Programamos um dia light para o sexto dia, principalmente porque eu estava começando a ficar gripada. É, amigos, neve, sol, frio, calor, muita caminhada, pouco sono, tudo junto e misturado num período de 10 dias é para os fortes. Começamos a quarta-feira dando um pulinho no grande complexo Rockefeller Center e paramos para admirar mais uma pista de patinação charmosa. Lá perto, na 5ª avenida, fica a Saint Patrick's Cathedral, que é belíssima. Um prédio no estilo gótico, que destoa, mas ao mesmo tempo é completamente integrado à dinâmica e arquitetura da cidade, lindo. 

O Atlas


Pista de patinação do Rockefeller Center


Saint Patrick's Cathedral

Batendo mais um pouco de perna pela famosa avenida fica difícil não sucumbir às compras e lá fomos nós descobrir e adorar a Uniqlo, loja japonesa de roupas básicas e confortáveis com preços bem convidativos. Recomendo a visita. 

Depois das compras, usamos mais uma vez nosso New York City Pass e fomos ao MoMA. Dedicamos muito tempo ao museu. Seu acervo é imenso, genial e um sonho para qualquer pessoa amante da arte e do design. Pude ver "ao vivo" as obras pop de Andy Wahrol, Vik Muniz, as esculturas Alexander Calder, mais obras do incansável Picasso, Mondiran, pinturas lindas da mexicana Frida Kahlo, mais um sem fim de artistas. O MoMA é um museu para ir com tempo, caso esse seja o teu tipo de passeio, lógico. A "lojinha" (que não tem nada de inha, é uma super loja) do museu me fez morrer lentamente, compramos várias coisas legais. Essa é outra parada que demanda mais um tempo, tem muita coisa bonita e criativa nessas lojinhas e é preciso um olhar apurado pra não sair comprando tudo o que aparece pela frente!








Horas depois deixamos o MoMA e fomos procurar o que comer. Como a nossa próxima parada seria na B&H Photo, achamos melhor ir comer lá perto e paramos no T.G.I. Friday's da 34th street. De lá caminhamos até o paraíso dos eletrônicos, um oásis para os amantes da fotografia. Mesmo que não vá comprar nada na loja, vale a visita. Já era noite quando deixamos a loja e decidimos ir ao TKTS da Times Square afim de ver se havia algum ingresso promocional para algum espetáculo da Broadway. Para a nossa sorte Memphis, nosso número 1 da lista, estava com 50% de desconto dos lugares que ficavam na "boca do palco". Compramos as entradas e fomos ao Shubert Theatre. O teatro é lindo e as fotos que conseguimos tirar não fazem jus de forma alguma à beleza do ambiente, mas servem para mostrar como estávamos bem perto do palco. Outros detalhes da apresentação vocês podem ler no post que escrevi lá de Nova York, no calor da emoção. 

Hambugão do T.G.I. Friday's

Teto do Shubert Theatre

Pertinho do palco para ver Memphis

Após quase duas horas de apresentação, nós saímos para jantar no Tony's DiNapoli, restaurante italiano no estilo família, como o Carmine's. Fomos atendidos por um garçom super atencioso e comunicativo, que nos recomendou o caprichadíssimo Home Made Fettuccine Alfredo ($21.95) e para brindar a noite, um Merlot. E de light, nosso dia não teve nada! :) 

Fettuccine Alfredo do Tony's DiNapoli

Após dias cada vez mais incríveis na capital do mundo nós começamos a perceber porque é quase impossível não se apaixonar por Nova York.