Pelo visto vocês gostaram da mistura de Viagem & Cinema por Berlim, não é? Então, fiz mais um post para a série. Porém, nesse segundo post, eu não conheço a cidade que aparece como pano de fundo nos trailers dos filmes que escolhi. Hoje eu vou de Tóquio! É um dos meus destinos mais desejados, no entanto, até hoje eu só conheço através da telona mesmo. Espero que em breve eu consiga visitar essa cidade tão fervilhante, moderna e vibrante.

Os filmes que me ajudam a viajar pela terra do sol nascente são (em ordem de lançamento):

ENCONTROS E DESENCONTROS (Lost in Translation - 2003) de Sofia Coppola


Não dá pra fazer uma lista sobre filmes no Japão e não incluir esse filme. É um filme legal, totalmente rodado em Tóquio com imagens lindas. Muitos neons e prédios modernos contrastam com a tradição oriental. A história relata a dura fase de adaptação de um ator e uma jovem em solo japonês. Um clássico. O filme,  cheio de prêmios e indicações, faturou o Oscar de Melhor Roteiro Original.


KILL BILL VOL. 1 (Kill Bill vol. 1 - 2003/2004) de Quentin Tarantino


Esse está na lista dos meus filmes preferidos e no topo, hein? Sou fã do Tarantino e acho o seu jeito de contar histórias genial. Tenho os dois volumes aqui em casa, sempre os revejo acho e os personagens incríveis. Sou só elogios à essa mente brilhante! Sem contar a trilha sonora que é singular. Impecável! A película teve várias indicações em prêmios renomados, dentre eles: BAFTA, Grammy e Globo de Ouro. 

BABEL (Babel - 2006) de  Alejandro González Iñárritu


Babel é um filme interessantíssimo e talvez isso se deva à forma como Iñárritu conta suas histórias.  Sem linearidade, mas de forma inteligente, surpreendendo o espectador a cada segundo. Particularmente, nesse filme, ele usa 3 locações totalmente distintas: um deserto no Marrocos, Tijuana (México) e Tóquio. Conta 3 histórias diferentes que são completamente interligadas. Uma super trama. O filme faz parte da "trilogia da morte" do cineasta e os outros dois filmes que compõem essa trinca são: Amores Brutos e 21 gramas. Vale a pena assistir aos 3. Levou prêmios em Cannes, BAFTA, Globo de Ouro e o Oscar de Melhor Trilha Sonora Orginal. Recomendo.


Mais uma vez, espero que vocês gostem dessa locação e compartilhem aqui comigo mais algum filme interessante que se passa no Japão!