Começo essa série de posts, sem ordem cronológica mesmo que é pra não cansar, com uma dica quentíssima de hostel em Hamburgo. Vou confessar que essa hospedagem foi uma das grandes surpresas da viagem. Como vocês já devem ter notado, aqui no blog não tem um relato sequer sobre hostel e o motivo é simples: em 28 anos nunca nos hospedamos em um.

Mas estando em 4 pessoas os hostels começaram a parecer uma boa opção para a nossa necessidade: quatro camas (e não beliches) e banheiro privativo. Procurando no bom e velho booking.com o Superbude apareceu com seus 9.1 de aprovação no site. Relutei muito até fazer a reserva, pois éramos 4, mas desses 4, dois eram meus pais. Arriscamos. A avaliação, preço e localização eram muito bons para ser uma roubada total.

O hostel fica no St. Pauli, bairro ferveção, todo moderninho, cheio de lojinhas e restaurantes. Descendo da estação de U-Bahn Feldstraße são 900m / da estação de S-Bahn Hamburg-Sternschanze, 650m. Mas Hamburgo, como toda a Alemanha, é muito bem servida de transporte público, no segundo dia já estávamos pegando ônibus e descendo na porta do Superbude. O prédio que abriga o hostel é daqueles bem característicos da cidade, de tijolo aparente, bem antigo. Subindo as escadas você se depara com uma enorme área de convívio/bar/recepção. A primeira surpresa: tudo muito claro, limpo, organizado e bem decorado. Já gostei!


Recepção / Bar / Lojinha

Poltronas confortáveis na área de convivência

O primeiro contato com o staff foi ótimo, super receptivos, sorridentes e solícitos. Nosso quarto já estava pronto e, após um rápido check-in, subimos para nos acomodar. O quarto quádruplo, que estava impecavelmente organizado e limpo, segue a decoração da recepção e tem um design criativo por todos os lados. Tudo muito divertido e surpreendente. O banheiro é enorme, com uma ducha de teto maravilhosa. A partir daí já estava super feliz por ter arriscado essa hospedagem. 


Espelho de cama e luminárias super diferentes

Cabides e lockers (embaixo) para todos

Para pendurar os casacos s2

Banheiro amplo - com secador de cabelo

As outras duas camas

Fizemos nossa reserva sem café da manhã, mas decidimos tomar café por lá mesmo (pago à parte - 7 euros por pessoa). Pela manhã, a grande área de convivência dá espaço a uma vibrante sala de café da manhã. Essa mesma área, à noite, pode servir como apoio caso você queira lanchar, tomar uma cerveja ou trazer alguma comida da rua e se acomodar por lá mesmo. Não tem frescura alguma. No bar do Superbude são servidas as mais variadas bebidas e drinks. Ainda tem uma máquina self-service de café, que é um presente no frio de Hamburgo. Doces e outras guloseimas estão espalhados pelas mesinhas do salão. Por falar em doces, a quantidade de família com filhos hospedada no hostel foi impressionante. Revistas e jogos de tabuleiro também faziam parte do “pacote” de entretenimento. Na recepção ainda encontramos 2 computadores livres para os hóspedes e free wi-fi por todo o hostel.

Lanches e doces à venda no bar do Superbude
Computadores para os hóspedes
Geladeiras de bebidas
Mesinhas do café da manhã

Vou dizer que a nossa primeira impressão no mundo dos hostels não poderia ter sido melhor. Passamos o resto da viagem nos lamentando por não ter Superbudes espalhados por toda Alemanha. Foi amor ao primeiro check-in!

*pagamos cerca de 30 euros por pessoa por noite, em quarto quádruplo com banheiro privativo. Café da manhã pago à parte.