Costa Serena | Embarque e Cabine

Espero que essa série de posts que eu vou começar hoje consiga passar da melhor forma possível a experiência que tive a bordo do navio italiano Costa Serena. Sem dúvidas, essa foi uma das melhores viagens que fiz nos últimos tempos. Foi minha primeira vez num cruzeiro marítimo e a primeira vez que tive uma viagem organizada por uma agência de turismo: a eficiente Agaxtur. Meus pais já haviam viajado com a agência - quando fizeram o tour dos lagos andinos em 2006 e aprovaram de cara. E meu pai já havia feito um cruzeiro, também com a Costa Cruzeiros, só que no navio Costa Romântica.

Dessa vez fomos os três juntos curtir 7 dias de férias pela costa brasileira. A jornada deles começou na sexta, saindo de Recife para São Paulo, para só no sábado pela manhã irmos juntos até o Ginásio do Ibirapuera, onde ficam os ônibus que fazem o traslado até o porto de Santos. As partidas dos ônibus começam às 11 da manhã e vão até às 14h. Os ônibus são novos, com ar condicionado e água. Por pessoa, ida e volta, se paga R$ 80,00.  Logo na entrada do ginásio você entrega as malas e só volta a vê-las dentro da sua cabine, no navio. Para isso, a Agaxtur já havia nos enviado os formulários e as etiquetas para colocarmos nas bagagens e assim já sair de casa com as malas devidamente identificadas.

cama de casal, cartões e informativos para nos recepcionar

A chegada ao porto de Santos foi um pouco conturbada. Só para o ônibus entrar na área de desembarque levou uns bons 40 minutos. Fala-se que, especialmente nesse sábado, havia 7 navios atracados todos com partida para às 18h. Após descer do ônibus fomos orientados a ir para a área azul onde fizemos a triagem de documentos, bilhete e recebemos a senha para o embarque. Nossa senha foi a 15, mas eles ainda estavam chamando as de número 10. Antes disso, preenchemos mais um formulário, dessa vez da vigilância sanitária, negando qualquer doença, mal estar ou contato com portadores da H1N1. O terminal de passageiros de Santos é bem grande e lotado. Tem poucas cadeiras, mas em compensação tem ar condicionado. Melhor esperar em pé no fresquinho do que sentado no calor, na minha opinião. Por lá     ainda encontramos algumas lanchonetes, cafés e uma laselva. Bem satisfatório já que o tempo de espera não é  tão longo assim. 

um pouco mais livre, a área amarela foi onde esperamos o nosso embarque


todos aguardando a chamada para o embarque
Tão logo nossa senha foi chamada, o primeiro contato com o staff da Costa é muito legal. Todos que estão prestes a entrar no navio são fotografados. Após a foto a entrega dos formulários e a passagem pelo raio-x e o primeiro contato com o imenso navio. Não tem quem não fique impressionado com a grandiosidade dele. Passamos por mais uma fila para o embarque definitivo e mais uma foto, essa é para anexar ao seu cartão pessoal do navio. Carteira, dinheiro e RG a partir desse momento já não são mais necessários. 

detalhe do nome e os barquinhos salva vidas


      
                         a tranquila fila de embarque e mais um controle de segurança


Chegando na nossa cabine nos deparamos novamente nossas malas (ufa) é difícil crer que elas desaparecerão no Ibirapuera e aparecerão como um passe de mágica dentro do nosso quarto, mas é verdade, vá com fé! Elas estarão lá! Assim como os cartões Costa que passam a ser seu documento,  cartão de crédito (e a chave da sua porta) a bordo. A cabine reservada pelo meu pai ficava no 8º andar, lado ímpar e era externa com varanda. Um delícia de quarto. Limpo, arrumado e aconchegante!


               
          minha cama



detalhe da varanda da cabine







O guarda roupa é super espaçoso e necessário, pois não dá para ficar abrindo e fechando mala por sete dias. Você VAI ter de desfazer a mala e organizar tudo no armário. A ideia aqui é ter a vida facilitada, afinal férias é para curtir. Após a mala desfeita é só guardá-la vazia em algum compartimento do guarda roupa e seu quarto ficará sempre organizado. Coisas de valor podem ir direto para o cofre, pois das 8:00 às 22:00, todos os dias, você terá a disposição um camareiro para organizar o ambiente quantas vezes for necessário. O nome do seu camareiro fica localizado na entrada do quarto, do lado esquerdo.  Mas não se preocupe, certamente ele será a primeira das muitas pessoas simpáticas que você verá a bordo, pois ele é o responsável por abrir o minibar. 

guarda roupa e mesinha


Enquanto o navio não sai do porto o serviço interno de TV mostra repetidas vezes, em várias línguas, o procedimento de emergência e logo descobrimos que haverá um treinamento obrigatório para todos que embarcaram ali no porto de Santos. Às 17:45 ouvimos os 7 apitos curtos precedidos de um longo (sinal de alerta). Temos que vestir os nossos coletes salva vidas que se encontram no guarda roupa e partir para o ponto de encontro predeterminado, no nosso caso o A. É obrigatório seguir pelas escadas até o 4º andar e entregar um cartão onde consta nosso nome. Quando todos já estão organizados em filas de 5 pessoas o treinamento começa e aí parece muito com os procedimentos que vemos num avião, só que com algumas muitas pessoas a mais.  Basicamente o encontro serve para mostrar onde fica o nosso ponto de reunião e o funcionamento dos coletes, caso haja alguma emergência.  Após o  término do treinamento somos liberados para ver o navio zarpar. Daí em diante é só alegria!



                          
                          banheiro impecável

                         
                        pequeno, mas muito organizado


E pelos próximos sete dias esta seria a minha vista. Chato, não?

Comentários

  1. Adorei a novidade! Deve ter sido maravilhoso! Estamos de neve ate os cotovelos e tenho sonhado com uns dias perto do mar! Espero que tenha aproveitado bastante e bem-vinda de volta! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Amiga, obrigada pela visita. Aproveitamos MUITO a viagem e foi uma delícia ficar tão pertinho do mar. Quero mais!

    :*

    ResponderExcluir
  3. Rapha nunca fiz um cruzeiro! Vamos ver se com esses seus posts eu serei iniciada nessa vida! rs
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Ah Guta, espero que você goste dos posts. Garanto desde já que a viagem foi ótima!

    :*

    ResponderExcluir
  5. doida pra ler os proximos capitulos! e to curiosa sobre uma coisa, nao enjoa nao rapha? pa eu tenhop labirintite e tenho medo de fazer cruzeiros por causa disso. balança muito? bjo

    ResponderExcluir
  6. Oi Rapha!
    Fiz um cruzeiro em dezembro de 2006 e o terminal de passageiros de Santos era terrível!! Um galpão, sem bancos e sem ar condicionado. Péssimo. Que bom que melhorou. Estou louca para fazer outro ccruzeiro! Bjos

    ResponderExcluir
  7. Que delícia, viu? Vou ficar aguardando ansiosamente pelos próximos posts....

    ResponderExcluir
  8. Mi, minha mãe tem labirintite e o medo do meu pai era de que ela ficasse enjoada e não curtisse a viagem, mas ela não sentiu nada. O navio balançou umas duas vezes, mas coisa rápida. Segundo me disseram o mar da costa brasileira é um dos mais agitados, por isso pode balançar um pouco. Mas, quanto maior o navio menor o balanço. Juro, nesse que eu fiquei tinha hora que eu esquecia que estava em um navio.
    :*

    ResponderExcluir
  9. Ai Carol, acho que melhorou sim. De qualquer forma não é nada muito excelente, não. Mas só o fato de ter ar condicionado já vale, né?

    Obrigada pela visita :*

    ResponderExcluir
  10. Nina, pode aguardar que tem bastante coisa pela frente!

    :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário