Meu pai aproveitou minha ida ao Brasil para as festas de fim de ano e preparou uma viagem como há muito não fazíamos: Pegamos a estrada rumo à Praia da Pipa, destino que visitamos juntos há cerca de 20 anos. Ou seja, já estava mais do que na hora de voltar. A estrada entre Pernambuco e Rio Grande do Norte está em bom estado, apenas pontuo que a sinalização para chegar até Pipa é quase inexistente, sorte nossa que nos dias de hoje temos GPS – e vinte anos atrás havia o feeling




Um dia para ver a beleza de Pipa e região

Saímos de casa com a ideia de fazer um passeio que meu pai havia lido sobre, o Pau de Arara Tour. Passeio de um dia inteiro que percorre os principais pontos dos arredores de Pipa e Tibau do Sul, repleto de atividades. De cara, já ficamos empolgados, a ideia, no entanto, era esperar o dia mais bonito, com céu aberto, para não fazermos o passeio na chuva. Sim, pegamos um dia inteiro de chuva por lá e outro nublado. Sorte nossa que ficamos 4 dias em Pipa, então pudemos reservar o tour de 4x4 para o dia de sol. Esse passeio é excelente também para quem faz só um bate-volta entre Pipa e Natal e tem apenas um dia para conhecer o destino. Fazendo o passeio em um dia bonito de verão, vai ter uma ideia boa das belezas e encantos do Rio Grande do Norte. 


Quanto custa passar um dia em Pipa?

Passeando pela Avenida dos Golfinhos, rua principal de Pipa, vimos que muitas pessoas comercializam esse passeio, e na nossa pesquisa prévia descobrimos que os preços vão desde 60 até 110 reais (negociáveis) por pessoa. Vai depender de quantas pessoas estão no seu grupo, se você é ou não turista estrangeiro, se vai pagar no cartão ou em dinheiro e qualquer outra variável imaginável… Para nós, um grupo de 4 pessoas, o valor ficou em 55 reais por pessoa pagando em espécie na empresa Pipou Tour. Esse valor inclui o lugar no carro específico para terrenos difíceis, que pode ser estilo pau-de-arara ou uma Land Rover. Como meu pai tem problema de coluna, perguntamos se seria possível ir na segunda opção, a mais confortável das duas, e não houve problema, nosso pedido foi acatado. Aliás as pessoas foram gentis desde o primeiro minuto de conversa e seguiu assim até o fim do tour. O passeio ainda inclui prancha para fazer skibunda em uma das paradas, caiaque no rio, slackline, arco e flecha… 


Roteiro de um dia em Pipa

São muitas as atividades nessa programação que começa às 10h e acaba depois do pôr do sol – por volta das 18 horas. O roteiro do Tour 4x4 em Pipa inicia com o carro pegando os turistas em seus hotéis e pousadas. A partir daí seguimos já para um dos cartões postais da região, o Chapadão de Pipa, de onde podemos avistar a Praia do Amor e outras praias vizinhas. O motorista – que também faz as vezes de guia –, não deixa a desejar nas informações e na simpatia, a cada parada uma explicação cheia de curiosidades e bom humor. Seguimos sentido litoral sul do Rio Grande do Norte, sobre as falésias, percorrendo a costa bem juntinho ao mar. Fazemos mais uma parada, dessa vez no Mirante das Tartarugas, na região de Sibaúma. Além de avistar várias delas, nessa praia quando a maré está baixa, os arrecifes ficam expostos e são formadas Piscinas Naturais – uma delas, inclusive, é chamada de Jacuzzi Natural. No dia do nosso passeio a maré estava alta, mas mesmo assim fizemos uma parada de cerca de 1 hora para tomar banho de mar e uns drinks





Dali seguimos para o restaurante Camarão da Fazenda, onde paramos com tempo de sobra para almoçar – pago por fora – e fazer algumas atividades que já estão inclusas no valor do passeio. Caiaque, cavalos, arco e flecha estão à disposição do visitante. Também há um redário para aqueles que só estão procurando sombra e água fresca. A comida do restaurante é bem gostosa, destaque para o caldinho de camarão, que vem repleto da iguaria e para a moqueca de peixe e camarão, que serviu perfeitamente nós quatro. Energias repostas, é hora de levantar acampamento e pegar a estrada rumo à Praia do Madeiro, uma das mais conhecidas de Pipa. Para chegar até ela é preciso descer uma escadaria um pouco irregular, mas o visual lá embaixo é bem bonito. É nessa porção do mar que os barcos vão em passeios para avistar golfinhos. Da areia é possível ver alguns ao longe, uma graça. 





Continuamos o passeio, sentido Tibau do Sul, afim de parar am algumas dunas para que os turistas mais corajosos se joguem num sandboard ou skibunda. Já vamos nos aproximando do fim do dia e, junto com esse momento, chegamos à Lagoa de Guaraíras, de onde podemos testemunhar um belíssimo pôr do sol. A região fica super disputada, mas como chegamos com tempo, conseguimos um lugar na Creperia Marinas, onde provamos um crepe de frutas com sorvete e tomamos água de coco apreciando o fim desse dia divertidíssimo. Finda a luz do dia, subimos de volta no 4x4 para sermos deixamos de volta na nossa pousada em Pipa


Agradeço aos meus pais pelos dias de sol, pela água de coco, pelo abacaxi docinho na estrada, pelas lembranças… Foi lindo!