Experiência | Santiago voando LAN e TAM

Voando LAN

Nossa primeira vez em Santiago foi agraciada por uma outra primeira vez: Nosso primeiro voo com a LAN. Assim que compramos as passagens já ficamos sabendo de antemão que iríamos com a cia chilena e voltaríamos com a TAM. Nosso voo estava programado para partir às 8:45 da quinta-feira, a princípio, 7:45, mas dias antes recebemos o aviso de alteração do horário.


Já no check-in da LAN uma placa chamou a minha atenção, em linhas gerais: “A LAN vende um assento, mas não é obrigada a colocá-lo no assento previamente reservado”. Realmente, não serve de muita coisa reservar o assento na hora da compra, pois essa pré-reserva, no nosso caso, não foi respeitada. Ponto negativo. O embarque no Airbus A320 foi rápido e organizado, por isso, decolamos de São Paulo na hora correta. O voo seguiu de forma tranquila. A bordo, monitores compartilhados, revistas e duty free. O serviço de bordo foi bem simples: sanduiche frio, frutas, bolacha e geleia, acompanhados de suco, café, leite e refrigerante.

Topar com ele numa revista é presságio de uma ótima viagem, tenho certeza disso!

Interior do A320 da LAN
Café da manhã simples a caminho de Santiago
Sobrevoando as Cordilheiras dos Andes - um espetáculo a bordo

Chegamos a Santiago adiantados no horário e, por isso, ficamos cerca de meia hora esperando a liberação do finger. O desembarque também foi realizado de forma eficiente e ordeira. Já a passagem pela imigração, não. Durante o voo não nos foi dado o papel que entregamos à polícia para que eles carimbem e tivemos que caçá-lo nas dependências do aeroporto. Imaginem 200 pessoas atrás desses papéis? Não tinha como ser organizado.


Voando TAM

Já a nossa volta com a TAM foi super confortável a bordo de um  Boeing 777. O voo, que teve 4 horas de duração, a bordo desse avião, poderia tranquilamente ter muitas outras. Entretenimento individual on demand: muitos filmes, muitas séries e as impressionantes webcams no nariz e na barriga do avião pra gente não perder um detalhe sequer do voo. 

um dos muitos episódios de Big Bang Theory a bordo do 777 da TAM
Por dentro do Boeing 777 da TAM
sem comentários

O ponto fraco, e eu diria fraquíssimo, foi o serviço de bordo. Como o voo partiu às 12:50, foi servido um almoço, e, queridos, foi a pior refeição que já me serviram na vida (no ar, na terra E no mar). Mas, como a gente já é bem treinadinho no quesito serviço de bordo, o que são 4 horas à base de líquidos, né?


O que importa é que o vôo foi ótimo e o espaço era excelente. Não se pode ter tudo, infelizmente!


Comentários

  1. Oba, adoro relatos de voos. Mas que comida é essa da TAM? O que é aquilo preto? rs! E eu adoro as câmeras externas!!! Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa do céu, essa comida da TAM #chutaqueémacumba! Eu também adoro as câmeras. Comidas à parte, esse voo no 777 foi MASSA. Adorei! :D

      Excluir

Postar um comentário