Mercado Municipal de Curitiba


Da primeira vez que fui a Curitiba, com o tempo corrido para conhecer os principais cartões postais da cidade, não sobrou tempo algum para fazer um dos passeios que mais gosto, conhecer mercados.

Dessa segunda vez eu tratei logo de sugerir ao pessoal do Curitiba Convention &Visitors Bureau, que me convidou para passar mais um fim de semana na capital paranaense, que o mercado estivesse no roteiro. E não é que ele estava?

O prédio do Mercado Municipal de Curitiba que é repleto de história, hoje passa por uma reforma para se tornar, de fato, um verdadeiro ponto turístico. Atualmente o espaço já é referência em gastronomia e um ponto de encontro dos curitibanos.

Curta Cur!tiba



Painel de Poty Lazzarotto no Mercado Municipal de Curitiba

A ampla praça de alimentação provisória

Com 190 anos de história ele se moderniza a fim de não perder o foco nas novas tendências de consumo. Anexo ao prédio do mercado, nós encontramos o Mercado de Orgânicos, onde os produtos produzidos por agricultores paranaenses têm espaço garantido para a comercialização.

Lindas cenouras orgânicas

Flores colorem  os corredores do Mercado Municipal

Tipicamente paranaense: Pinhão

Passeando pelos dois prédios é possível notar uma coisa em comum: a organização. As bancas estão bem arrumadas e não se vê sujeira no chão. Além das tradicionais bancas de grãos, frutas e verduras, também encontramos artesanato, flores, peixes ornamentais, antiguidades e uma ampla praça de alimentação, onde é possível fazer um lanche ou refeição para repor as energias.  

Peixes ornamentais

Embutidos

Uma volta ao mundo dentro dessa lojinha

Eu sou suspeita para falar de mercados, pois troco qualquer ida ao shopping por um passeio num mercado durante minhas viagens. Acho que os mercados são um retrato da cultura do lugar que visitamos. E o Mercado Municipal de Curitiba não fica atrás, é um espaço muito particular que vale entrar no seu roteiro turístico.
>> O raphanomundo viajou a convite do Curitiba Convention & Visitors Bureau.

Comentários

  1. Eneyde Maria Cavalcanti Freire22/11/2012 11:15

    Concordo muito, Rapha. Merece uma visita demorada. Na torre da OI tem uma obra lindíssima desse artista, o Poty Lazzaroto. Passei um bom tempo curtindo todas as cenas...
    Ah! fiz ótimas comprinhas na loja retratada. - apertadinha..- mas tem coisas lindas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô gostando muito da senhora seguindo meus passos, Dona Eneyde! Só assim atesta a veracidade dos fatos! hahahahaha

      Adoro Curitiba, acho que é uma cidade para voltar várias vezes!

      Excluir

Postar um comentário