Experiência | Voando Copa Airlines

Para ir a San José, capital da Costa Rica, parti de Curitiba rumo a Belo Horizonte (CNF) num voo da Gol Linhas Aéreas, de lá tomei um voo da Copa Airlines até a Cidade do Panamá (PTY) e, por fim, um último voo - também com a Copa - até San José (SJO). O serviço da Copa Airlines  impressionou desde o primeiro contato, ainda no seu site. Ambiente amigável, intuitivo, marquei com facilidade os meus assentos. Só não consegui fazer o web check-in, mas acredito que tenha sido por causa da atividade do Vulcão Turrialba, que me foi informado no momento da troca dos bilhetes de embarque, já na capital mineira. Com o vulcão em plena atividade me foram dadas duas opções: postergar a viagem ou embarcar e seguir até o Panamá torcendo para a situação se normalizar. Já dei o spoiler no texto passado, né? Arrisquei, fui e deu certo. Realmente, o Turrialba havia entrado em erupção, mas só fechou o Aeroporto Internacional Juan Santamaría por algumas horas e somente para decolagens.

O Boeing 737-800 da Copa Airlines no aeroporto de Confins - Belo Horizonte




O voo Belo Horizonte - Cidade do Panamá durou cerca de 6 horas e 10 minutos e foi excelente. O Boeing 737-800 era bem novo, moderno e estava vazio, o que deixou tudo ainda mais confortável. As fileiras da saída de emergência são muito espaçosas e a companhia aérea panamenha não cobra a mais por isso, se você tiver a possibilidade de escolher seus assentos, escolha os que se encontram imediatamente atrás da  saída de emergência, pois eles têm o mesmo bom espaço, as poltronas da frente não reclinam, mas a sua, sim. Os demais assentos têm um espaço padrão, mas não chegam a ser desconfortáveis. O avião ainda conta com entretenimento com tela individual, touch screen, com filmes, séries, documentários, canais de áudio e status do voo, o que ajuda a viagem a passar mais rápido ainda. Logo no embarque são distribuídos fones de ouvido, mas se você tiver os seus – mais confortáveis que esses plásticos – dá para usar numa boa. Os comissários eram muito gentis e mandavam ver no portunhol para ajudar os passageiros brazucas. O serviço de bordo foi executado com eficiência e rapidez. Um almoço foi servido pouco depois da decolagem, as duas opções clássicas: carne ou massa, acompanhados de pão, salada e um doce, bebidas diversas (vinho, uísque, tequila, vodca, refrigerante, suco e água) e, por último, uma rodada de café. Logo antes do pouso um lanche foi servido, mais bebidas, um sanduíche e café. Direto e reto, sem firulas. 

A espaçosa fileira da saída de emergência

Opção de massa no voo Copa Airlines CNF - PTY

Os passageiros que fazem conexão no Aeroporto Internacional Tocumen, também conhecido como Hub das Américas, não precisam passar por controle de imigração, é só desembarcar e seguir para o portão do voo seguinte. Aos que se destinam aos Estados Unidos também não é necessário o desembarque, mas será preciso fazer um novo procedimento de segurança ali na área de embarque mesmo. Como meu tempo foi curto não deu para passear muito naquele grande duty free com um aeroporto dentro, mas se seu objetivo é fazer compras, no aeroporto do Panamá dá para gastar umas boas horas batendo perna.

Voo da volta - Cidade do Panamá - São Paulo (Guarulhos)

Board de partidas internacionais San José

O Hub das Américas - Aeroporto Internacional Tocumen

O voo entre a Cidade do Panamá e San José tem exatamente uma hora de duração e, nesse curto espaço de tempo, os comissários da Copa Airlines continuam com toda sua eficiência e nos brindam com uma refeição leve completa. Surpreendente.

#SlothKong o mascote do Tico Times - Costa Rica


Fiquei muito satisfeita, achei o serviço da Copa muito correto, desde o virtual até o real, não tem um porém que eu consiga levantar nessa experiência.


LEMBRETES AOS VIAJANTES:

Todo viajante precisa pagar o Imposto de Saída na Costa Rica

Impuesto de Salida pago


1 – Para entrar na Costa Rica o brasileiro precisa apresentar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) com a vacina contra Febre Amarela. O certificado é emitido de graça nos postos da ANVISA e a vacina vale por 10 anos; 

2 – Para deixar a Costa Rica o viajante (todo ele) precisa pagar uma taxa (Impuesto de Salida) de 29 dólares.

>> Viajei  à Costa Rica a convite do ICT representando a Coluna de Turismo com o apoio da Mondial Assistance. 

Organize a sua viagem com o Raphanomundo

Comentários