NEWS | Airbnb revela 16 bairros tendência que entram no radar do turismo em 2016

.: Matéria com informações da assessoria de imprensa :.

O Airbnb, maior comunidade de hospedagem alternativa do mundo, analisou os padrões de viagem de mais de 40 milhões de pessoas que se hospedaram em espaços anunciados na plataforma durante 2015 e descobriu os bairros que ganharam mais popularidade no ano passado. Os locais asiáticos são os locais de maior destaque na lista, que é liderada por Chuo-ku, em Osaka, no Japão – um dos lugarejos mais famosos por seus teatros artísticos e suas exóticas comidas de rua.

BORDEAUX | Com dicas dos anfitriões, os viajantes aproveitam melhor a região onde estão hospedados - Foto: Divulgação



"Os viajantes do Airbnb estão visitando bairros em todos os cantos do mundo e, ao fazer isso eles frequentam pequenos comércios, e restaurantes locais, que antigamente não eram beneficiados pelo turismo tradicional", disse Chip Conley, Diretor de Hospitalidade do Airbnb. "Quando um hóspede conhece Hammerbrook, em Hamburgo, ou Brickfields, em Kuala Lumpur, eles são capazes de viver a experiência desses lugares, com a ajuda dos anfitriões, através de olhos de um local, o que possibilita vivenciar a cultura de uma maneira completamente nova."

Em nono lugar temos o bairro de Meireles, em Fortaleza, com sua localização privilegiada próxima da orla e da avenida Beira Mar. Com belos prédios e a proximidade do centro da cidade, do Mercado Central, da tradicional Feirinha Beira Mar e dos principais comércios que são frequentados pelos nativos da cidade, o local tem se tornado cada vez mais atrativo para os turistas.

16 Bairros para visitar em 2016:

  1. Chuo-ku em Osaka, Japão - 7471% de crescimento
  2. Banglampoo em Banguecoque, Tailândia - 1239% de crescimento
  3. Brickfields, Kuala Lumpur, Malásia - 1231% de crescimento
  4. Capucins em Bordeaux, França - 966% de crescimento
  5. Koukaki em Atenas, Grécia - 801% de crescimento
  6. Triana, em Sevilha, Espanha - 774% de crescimento
  7. Hammerbrook, em Hamburgo, Alemanha - 418% de crescimento
  8. Kaneohe em Oahu, EUA - 324% de crescimento
  9. Meireles em Fortaleza, Brasil - 287% de crescimento
  10. Roma Sur na Cidade do México, México - 279% de crescimento
  11. Oak Lawn, em Dallas, EUA - 264% de crescimento
  12. Poncey-Highland, em Atlanta, GA - 242% de crescimento
  13. Distrito VII em Budapeste, Hungria - 148% de crescimento
  14. A Península de Bukit, Bali - 134% de crescimento
  15. Richmond em Melbourne, Austrália - 126% de crescimento
  16. Constitución, em Buenos Aires, Argentina - 125% de crescimento

Para visitar em 2016: A península de Bukit, Bali - Foto: Divulgação

Para descobrir os lugares mais animados das cidades, o Airbnb analisou as viagens dos hóspedes de sua comunidade, que ocorreram ao longo de 2015, em todas as regiões, países e bairros. A lista final é composta de locais de algumas das cidades mais populares em todo o mundo, nos quais as reservas estão crescendo particularmente rápido e oferece às pessoas uma experiência de não ser apenas um visitante temporário, mas sentir a cultura do bairro e da cidade, como se estivesse morando no país. A maioria dos hóspedes do Airbnb prefere ficar fora de bairros centrais tradicionais e busca ficar imersa na cultura local dos moradores. Quando os turistas ficam em uma casa da plataforma, eles têm anfitriões locais e que podem compartilhar dicas sobre a vizinhança, além de sugerir lugares para comer ou tomar café, onde encontrar artes locais, artesanatos, e mais. Muitos anfitriões já compartilham essas dicas em seus anúncios e nos Guias dos Bairros no Airbnb.

Alguns temas que fizeram os bairros se tornassem mais populares:

Arte: Criatividade e variações de interpretações modernas. Enquanto museus permanecem populares, as pessoas estão buscando bairros conhecidos por arte de rua como a área de Richmond, em Melbourne, galerias interessantes, como Vertigo Galleria, em Roma Sur, na Cidade do México ou a feira de artesanato em Meireles, em Fortaleza.

Comida: O interesse pela alimentação ao redor do mundo inteiro está crescendo tanto para restaurantes de luxo quanto para vendedores ambulantes. Do vendedor local nas praias brasileiras aos food trucks nos EUA e as feiras de rua na América Latina, todos estão buscando por opções rápidas e baratas. O Mercado de Peixes, em Meireles, é o lugar preferido dos anfitriões locais para comprar frutos do mar, as barracas localizadas na parte de trás do mercado também são muito frequentadas pelos fortalezenses que fazem suas refeições ao ar livre . Por outro lado, os  viajantes que preferem jantar nos restaurantes mais conceituados, apesar do preço elevado, estão migrando para estabelecimentos inspirados na gastronomia molecular, como o restaurante Aramburu em Constitución, Buenos Aires, ou exagerando na comida francesa, em Capucins, em Bordeaux. Independente do bairro, uma coisa que a maioria dos viajantes concordam é a necessidade de encontrar um bom lugar para tomar café, e cada anfitrião do Airbnb tem seu próprio lugar favorito que indicam para os hóspedes conhecer.

Experiências ao ar livre: As pessoas estão viajando a pé para conhecer mais sobre a cultura local, seja para encontrar um beco secreto ou escapar para uma longa caminhada. De um passeio pela orla das praias de Fortaleza, corridas pela ciclofaixa Katy Trail, no bairro de Oak Lawn, em Dallas, ou vagueando pelos becos de Chou-ku, em Osaka, no Japão e também ao redor do rio Guadalquivir pela rua Bettis, no bairro de Traina, na Sevilha, Espanha, as pessoas estão procurando as melhores rotas para conhecer as riquezas ocultas das cidades.


Compras:  Mesmo que os shoppings tradicionais continuem a atrair visitantes, mais e mais pessoas estão a procura de bairros onde artesãos locais se reúnem e vendem seus produtos exclusivos, a Feirinha Beira Mar de Meireles atrai tanto turistas como os moradores de Fortaleza, que encontram produtos exclusivos com as características da cultura local, o mesmo acontece no Distrito VII, em Budapeste, na Hungria, ou Poncey Highland, em Atlanta, Georgia.



Comentários