Serra Gaúcha | Hotel no Vale dos Vinhedos - Villa Michelon

Se a sua viagem a Bento Gonçalves tem o foco no enoturismo vale a pena gastar um pouco mais e se hospedar no Vale dos Vinhedos. É incomparável estar em um hotel/pousada que tem seu próprio parreiral, cercado por muito verde e montanhas, eu diria que é quase como despertar na Toscana. Nós ficamos entre duas opções: uma das pousadas da Casa Valduga ou o tradicional Villa Michelon. O último foi o nosso escolhido pela flexibilização dos quartos, que acomodam bem desde casais até famílias inteiras.


Com quase 15 anos de história, o Villa Michelon conta com 57 apartamentos divididos nas categorias luxo, super luxo e suíte especial, acomodando até no máximo, 120 pessoas ao mesmo tempo em 230 mil metros quadrados. Você leu certo, o hotel possui uma área fenomenal, com espaços destinados às mais diversas atividades, desde trilhas, pista de corrida, parreiral, lago, centro de eventos, heliponto, horta e pomar, parque infantil, piscina e sauna, mini fazendinha e quadras esportivas. O tamanho pode impressionar, mas o conforto e a rusticidade criam um ambiente acolhedor, com um charme todo especial.







As alas do hotel sugestivamente ganharam os nomes de tipos de uva: Rieseling, Merlot, Chardonnay e Cabernet Sauvignon abrigam apartamentos e demais dependências do Vila Michelon. Nós ficamos no quarto  tipo  luxo - triplo, com camas de solteiro, frigobar, tv com canais a cabo, aquecedor/ar condicionado, banheiro amplo, amenities próprias e secador de cabelo. O wi-fi é grátis e está disponível em todas as áreas do hotel funcionando direitinho.





Os funcionários do Villa Michelon são muito simpáticos, sempre perguntando se estamos bem ou precisando de alguma coisa. Na chegada, após o check-in, ali mesmo na recepção, os hóspedes ganham uma taça de vinho da casa à escolha (tinto ou branco). Vinhos simples, mas que valem a cortesia e animam o começo da estadia.

O hotel ainda oferece café da manhã incluso no preço da diária, um desjejum farto, para hóspede nenhum botar defeito. Muito pão, bolos, frios, geleias – a de uva, claro, da região, é uma delícia -, frutas e sucos. Ovos e omeletes (muito bem servidos) podem ser solicitados na hora, vêm à mesa fumegando. À noite – se não me engano às sextas e sábados – é servido um jantar típico italiano (pago à parte), tipo buffet, daqueles bem fartos que começam com capeletti in brodo, salada de raddichio, passam pelas polentas – frita e brustolada –, massas, frango à passarinho, finalizando com sagu de sobremesa.





O Villa Michelon tem um estilo bem próprio, simples, rústico, com cara de hotel antigo, mas muito bem conservado. Aliás, acho que ele já nasceu assim. Sem dar trela para a modernidade, mas com espaço suficiente para bons momentos e um bom vinho. Sem dúvida, um lugar que eu voltaria.

  

Villa Michelon
RS 444 – km 18,9 – Vale dos Vinhedos | Bento Gonçalves
$$$ - Diária em abril/15 = R$ 357 para 3 pessoas com café da manhã



Comentários