A rede alemã Motel One já é nossa conhecida há bons 10 anos. Nos hospedamos em filiais de Berlim, Munique, Colônia e Hamburgo, porém nunca havíamos pernoitado nas demais unidades que estão sendo abertas por outros países da Europa. Para quem não conhece a proposta dos hotéis Motel One, eles procuram oferecer um serviço enxuto e igual para todos, mas com bastante informação de design e preços convidativos. Por exemplo, as tarifas começam em 59 euros para quartos single. Uma boa pedida, não?





Fiquei curiosa com a filial aberta em junho de 2018 em Paris e, com viagem marcada para a capital francesa em julho, só me restou reservar um dos 255 quartos do Motel One Paris-Porte Dorée. A diária custou 98 euros o casal, sem o café da manhã. A localização desse hotel em Paris é excelente. No 12° arrondissement, a estação de metrô Porte Dorée está a 400 metros da entrada do Motel One e as opções de bares, lanchonetes e restaurantes estão por toda parte. Chegamos cedo ao hotel, horas antes do horário previsto para o check-in, mas mesmo assim recebemos o nosso quarto, o que foi providencial, pois havíamos feito um voo praticamente de madrugada e o early check-in nos permitiu dar uma descansada antes de sairmos para explorar um pouco mais de Paris. 








Basicamente, os quartos de todos os Motel One são iguais e o que diferencia são as áreas comuns dos hotéis, que normalmente são temáticas e têm uma decoração muito agradável e bons bares. Os quartos, todos eles têm ar condicionado/aquecedor, tv com canais a cabo, cama queen-size, mesa de trabalho, wi-fi, banheiro com uma ducha bem boa, secador de cabelo e amenities próprias e ecológicas. 

Por falar em eco, os produtos que compõem o café da manhã dos hotéis da rede Motel One são todos bio. Queijo, leite, manteiga, iogurte, mel, geleia, granola, suco de maçã, presunto, salsichas, pães e ovos, tudo servido na mesa do Urban Bio Breakfast é orgânico. Nós pagamos 11.50 euros por pessoa pela refeição, que em dias de sol e calor, como foi em julho, pode ser feita numa das mesas que ficam no jardim, ao ar livre. Um privilégio e tanto, né? 




Já fizemos resenhas de hotéis no 11°, no 14°, no 19° e no 20° arrondissements de Paris, ampliando um pouco nosso mapa, chegamos ao 12° bairro da capital francesa com o Motel One Porte Dorée e não pretendemos parar. Todos esses hotéis em Paris têm uma coisa em comum, além de confortáveis, são bonitos, porque depois de ver tanta beleza na cidade luz, ninguém merece um lugar qualquer só para esticar as canelas.