Onde ficar em Amsterdam | Urban Lodge Hotel

Na primeira vez que visitamos Amsterdam, em agosto de 2010, chegamos à cidade de carro, partindo de Stuttgart. Dividimos a viagem com mais três colegas, estacionamos o veículo alugado num park and ride e exploramos a cidade em um final de semana. Nossa hospedagem foi no bem localizado Asterisk, lembro que o hotel tinha um minúsculo e fofo elevador, que o quarto era bacana, também me recordo de tomarmos um bom café da manhã e andarmos bastante a pé, por isso o bem localizado. Dessa segunda vez – como ponto de partida para o nosso #RolêBeNeLux – agora chegando pelo imponente aeroporto Schipol, também saindo de Stuttgart, o motivo principal da nossa estada na cidade era visitar o mundialmente conhecido parque das tulipas, o Keukenhof, além de revisitar um pouco dessa incrível capital europeia.

O Urban Lodge Hotel tornando mais fácil a  difícil tarefa de achar um bom hotel em Amsterdam

A fim de otimizar nosso tempo achamos que ficar perto de uma estação de trem seria imprescindível e foi mesmo. Nosso hotel, o Urban Lodge, aberto em 2016, se mostrou uma excelente opção. Nas cercanias da estação Sloterdjik, ele está a duas estações do aeroporto e a uma da Amsterdam Centraal.

Bicicletas para aluguel no próprio hotel. Quer jeito melhor de explorar Amsterdam?

Um hotel design em Amsterdam

Achar um bom hotel em Amsterdam não se mostrou tarefa das mais fáceis, é verdade que a cidade está abarrotada de opções, hostels, airbnb, barcos e hotéis de rede, mas queríamos algo mais autêntico. Acho frustrante quando pagamos uma grana alta por um quarto sem personalidade alguma, sei que às vezes é preciso, quando queremos a certeza do que vamos encontrar pela frente, mas o nosso momento é de arriscar. E foi justamente a proposta de hotel design que chamou a minha atenção para o Urban Lodge. Ao sair da estação Sloterdjik já avistamos o prédio do hotel de longe, ao chegar mais perto vemos as bicicletas que podem ser alugadas pelos hóspedes. O conceito da decoração é bem bacana, tudo remete a uma confortável cabana: tem muita madeira, cimento queimado, luz indireta, lareira e texturas. A área comum e o bar são um charme só.

Urban Lodge Hotel: clima de cabana em plena Amsterdam
Mais um pouco da decoração caprichada do hotel
Preste atenção aos detalhes, eles estão por toda parte
Check-in e Quarto

Nosso check-in foi feito por jovens e simpáticos funcionários, só não foi mais rápido pois um grande grupo de hóspedes havia chegado minutos antes. Feitos os trâmites, pagamento efetuado, recebemos as chaves e pegamos o elevador até nosso quarto, no terceiro andar. De cara, achamos tudo muito confortável e convidativo. O quarto segue a linha de decoração do hotel, aposta em madeira, couro e luz “quente” para criar o clima perfeito para uma ótima noite de sono. Continuávamos, assim, com boas primeiras impressões*. O toque azul na roupa de cama e nos azulejos do banheiro – clara inspiração no Delfts Blauw, típica cerâmica holandesa – fecham de forma redonda a decoração. De facilidades encontramos um pequeno frigobar,  mesa de trabalho, tv com canais a cabo, amenities e secador de cabelo.

Quarto espaçoso e bem decorado no Urban Lodge
Uma foto com a GoPro para uma ideia mais ampla
Banheiro limpo e espaçoso mantendo  a decoração proposta desde a entrada do hotel
Amenities e azulejos azuis e brancos
Café da Manhã

A reserva do hotel foi feita sem o café da manhã, mas tínhamos a intenção de provar o café pelo menos um dia da estada. De forma muito acertada, poucos dias antes da nossa chegada, o hotel manda um e-mail para que a gente possa “personalizar” a estadia, seja reservando com antecedência o café da manhã a preço reduzido (10 euros por pessoa – na hora sai por 12), seja pedindo um espumante gelado... etc. Achamos a iniciativa bacana e reservamos o café para o último dia no hotel, já que na manhã anterior sairíamos cedo para Keukenhof. Servido no restaurante em estilo buffet, das 7h às 10h, o desjejum é bem farto. Pratos quentes, cereais, boa seleção de pães, frios, queijos, geleias, sucos, frutas, café, chá, tudo à vontade e por um preço justo. Recomendamos demais que, se tiver oportunidade, faça pelo menos uma refeição por lá.

O Café da Manhã no Urban Lodge Amsterdam é cobrado a parte, mas é farto e completo
Uma cerveja no bar e um pedido de desculpas - leia o complemento abaixo

*Para tudo tem uma primeira vez: Na hora de dormir, na primeira noite no hotel, ao desfazer a cama, achei um fio de cabelo – que não era meu – embaixo da almofada. Fiquei meio chateada porque havia achado o hotel tão legal e isso não condizia com a minha primeira impressão. Para nossa surpresa, no e-mail que fizemos a reserva, já havia uma pesquisa do próprio hotel, a fim de contornar qualquer contratempo enquanto ainda estávamos hospedados. Relatamos o ocorrido e passamos o dia seguinte fora. Ao chegarmos no quarto havia uma carta escrita à mão com um sincero um pedido de desculpas, além de um convite para irmos ao bar tomarmos um drink por conta da casa. Achei toda a atitude muito bacana, obviamente o ideal seria que essas coisas não acontecessem, mas a tentativa de reparo em “tempo real” foi bem correta. Parabéns ao Urban Lodge. Sem dúvida, voltaria a me hospedar lá novamente.




Comentários

  1. Como quero voltar em Amsterdam, gostei da dica deste hotel. Quando fui, fiquei num hotel ao lado da estação de trem (rede Ibis) que para quem chega ou sai de trem é uma mão na roda, ou na mala kkkk Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ibis é muito bem localizado, Aninha! Realmente, uma mão na mala hahahahha O Urban Lodge é mais afastado do centro, novo, mas muito perto de uma estação. Em 4 minutos estamos no centro de Amsterdam. Achei ótima a experiência!

      Excluir

Postar um comentário