Stuttgart - A fascinante história do automóvel

Stuttgart pode não ser um dos destinos turísticos preferidos na Alemanha, mas reserva atrações de primeiríssimo mundo. Uma destas atrações é o exuberante museu da marca automotiva Mercedes-Benz. Para quem não sabe, Stuttgart abriga a sede da Daimler AG, empresa que, entre outros negócios, produz automóveis, caminhões e ônibus da marca Mercedes como também é responsável pelo simpático smart fortwo (que merece um post à parte).






Inaugurado em 2006, o novo museu, que está localizado em Untertürkheim é uma imponente obra arquitetônica, que impressiona tanto por fora quanto em seu interior. Antes desse novo prédio, o acervo era exposto dentro de um espaço numa das fábricas da marca. A primeira impressão no hall é o da alta tecnologia que foi empregada no projeto. Elevadores futurísticos nos levam até o último pavimento e a partir daí, mergulhamos numa descida através da história da indústria automotiva, desde o pioneirismo de Gottlieb Daimler e Karl Benz - fundadores da marca - até os modelos atuais, passando cronologicamente por todo o contexto histórico e econômico mundial (incluindo guerras e regimes políticos).





Por mesclar a paixão por automóveis com história, o passeio se torna completo mesmo para aqueles que não se deixam fascinar pelas obras de arte que são os automóveis da Mercedes. Em determinado ponto são expostos os carros usados em filmes e também os que foram usados para transportar grandes personalidades. É um fato que a estrela da marca é facilmente reconhecida e seus carros são objetos de desejo e sinônimo de qualidade em todo o mundo.






Se você estiver na Alemanha e Stuttgart estiver em seu caminho, vale muito fazer esta parada! No site do museu é possível fazer um tour virtual, que dá uma boa amostra do que tem por lá. As entradas custam 8 Euros e além do acervo, há também a lojinha (com muitos souvenirs), um restaurante e simuladores de corrida.

Comentários

  1. Esse museu e o da Porsche são muito massa!!!! Isso que os dois novos museus não estavam prontos quando visitei em 2005...

    ResponderExcluir

Postar um comentário