Dúvidas ao alugar um carro para viajar? A gente te ajuda!

Nós sabemos, o aluguel de um veículo pode ser algo burocrático, principalmente quando não se domina muito bem o idioma do país a ser explorado, mas a internet está aí para facilitar os trâmites e a viagem pode ser bem mais livre se você decide alugar um carro. Por experiência própria, nós alugamos algumas vezes e foi uma excelente pedida. Seja para explorar a Serra Gaúcha, ir do Aeroporto do Galeão até Búzios ou percorrer as impecáveis estradas da Europa, existe sempre o momento certo que o carro fará a diferença no roteiro. Está pensando em alugar um carro pela primeira vez? Tira suas dúvidas aqui!


1 – Qual a idade mínima para alugar um carro?

Para viagens à Europa e Estados Unidos é necessário ter, no mínimo, 25 anos para alugar um carro. No entanto, existem locadoras que trabalham com uma taxa adicional para “under age”. Em países como Paraguai, Uruguai e Argentina, essa idade cai para 21 anos, mas algumas locadoras mantém a idade de 25 mesmo nesses países. É preciso se informar diretamente com a locadora escolhida. 

2 – Qual a carteira de habilitação necessária?

A habilitação precisa ser condizente com o veículo que você pretende locar. No Mercosul, por exemplo, o viajante deve ter a carteira nacional de habilitação (CNH) permanente e dentro do prazo de validade. Caso a viagem seja pelos países do Mercosul, é preciso também ter a Carta Verde – um documento que habilita o trânsito entre Argentina, Brasil, Chile, Uruguai e Venezuela. Mesmo assim é importante ficar atento às normas e regras para trafegar além da fronteira brasileira. Boa parte das locadoras não permite aluguel por mais de 50 km além da fronteira com o país onde o carro foi retirado (consulte sempre antes de confirmar a reserva). 

Na Europa recomenda-se que o viajante tenha a Permissão Internacional para Dirigir (PID), além do passaporte

Já nos Estados Unidos, o único estado que pode solicitar a carteira internacional é o estado da Georgia. Os demais estados americanos não exigem a PID e pode-se viajar tranquilamente somente com a CNH brasileira, aliada ao passaporte.

3 –  Como tirar a PID (Permissão Internacional para Dirigir)?

Obter a PID é relativamente simples, o Detran de cada estado é responsável pela emissão do documento. Basta portar a CNH válida, fazer a solicitação pessoalmente ou via internet e pagar a taxa (em SP, por exemplo, esse valor é de R$ 259,05). 

4 – Preciso de um cartão de crédito internacional?

Sim. O cartão de crédito é um requisito de locação e será usado pela locadora na caução de garantia – bloqueio de um valor (pré-determinado) no cartão de crédito do responsável pela reserva. Após a devolução do carro esse valor bloqueado é devolvido ao locatário integralmente. A caução serve para cobrir custos com o pagamento de taxas não inclusas em compras com vouchers pré-pagos, como no caso de combustível, proteções adicionais, itens opcionais, serviços especiais e qualquer taxa adicional que possa surgir no decorrer do uso do veículo. Além disso, o cartão deve estar dentro do prazo de validade, em nome do locatário, vinculado a uma instituição bancária e com limite de crédito disponível para o bloqueio.

5 – Posso alugar o carro em uma cidade e devolver em outra?

Sim. Na maioria dos casos é possível alugar em uma cidade ou país e devolver em outro, mas lembre-se de consultar a disponibilidade dessa opção no momento do aluguel, pois cada locadora tem sua própria regra sobre esse serviço. Além disso, essa prática poderá implicar no pagamento de taxas adicionais, mais conhecida como “taxa de retorno”.

6 – É melhor escolher quilometragem livre ou restrita?

Sempre alugamos carro com quilometragem livre, até mesmo porque se for restrita e exceder a quantidade de quilômetros rodados permitidos pela tarifa, o valor da taxa para quilômetros adicionais não é baixo. Uma vez que pensamos que o aluguel vem para nos proporcionar liberdade durante a viagem, sem contar com imprevistos que podem ocorrer no meio do caminho, nós não cogitaríamos alugar um carro com quilometragem restrita. 

7 – Qual proteção (seguro) devo incluir no ato da reserva?

Escolha a pela proteção mais completa possível. Assim, você evita problemas em casos de danos ao carro, recebe garantia de cobertura contra colisões em terceiros, seguros de vida… E demais ocorrências que possam acontecer durante o aluguel do veículo.

8 – É melhor devolver o carro com tanque cheio ou vazio?

Sempre devolva o carro com o tanque cheio. Do contrário, vai se deparar com o elevado valor praticado por litro de combustível pelas locadoras. Em alguns casos existe o serviço “tanque de combustível incluso” contratado no ato da reserva. Aí sim, dá para devolver o veículo com o tanque vazio. 

9 – Preciso acompanhar a vistoria junto com o atendente no momento da retirada da locadora?

Sim. Esse passo é de suma importância, pois qualquer avaria apresentada no momento da devolução do carro será cobrada ao locatário. É fundamental acompanhar a vistoria feita no veículo na retirada e na devolução para prevenir cobranças extras.

10 – Como economizar no aluguel de um carro no exterior?

No nosso parceiro aqui do raphanomundo, o rentcars.com – principal site de comparação de preços e locação de veículos da América Latina – o cliente pode parcelar reservas internacionais no cartão de crédito e o melhor, não paga a alíquota de 6,38% para operações de crédito no exterior (IOF), pois toda a transação é feita no Brasil. Pode-se, inclusive, pagar a locação no boleto bancário com desconto de 5% para não comprometer o limite do cartão que será utilizado como garantia.





Comentários