Áustria | Um fim de semana em Viena

Aconteceu tanta coisa que eu quase esqueço de postar sobre Viena. A cidade foi a última do nosso mini tour que começou em Praga, passou por Budapeste e terminou na capital austríaca. Viena é encantadora e extremamente artística. Tem um sem fim de museus e teatros para todos os gostos, porém, o clássico tem seu lugar cativo por lá. Fomos no começo de junho e acredito que foi o início dos primeiros dias de calor pelas bandas de cá, pois os dias foram cada um mais bonito do que o outro enquanto estávamos na cidade.

Ficamos no Hotel Favorita, um bom hotel, antigo, mas bem conservado, que fica super bem localizado com estações de metrô e bonde perto. A única coisa chata é que o hotel prometia wi-fi nos quartos, mas nem por um decreto eu consegui conectar, então, tive que usar internet no saguão. Como eu não consigo lembrar exatamente o nosso roteiro, deixo vocês com as fotos.

Hofburg (Palácio Imperial) - Tem mais de 2.600 salas e ocupa uma área de 20 hectares


Catedral de Saint Stephan





O museumsquartier é a oitava maior área cultural do mundo. Abriga museus como: Leopold Museum, MUMOK (museu de arte moderna), Kunsthalle Wien, Tanzquartier, ZOOM Kindermuseum e o Architekturzentrum Wien. Para quem gosta de arte dá pra passar uma vida aí e ainda assim não vai ter visto tudo. Confesso que fiquei meio chocada com a quantidade de informação que existe no lugar, definitivamente não é coisa para um fim de semana.

Parte do MuseumsQuartier





Heldenplatz e Rathaus (Prefeitura) ao fundo





Tivemos a sorte de ir a Viena no final de semana que acontecia o Österreichisches Blasmusik Fest (Festival Austríaco de Banda de Metal), que é um grande desfile onde todos vestem roupas típicas e tocam músicas locais. Inúmeros grupos desfilaram e depois se encontraram em frente à Rathaus para um só maestro reger todos. Um bônus da viagem!

Rathaus



Escultura de Johann Strauss - O rei da valsa - no Stadtpark




Ainda no Stadtpark , o relógio de flores

Volksprater (um dos mais antigos parques de diversão do mundo) e o ícone da cidade a famosa Roda Gigante feita com bondes antigos


Schloss Belvedere (Palácio de Belvedere)



A famosa Sachertorte - Bolo de Chocolate inventado em 1832 em Viena. Eu não achei essas maravilhas não, mas tem que provar, né? Coisas de turista. Fora essa torta, Viena está mais que aprovada. Recomendo!




Comentários

  1. Menina eu sou doida pra conhecer Viena..
    no começo do nosso namoro Paolo foi fazer um tour desses de 1 mês pela Zoropa, e passou por Viena. Fiquei encantada só pelas fotos... Tem uma casa de cabeça pra baixo em algum lugar, que eu achei muito engraçada! é uma cidade que realmente respira arte, né? e vocês ainda pegaram um festival local, que coisa massa. lindíssima, Rapha.

    ResponderExcluir
  2. Pois Viena está mais do que recomendada. É uma cidade belíssima e não tem a correria e urgência de uma Londres, por exemplo. Adorei!
    :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário