bonde, tram, straßenbahn, eléctrico, tramvaj, villamos

Vivi até os 25 anos em Recife, como vocês já sabem, e na parte antiga da cidade hoje em dia ainda é possível ver os trilhos desse belo transporte que funcionou na capital pernambucana até 1954. Porém, foi preciso sair do país para dar de cara e me encantar com os bondes. 

Nas minhas andanças pela Europa fui surpreendida por esse "novo" meio de transporte e em 2007, caí de amores pelo eléctrico d' O Porto. Mas no ano passado tive a sorte de ir à várias cidades que continuam utilizando o bonde como parte do transporte público.  Praga, Viena, Amsterdam, Budapeste e Berlim foram algumas delas. Andar de bonde para mim é primeira opção, amo metrô, mas poder passear pela cidade vendo a paisagem e as pessoas de uma forma tão particular não tem preço.

o bonde, Tramvaj (em tcheco), cortando as ruas de Praga

o Tramvaj chegando ao ponto – Praga

o Villamos (bonde em húngaro) segue às margens do Danúbio em Budapeste


Villamos em Budapeste

O Tram ou Straßenbahn nas ruas de Berlim

Um modelo de Tram antigo em Berlim

o moderno Tram de Amsterdam



o Tram segue pelas ruas de Amsterdam

Já em Stuttgart, cidade alemã que morei por 3 meses no ano passado, não tem tram, mas o u-bahn (que é considerado metrô) tem o trajeto na superfície e sua estrutura muito parecida com os bondes. Então, para mim, o u-bahn de Stuttgart entrou no rol dos bondes. Para minha felicidade eu morava muito próxima a essa estação (Wangen Marktplatz) e via, da minha janela, os u-bahns para lá e para cá. Lindos!


u-bahn de Stuttgart (é metrô, mas por seu trajeto ser na superfície eu considero bonde)

      
 
saudade

Sei que tem muito mais cidades cheias de bondes "novinhos" para eu conhecer por aí. Pode esperar que essa lista só tende a crescer! E para vocês, qual o transporte favorito na hora de viajar? Tem mais algum apaixonado por bonde aí?




Comentários

  1. Também é bacaninha andar pendurado no bondinho do Rio de Janeiro. :)
    Principalmente quando você fica esperto e não deixa um poste atingir a sua cabeça.

    http://flic.kr/p/3S9ECa
    (Não. Essa foto não tem o incidente. São apenas dois bondinhos.)

    ResponderExcluir
  2. Luuucas! Eu fui ao Rio e vacilei no de Santa Teresa.. nem conheci o danado do bonde. Oportunidades não faltarão.
    p.s. covardia mostrar tuas fotos, hein? #soufã

    :*

    ResponderExcluir
  3. Eu também sou fascinada pelos bondinhos. Aqui em Lisboa, sempre que tenho oportunidade, dou uma voltinha. Inclusive tem um artigo no Na Terra dos Bules que Babam que fala sobre esse meu amor.
    http://naterradosbulesquebabam.blogspot.com/2011/04/o-electrico-28-meu-bondinho-favorito.html
    Abraços.
    Debora Midori

    ResponderExcluir

Postar um comentário