desde ontem, o marido e eu acompanhamos o que inicialmente seria um incidente com um dos navios da Costa Cruzeiros - o Costa Concordia - e que hoje se mostrou uma grande tragédia.

Quem conhece o blog sabe que no início de 2011 eu fiz um cruzeiro com os meus pais pela costa brasileira no navio Costa Serena e relatei por aqui. O que alguns de vocês não sabem ainda é que no fim de 2011 eu repeti o mesmo passeio, durante o natal e agora com a família toda, no navio Costa Pacífica.

Na próxima segunda-feira eu tinha me programado para iniciar uma série de posts intitulada "Dez motivos que me fizeram repetir um cruzeiro", para não só relatar estes dias maravilhosos e expor as lindas fotos que tiramos, mas também para esclarecer dúvidas, elogiar e atrair pessoas para este tipo de passeio que, na nossa opinião, é totalmente diferente de tudo o que estamos acostumados.

Só quem já fez um cruzeiro pode ter uma leve idéia de como seria passar por uma situação de emergência e de evacuação e por isto mesmo é que estamos completamente chocados e nos perguntando como algo desse tipo, que parece ser impossível, aconteceu.

Podemos dizer que na nossa experiência com a Costa a segurança foi tratada com rigor, a tripulação nos transmitia confiança e os navios tinham uma infraestrutura impecável.

Por respeito às vítimas e aos passageiros e tripulantes que passaram por este trauma, os posts do nosso passeio ficarão para depois.

11.3.11

Costa Serena: Delícias a bordo

Vou confessar que só de fazer o post, e me lembrar de todas as delícias que provei a bordo do Costa Serena, já me deu uma fome e uma saudade sem tamanho. É um pecado dizer que não se come bem em viagens de navio, nessa especificamente, foram 5 refeições diárias. Mas, se você não quer parar de mastigar nem por um segundo, também pode! Porque a bordo existe um restaurante, o Prometeo, que fica entre as piscinas do 9º andar, que abre às 6 da manhã e só fecha às 3. Esse espaço funciona no estilo self-service e lá você toma café da manhã, lancha, almoça, lancha, janta e ainda faz uma boquinha antes de dormir, pois no Prometeo desde a hora do almoço até às 3 da manhã é servida (non stop) a autêntica pizza napolitana. Vale contar também que na hora do almoço sobremesas são servidas com abundância e máquinas de sorvete ficam estrategicamente posicionadas nos salões para que a gente se sirva à vontade.  Bom, pelo estilo do ambiente e pela localização (perto da piscina) ele é um pouco muvucado, mas pra quem não tem frescura é o lugar!

Pra quem é do time da organização também tem opção. Os restaurantes Vesta e Ceres, que ficam nos 3º e 4º andares, proporcionam todas as refeições principais de forma mais "certinha", pois tem horário marcado para começar e terminar o serviço. Por isso, o outro te dá mais flexibilidade. Mas para quem não abre mão do garçom servindo e mais um pouco de mordomia, esses restaurantes são recomendados! São nesses dois restaurantes que são servidos os jantares, e é nessa hora que quem gosta de ser bem servido vai ao delírio. Do início ao fim do cruzeiro você vai jantar na mesma mesa, no mesmo restaurante, no mesmo horário e ser servido pelos mesmos garçons. Caso seu grupo seja pequeno, existe a grande possibilidade de você dividir a mesa com outra família, mas pode ser uma coisa boa, como foi o nosso caso, conhecemos um casal jovem aqui se São Paulo com uma filhinha linda e dividimos jantares deliciosos regados à muita risada e conversa boa. 

festa feita no salão durante a noite italiana - muita comida e muita bebida boa


menu do jantar de gala do chef

menu do jantar de gala do comandante


Todas as noites o jantar tem um tema a ser seguido, mas as duas noites mais pomposas são a Noite do Comandante e o Jantar de Gala do Chef. São nessas noites que você vai encontrar o menu enroladinho em cima do seu prato. É só fazer suas escolhas, que são muitas, entre: salada, sopa, massa, prato principal e sobremesa. Vale lembrar que todas as opções têm a variação vegetariana do prato. Ou seja, ninguém vai passar fome. 

difícil escolher todos os pratos - presunto cru com brioche de nozes para começar

mozzarella empanada coberta com molho de tomate

creme de crustáceos com torradas ao curry

filé acebolado com arroz, purê e farofa - gostinho de comida caseira no último jantar da viagem

dueto do mar: peixe e camarão acompanhado de legumes refogados

autêntica sobremesa italiana: tiramisú

Esse foi um apanhado das melhores fotos que tirei nesses 7 dias de jantares bem servidos e muito saborosos. No Costa Serena ainda encontramos outros 2 restaurantes: O Club Bacco e o Samsara que requerem reserva prévia e pagamento à parte. Para acompanhar as belíssimas refeições: bebidas. Muita gente tem medo dos valores das bebidas a bordo, mas não é nada de outro mundo. Um drink  gira em torno de 8 dólares, uma cerveja 2.50 dólares, caipirinha 4 dólares e uma água 2 dólares. Nada que você já não pagou em um restaurante mediano por aí. Para facilitar a nossa vida, o navio ainda oferece pacotes de bebidas sem álcool, água e vinho. Garanto que fazer esses pacotes trazem ainda mais vantagem nos preços dos produtos. Vá por mim, todos os outros valores de bebidas são compatíveis com os valores em solo, nada extorsivo nem fora do comum.  Aproveite e divirta-se!


os preços dos drinks giram em torno de 8 dólares - são deliciosos

Pessoal, finalizo com esse post a série de publicações sobre o Costa Serena. Garanto aqui que fiquei 100% satisfeita com o passeio e ainda mais com o presente, né? Afinal de contas, para quem ainda não sabe, essa viagem foram meus pais que me deram! Perfeito!
Bom, quem tem alguma dúvida mais específica pode ficar à vontade para me escrever e eu terei prazer em responder.

Espero que vocês tenham curtido mais essa série e se animado a viajar de navio, porque é uma delícia.

Todos a bordo!

3.3.11

Costa Serena: Itinerário e Portos

O itinerário da nossa viagem foi o seguinte: santos | rio de janeiro | navegação | salvador | ilhéus | navegação | ilhabela | santos. Os dias de navegação são aqueles em que o navio não atraca em porto algum e passamos mais de 24h em alto mar, navegando a 60 milhas da costa com uma profundidade de mais ou menos 1.000 metros. Informação útil: enquanto estamos navegando o celular não funciona de jeito nenhum. Mas não é preciso se preocupar, o navio conta com internet point e wi-fi por todos os ambientes, porém o preço é salgado (10 dólares a hora ou 24 por 3 horas ou 0.50 centavos por minuto) é só escolher uma das modalidades e não perder o contato com ninguém. No nosso caso, escolhemos a rehab da internet/celular e só utilizamos o telefone quando o navio estava nos portos.

saindo de santos

A saída do Porto de Santos é bem bonita e a mais comemorada, pois é o pontapé inicial da viagem da maioria dos passageiros do navio. Na verdade a vista que temos de todos os Portos tanto na chegada quanto na saída são as melhores possíveis. Já tinha visto todas as cidades sob vários ângulos, mas sem dúvida esse novo olhar já é o meu preferido. 

saindo de santos

santos vai ficando pra trás

A chegada no Rio de Janeiro pela manhã cedinho é espetacular, o mar parecia uma lagoa, calmíssimo, com uma névoa fraquinha no horizonte. Me senti privilegiada por poder presenciar tamanha beleza.

a caminho do rio de janeiro

propriedade da marinha com a ponte rio-niterói ao fundo

o organizado pier mauá


O navio partiu do Rio às 17h e o que eu achava perfeito atingiu um nível que eu não tenho nem palavras. O por do sol que presenciamos foi inesquecível. É o tipo de coisa boa que a gente deseja que todo mundo     veja/sinta um dia

por do sol na saída do rio de janeiro

cenário melhor impossível: rio de janeiro
rio de janeiro


A jornada do Rio a Salvador é longa. Saímos às 17h do domingo da capital carioca e só chegamos à capital baiana às 10h da manhã da terça. Posso dizer que no geral é uma viagem tranquila, mas depedendo da velocidade do vento e da posição o navio pode balançar um pouco, nada assustador. Porém, para pessoas mais sensíveis isso pode trazer algum pequeno desconforto. Nada que um dramim não resolva. A dica é a seguinte: quanto maior o navio menor o balançado. Então, se você tem labirintite ou estômago sensível tem que pagar um pouco mais caro para viajar em um navio maior. A bordo do Costa Serena muitas vezes nem lembramos que estamos dentro de um navio. É incrível.


a caminho de salvador

Como sou bem familiarizada com Salvador lá de longe já dava para desvendar a bela visão: Farol da Barra, Rio Vermelho, Campo Grande e o Forte de São Marcelo. Inconfundíveis! Ficamos atracados super perto do Mercado Modelo e bem aos fundos do Pelourinho. Lugar excelente.


salvador se aproxima - farol da barra

águas claras da baía de todos os santos


forte de são marcelo - salvador


porto de ilhéus


O Porto de Ilhéus é bem pequeno, mas com bom acesso às praias e ao centro da cidade. O por do sol da saída da terra do cacau também foi belíssimo. Por sorte pegamos os 7 dias de sol forte e céu bem azul.

saindo do porto de ilhéus




por do sol em ilhéus



A última parada antes do desembarque é em ilhabela, já em águas paulistas. Águas cristalinas, por sinal. Em ilhabela o procedimento é diferente, o navio não atraca em um porto ele fica ancorado um pouco longe da beira da praia e aí os barquinhos salva vidas entram em ação. Do meio dia às 21:30 barquinhos faziam o trajeto pra lá e pra cá, levando e trazendo turistas para conhecerem a ilha famosa pela sua beleza e pela quantidade de mosquitos borrachudos. Esse último motivo me fez ficar no navio e não ir para a terra firme, pois sou alérgica a insetos e garanto que minha viagem não teria um final feliz. 


o navio que estava em ilhabela

barcos salva vida para fazer a viagem até a terra firme - ilhabela



orla de ilhabela

Acho que  dá pra se ter uma ideia de como é legal poder ver as cidades que já conhecemos com um novo olhar. Essa viagem foi especialíssima em todos os detalhes. Até mesmo aqueles em que nós não somos os responsáveis por organizar.Mais fotos no Flickr

1.3.11

Costa Serena: Navio e Entretenimento

O Costa Serena tem 1.500 cabines, 5 restaurantes, 13 bares, 4 piscinas (sendo duas com cobertura retrátil e uma infantil), 5 jacuzzis, 1 spa, saunas, quadra de esportes, pista de cooper, teatro com capacidade para 1.500 pessoas, lojas, biblioteca, cassino e boate. São muitos ambientes e todos lindamente decorados de acordo com o tema do navio, no caso do Serena, mitologia grega e romana. A bordo da embarcação ainda encontramos mais de 200 obras de arte de vários lugares do mundo. É de encher a vista. Fiz um apanhado de fotos de alguns dos ambientes só para vocês sentirem o drama. 

cadeiras para tomar sol  ao longo de todo o navio e toalhas a disposição dos hóspedes em tótens

toboágua e piscina no 11º andar

piscina do bar com música

visão geral dos 2 andares de bar, jacuzzis e telão para aulas de dança e vídeo clipes

Para saber de tudo o que vai acontecer no navio é necessário ler o Jornal Today que é deixado todas as noites na sua cama. Nele você vai encontrar toda a programação do dia seguinte, horário das apresentações, das aulas de dança, ginástica, alongamento, pilates, caminhadas, palestras, dicas de bem estar físico e mental, quizzes que premiam com produtos Costa ou desconto nas excursões, orientações sobre rotas de navegação (o que você pode ver no caminho, em qual lado do navio e a que horas), o dress code da noite e horário de funcionamento de cada ambiente. Muita gente não lia e ficava super desinformado sobre os eventos a bordo e perdia a oportunidade de aproveitar tudo o que o navio oferece.

detalhe das pinturas que davam vida aos inúmeros corredores do navio

restaurante self-service do 9º andar 

chocolateria, café e piano bar


Para garantir as fotos dos ambientes sem estarem tomados pelo público tive que agir só quando o navio atracou nos portos, onde todo mundo desce para fazer excursões e passeios avulsos. Do contrário, quando é dia de navegação, o navio fica repleto e todos os ambientes são utilizados, porém, pela manhã, piscinas, mesas e cadeiras ao seu redor, são disputadíssimas. Dica: Se quer curtir a piscina em dia de navegação acorde cedo. Caso contrário vai ser difícil descolar um lugar ao sol. No entanto, nos dias em que o navio fica nos portos as áreas de lazer ficam uma tranquilidade só e aí podemos aproveitar bastante, pois, com exceção do rio, não descemos nos portos porque já conhecíamos tudo. 

salão de baile cupido




lojas de vários segmentos
Fiquei um pouco decepcionada com a oferta de produtos nas lojas, pois vi poucas marcas e opções. Mas vi muita gente se esbaldando nas lojas de bebidas e perfumes. Óculos e relógios de marcas italianas são os carros chefes do 5º andar, onde encontram-se as lojas. Os preços são bem convidativos mesmo (como foi observado pela minha amiga Concinha lá nos comentários, a bordo os preços praticados são Duty Free) e eu garanti minha pequena compra rapidinho. Dica: Se você viaja com algo certo para comprar faça essa compra nos primeiros dias, porque tudo acaba muito rápido. Fiquei sem um pack de absolut lindo e baratíssimo porque esperei para comprar no segundo dia. De qualquer forma, consegui a minha garrafa Glimmer

sport victoria bar
Como eu disse anteriormente, o Teatro Giove tem capacidade para 1.500 pessoas e funciona da seguinte forma: Toda noite eles apresentam um espetáculo especial, geralmente de acordo com o tema da noite. Porém os espetáculos (assim como os jantares) acontecem em 2 turnos, já que o navio leva 3.000 pessoas e não dá para abrigar todo mundo lá ao mesmo tempo. Então, se você janta às 19:30 o horário que você poderá assistir ao espetáculo será às 22:30 e quem janta às 22:00 tem a opção de ver a apresentação antes, às 20:30. 
À noite todos os 13 bares tocam músicas, alguns música ao vivo de vários estilos e outros som mecânico mesmo. A piscina também não para quando o sol se põe. Muita gente jovem curte as festas e promoções de drinks que rolam por lá a noite. Ou seja, tem todo tipo de música em todo tipo de ambiente. Dizer que não tem o que fazer a bordo é um sacrilégio. 

teatro giove e a dança do comandante

teatro giove e a apresentação dos 3 tenores

teatro giove e a apresentação do grupo de dança baiano
O cassino é um negócio a parte. Me arrisco a dizer que é um dos ambientes mais divertidos (risos). Separei alguns dolares para financiar a jogatina da família Aretakis a bordo. Sim, nessa parte você tem que levar dolar para poder brincar. Na primeira noite gastamos $60 jogando tiramos várias quantias, mas perdemos tudo (amadores). No penúltimo dia cada um jogou um dolar e meu pai tirou $90. Foi hilário. Ele me pagou os $60 gastos e perdeu os outros $30. Nos divertimos horrores e não perdi nada! 
É preciso dizer que por causa das leis brasileiras, quando o navio atraca o cassino se mantém fechado e que menores de 18 anos não andam por lá. No entanto é permitido fumar e beber no ambiente. 
Por isso,  se quiser frequentar o cassino não esqueça de separar uma graninha para se divertir jogando!

cassino

decoração dos 3 andares de entretenimento


Ainda existe outras opções de entretenimento como a biblioteca, a sala de cartas, a sala de jogos eletrônicos. Para as crianças a diversão dura o dia todo, uma vez que, se o pimpolho tem entre 3 e 12 anos, o navio dispõe de recreadores especializados para cuidar deles e dar o melhor entretenimento possível a bordo e uma folga aos pais. 

Confesso que ficamos bastante satisfeitos com a quantidade e a qualidade do entretenimento oferecido pelo navio. É interessante ver que a vida a bordo não se resume só à piscina e comida. Vai bem mais além disso. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...