Mercado Central de Santiago

Um dos lugares que eu mais tinha curiosidade em conhecer em Santiago era o Mercado Central. Acho que por saber que era um mercado especializado majoritariamente em pescados e frutos do mar, coisas que amo, essa curiosidade foi aguçada.

O bonito prédio que abriga o Mercado Central de Santiago com as cordilheiras ao fundo


Fomos pela manhã, no domingo, a fim de pegar as bancas cheias de produtos frescos e o movimento de locais garantindo o peixe do almoço. Foi uma ótima ideia, diga-se de passagem. Poucos turistas – só os mais dispostos, talvez – e tudo lindo, muito lindo. A variedade de ostras, mexilhões, mariscos é impressionante. Em algumas bancas a gente já encontra produtos dispostos para consumo ali mesmo, já temperadinhos... coisa linda! Muito salmão fresco, polvo e patolas de caranguejo, que lá são chamadas de pinzas. Também é lá que se acha a famosa Centolla, mais conhecido como aquele caranguejão das profundezas do pacífico.

Fonte do interior do Mercado
Adoro neon - comeria aí só pelo letreiro :) 
Corredores do Mercado Central ainda calmos pela manhã
Mariscos fresquinhos
Polvo
Com esse monte de patola eu só pensava em cerveja e praia. Recifense convicta!
É só jogar um limãozinho e pronto!  a.k.a limón y sal

Os vendedores foram bem simpáticos, por vezes, cheios de orgulho, me chamaram para fazer fotos das suas bancas. Prepare-se para o assédio dos garçons de bares e restaurantes que compõem o mix do mercado, eles farão de tudo para você sentar numa mesa, não importando o horário da sua visita. Gentilmente, diga não e siga. Mas, se for do seu agrado, sente-se e aproveite! Agora, lembre-se, você está num dos pontos turísticos mais visitados de Santiago. Depois não diga que não avisei... Acredito que se essa visita fosse feita perto da hora do almoço o assédio seria maior. Então, se você não curte essa pressão, o melhor a fazer é tentar ir cedinho como nós fomos e fazer uma visita tranquila.

A linha amarela do metrô passa na esquina, estação Puente Cal y Canto. Se não for comprar, nem comer, a visita não dura mais do que uma hora. Se não gosta do cheiro de peixe, provavelmente não curtirá a visita. Mas para quem já visitou qualquer mercado de peixe do nordeste, o Mercado Central de Santiago é fichinha. 

Comentários