No sábado foi a primeira oportunidade que tivemos de assistir a um jogo da Alemanha junto com as pessoas daqui. No jogo contra a Inglaterra estávamos no trem voltando de Berlim para Stuttgart e só tivemos um gostinho de como o povo alemão se transforma em dia de jogo e em nada se difere da torcida brasileira. Ostentam com orgulho as 3 cores que compõem a sua bandeira e bebem como se não houvesse amanhã litros de cerveja.

Faltando pouco menos de 1h para o jogo fomos para o Biergarten (que traduzido ao pé da letra significa jardim da cerveja) que é um lugar a céu aberto onde bebidas (cerveja) e comidas típicas são servidos. Lá eles disponibilizaram alguns telões e a torcida se espalhou por todo o gramado.

Fazia um dia lindo, não tanto para mim que não curto muito o calor, mas para os alemães que passam quase 9 meses do ano no frio soterrados em camadas de roupa. Era o dia perfeito para festejar.







Quando chegamos lá conhecemos 3 argentinos que tentavam, com muito esforço, fazer barulho com seu "bamos, bamos, arrentina!". Eles foram simpáticos e mostraram que conheciam pouco do Brasil falando palavras como: oi, gostosa e puta que pariu ¬¬.

Nós até estávamos dispostos a torcer pela Argentina, porque muitos alemães no dia anterior vibraram horrores com a derrota da nossa seleção, mas não dá pra torcer pelos hermanos, não jogando o futebol que eles jogaram. Do meio para o fim do jogo os Argentinos desistiram e foram embora.

E aí, a festa foi somente alemã.







E nem adianta vir dizer que alemão é frio não sabe fazer festa nem comemorar, porque mais do que isso, eles sabem fazer gols!

Go Deutschland!