Post atualizado em 06/08/2015

Como falei no post anterior, o Museu Oscar Niemeyer merece um post à parte. Para nós, foi sem dúvida uma das melhores paradas do dia. É sempre bom entrar num museu e ser surpreendido. Além de enorme, ele fica num lugar muito especial da cidade, margeado por um lindo bosque, onde várias pessoas levam seus cachorros para se exercitarem. Divertidíssimo.

Logo no piso térreo nos encontramos a lojinha do museu, a MON Loja, onde somos obrigados e entrar - que sacrifício, meu deus - porque é lá que a gente compra as entradas (custa R$ 9,00 a inteira). Ainda no térreo tem o perfumado MON Café e o pátio das esculturas onde nos deparamos com uma das inúmeras obras do artista conterrâneo, Francisco Brennand.



As diversas exposições em cartaz no MON

Detalhe da parede do térreo

               Obra de Brennand no Pátio das Esculturas

A primeira exposição que visitamos foi uma em homenagem à Magda Frank, artista Húngara morta ano passado aos 95 anos, em Buenos Aires. Excelentes esculturas feitas em bronze, pedra, madeira e mármore fazem parte do vasto acervo da artista. São belíssimas peças e fotos, muitas delas com a escultora no momento da criação. É de uma grandiosidade sem tamanho.


Esculturas talhadas em madeira por Magda Frank

 
       A minha preferida, esculpida em pedra

A segunda exposição que visitamos, foi pura sorte, pois ela só ficava em cartaz até o dia anterior, mas ainda estava aberta à visitação e eu fiquei super feliz de poder vê-la. De Picasso a Gary Hill fez uma retrospectiva da arte do século XX e nos brindou com obras de artistas como: Matisse, Miró, Dali, Chagall, além de Picasso e Gary Hill que deram o nome à exposição.

Detalhe das fotos expostas




Pintura de Juan Miró

Obra de Marc Chagall

                  


Após a belíssima exposição do Picasso, entramos na "O Estado da Arte" que reúne o melhor da arte contemporânea do Paraná em 150 obras de 80 artistas. Não é o meu estilo de arte, mas tem peças super interessantes por lá. Vale a pena conferir!









A última exposição que visitamos era bem pequena e nem consegui obter muitas informações, mas essas borboletas em toda a extensão da sala era uma coisa de louco. Amei. 





Por fim, ainda visitamos o acervo permanente e subimos lá no olho. O museu é fantástico e Curitiba deve ter orgulho de ter um museu do nível do MON. Na saída dei um pulinho na loja do museu, porque se tem uma coisa que adoro é lojinha de museu. Sempre rolam uns toyarts, livros e produtinhos interessantes.

MON - Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico | Curitiba - PR
Aberto de terça a domingo das 10h às 18h | R$ 9,00| - Toda primeira quinta-feira do mês, das 10h às 20h - Gratuito a partir das 18h | Todo primeiro domingo do mês entrada gratuita das 10h às 18h