para uma viagem tranquila



Alguns cuidados são necessários para que sua viagem seja a melhor possível. Para isso, listei alguns desses cuidados básicos:

PASSAPORTE


A perda ou extravio de seu passaporte (ou carteira de identidade) é fato grave e pode trazer aborrecimentos, além da perda de tempo. Previna-se, guardando-o cuidadosamente. Não ande com ele no bolso ou na bolsa (exceto durante os vôos). Antes de iniciar a viagem, tire uma ou duas cópias das páginas 1,2 e 3 e da página onde consta o visto consular, se for o caso. Deixe seu passaporte original no cofre do hotel ou em outro local seguro e ande com a cópia. Em caso de extravio, comunique imediatamente às autoridades locais, para que sejam tomadas as providências devidas e comunique também o consulado ou embaixada brasileira mais próxima.

DOCUMENTOS
 
VIAGENS NO BRASIL: o RG é necessário para viagens aéreas em território brasileiro. Além do RG, o ministério da Aernáutica também aceita outros documentos de identificação oficiais equivalentes à cédula de identidade.



VIAGENS NO EXTERIOR: Para menores de 12 anos é necessária autorização de ambos os pais. Se o menor viajar em companhia de apenas um dos pais, a autorização do outro é obrigatória. Quando desacompanhado, o menor deverá ser mantido sob a guarda da companhia aérea, tanto em terra quanto a bordo. Maiores de 12 anos e menores de 18 anos devem apresentar autorização judicial para viajar desacompanhados, um documento dispensável quando o passageiro está acompanhado de um dos pais com autorização do outro. As autorizações, obtidas em postos da Vara da Infância, devem ser apresentadas em vias originais e com firma reconhecida em cartório. 


PARA VIAGENS NOS PAÍSES DO CONE SUL: O RG é válido para ingresso na Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, mas quem quiser comprar no free shop dos aeroportos destes países deverá apresentar o passaporte. 


PARA OUTROS PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL: O passaporte é documento obrigatório para viagens aos países da América do Sul, com exceção da Argentina, Paraguai, Chile e Uruguai. Somente a Guiana exige visto para brasileiros. Apenas em viagens para o Peru é obrigatória a Vacina de Febre Amarela.

ROUBOS E FURTOS 

  1. Reportar imediatamente o ocorrido no posto policial mais próximo; 
  2. De posse do documento de ocorrência, dirija-se ao Consulado ou Embaixada do Brasil para solicitar ajuda e providências;
  3. Se houver também perda ou roubo de travellers cheques, dirija-se a uma agência bancária ou representante para solicitar cancelamento e restituição. Por isso, a importância de ter a relação e o controle dos cheques emitidos.

BAGAGEM 


BAGAGEM DE MÃO: Em vôos domésticos, é permitido levar bolsa de mão, maleta ou equipamento com peso máximo de 5kg e com dimensões de até 115cm. A bagagem deve caber embaixo do assento ou nos compartimentos acima das poltronas e não pode incomodar os demais passageiros, nem ameaçar a segurança do vôo. Em viagens internacionais, o limite depende de normas específicas fixadas por convênios. A companhia aérea não se responsabiliza por danos em bagagens de mão ou objetos de uso pessoal. Apenas o faz quando ficar provado que foi causado por algum funcionário da empresa. O passageiro também pode levar: manta, guarda-chuva, bengala, alimentação infantil para consumo durante a viagem e uma cesta ou equivalente para transporte de criança de colo. Objetos como jóias, documentos negociáveis, ações, dinheiro, notebook, máquina fotográfica, filmadora, telefone celular (sempre desligado) e outros bens de valor só podem ser transportados em bagagens de mão. 


EXTRAVIO OU DANO: Em caso de dano ou sinais de violação de bagagem, o passageiro deve comunicar imediatamente à empresa aérea e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Se houver alguma dúvida ou problema, o viajante pode procurar o Departamento de Aviação Civil (DAC), órgão oficial que atende as queixas e reclamações sobre bagagens, por meio das Seções de Aviação Civil (SACs), instalada em cada aeroporto. Antes do embarque, o passageiro tem a opção de declarar os valores atribuídos à sua bagagem. Para isso, é cobrada uma taxa suplementar e a companhia pode pedir uma relação completa dos itens e verificar o conteúdo de mala. Se houver extravio, o viajante receberá o valor declarado e aceito pela empresa. Jóias, papéis negociáveis e dinheiro não são aceitos na declaração. Quem não fizer declaração de valores tem direito a indenização limitada caso ocorra extravio da bagagem. 


DINHEIRO


Evite carregar notas de valores altos, leve um ou mais cartões de crédito internacionais. Travellers cheques são seguros e bem aceitos, mas para trocar é necessária a apresentação do passaporte ou xerox. Nunca transporte todo o dinheiro num só lugar. Troque pequenas quantias no aeroporto para despesas de táxi e gorjetas, só depois procure taxas de câmbio melhores.

SAÚDE 


Leve os próprios medicamentos já que é dificil comprar remédios sem receita médica no exterior. Faça um seguro saúde, sua garantia em casos de emergência.

Garanto que tomando todas essas precauções você viajará muito mais tranquilo!

No mais, boa viagem!

texto: resumo das dicas do site da Mondial Assistance
foto: sxc.hu

Comentários

  1. Bem detalhado o passo a passo do No Stress na viagem! Adorei o post!

    ResponderExcluir
  2. Essa é a ideia, Tata. Facilitar a nossa vida viajante!

    obrigada pela visita :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário