Cunha - Encontro de Congadas

Prestes a fazer um ano da nossa primeira visita a Cunha, cidade do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, recebemos o convite da Secretaria de Turismo para retornar à cidade a fim de conhecer os muitos outros atrativos que ficaram pendentes na nossa lista.  De cara, desde essa primeira vez, já nos encantamos com a simplicidade e a tranquilidade de Cunha, então, foi muito fácil fazer as malas e pegar a estrada mais uma vez. A integração com a natureza, o artesanato e a cultura foram os três pilares da nossa última visita – sem falar na gastronomia maravilhosa, um capítulo à parte.

Ao longo dos próximos dias vocês acompanharão cada detalhe dessa viagem, através de relatos deliciosos, sobre esse pedacinho do interior do estado que conquistou de vez nossos corações.

Os dias da nossa viagem parecem que foram cuidadosamente programados para presenciarmos 2 grandes eventos na cidade: O Festival de Inverno “Acordes na Serra” e o início da Festa do Divino Espírito Santo. No sábado, prestigiamos o Encontro de Congadas, um dos eventos que deu início às festividades.

Igreja do Rosário e São Benedito, construída em 1793, aberta ao público somente em dias de festa
Congada de São Benedito tomas as ruas do centro de Cunha
Estandarte do São Benedito
O público se aglomera para ver o rodopio da Congada
Ritmistas da Congada de São Benedito
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, construída em 1731
Música forte com a batida ritmada por esses bastões segurados pelos congueiros
Aprendendo desde pequeno a manter a cultura viva
Foi muito feliz poder ver que no interior do estado nós ainda encontramos uma cultura forte e muito presente. Acho que essas apresentações poderiam fazer parte de um calendário permanente e não só em festas pontuais. Para os turistas que, assim como nós, buscam sempre conhecer um pouco mais da cultura local, a oportunidade de ver apresentações como essas é um grande chamariz. Vimos muitas famílias curtindo o clima  festivo que tomou conta das ruas de Cunha, foi contagiante.

Em tempo, o Festival de Inverno “Acordes na Serra” começou no dia 04 desse mês e segue até domingo, dia 28. A cada semana um estilo musical está sendo contemplado e ainda estão por vir: Samba & Chorinho e Jazz & Blues. Ainda restam duas semanas de muita festa pela frente, não precisa esperar para o próximo ano. Já a Festa do Divino Espírito Santo, começou na sexta, 12 de julho, e vai até o próximo domingo. Então, corre!



>> O raphanomundo viajou a convite da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Cunha.

Comentários

  1. Cunha tem um grande potencial folclorico, basta que saibamos como reavivar esse potencial, explora-lo e enriquece-lo com outras contribuiçoes folcloricas como esta que nos presentaram, com uma apresentação memorável.
    Sejam bem vindos sempre que desejarem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber que seremos sempre bem-vindos à cidade. Estamos criando um carinho especial por Cunha!

      Excluir

Postar um comentário