Hoje o marido e eu estamos no Rio... Pela primeira vez! Como foi uma viagem de última hora, não tivemos muito tempo para organizar nosso roteiro, então desta vez vamos nos ater ao turismo óbvio, que listamos rapidamente quando soubemos que estaríamos aqui.

Primeiro passo: arranjar a passagem e a hospedagem. Nessas horas é sempre válido consultar um dos muitos buscadores (como o mundi, hotéis.com, booking.com, decolar.com, submarino viagens, etc.). Como não tínhamos referências – que estivessem dentro do budget – optamos por voar com a GOL e nos hospedamos num dos hotéis da rede Windsor – um dos poucos que ainda tinham vagas na cidade, pois mais um feriado bate à nossa porta!

A partir daí, a segunda dúvida foi em relação ao transporte local. Aqui é possível ter uma idéia de quanto custam os trajetos que você pretende fazer de táxi. Simulados alguns deles, vimos que o táxi no Rio aparenta ser muito mais barato do que em São Paulo, portanto, será nossa primeira opção. Nos falaram ainda que o ideal é requisitar sempre um táxi no hotel ou em pontos fixos, menos arriscado.Tem também o metrô se quisermos cobrir distâncias maiores.

Depois de saber como ir, onde ficar e como nos locomover, partimos para a lista de pontos turísticos. Nessa hora, recorremos à série Desempacotando RJ do turista profissional Ricardo Freire, que de forma muito prática, nos mostra o melhor da cidade e faz alguns mitos caírem por terra. 



Dentre os passeios que iremos fazer, estão:
  • Corcovado: Decidimos ir de trem, o ticket custa R$36 ida/volta, o serviço funciona diariamente a cada 30 minutos, das 8h30 às 19h00;
  • Bondinho: O acesso para a subida até o morro da Urca fica na Praça General Tibúrcio, o preço por pessoa é R$44 e o serviço funciona diariamente a cada 20 minutos, das 8h00 às 20h00;
  • Lapa: Queremos ir em algum momento num dos botecos da Lapa. Aqui você encontra os bares e a diversa programação local;
  • Cinelândia: Aqui é possível ver o Theatro Municipal além de outras construções preservadas da cidade como a Biblioteca Nacional;
  • MAC Niterói: Preço: R$5, com exposição aberta para visita de terça a domingo, das 10h às 18h. A princípio consideramos a possibilidade de ir de barca até Niterói, mas considerando os últimos acontecimentos... Vamos passar;
  • Jardim botânico: Para continuar o passeio pela Lagoa, R$5, aberto das 8h00 às 17h;
  • Praias: Até onde sabemos, Ipanema e Copacabana estão em condições para o banho. Se o tempo deixar, vamos matar as saudades da água salgada.
  • Para comer e bebericar, as primeiras pedidas serão o Bar Garota de Ipanema e o Boteco Aconchego Carioca, famoso pelo bolinho de feijoada e outros quitutes. 

Quando estivermos de volta, postarei as fotos e as primeiras impressões de lá!





SalvarSalvar