Fizemos essa viagem de ice (trem rápido), passamos por várias cidades como: Heidelberg, Frankfurt e Hannover. Dá vontade de descer em todas. Pelo que percebi, nenhuma cidade é parecida com a outra. Então, só morando muito tempo aqui para poder conhecer pelo menos um pouquinho de cada região.


Hamburgo é belíssima! Não é uma cidade cheia de monumentos nem arranha-céus, mas tem um charme inexplicável. Talvez pela quantidade de canais que a cortam e suas inúmeras pontes. Segundo o wikipédia, Hamburgo tem mais pontes que Amsterdã e Veneza juntas. É muita ponte!

Eu, particularmente, gosto muito de cidades com bastante água por perto (pode ser rio, mar, fonte, poça, piscina...) acho que deixa a cidade com um quê a mais. Apesar de ser o penúltimo dia da primavera e a chegada do verão, fazia uns 6º graus e o vento forte ajudava a diminuir ainda mais a sensação térmica. Foi duro aguentar firme e passear como se nada estivesse acontecendo.

Visitamos o enorme Museum für Kunst und Gewerbe (Museu de arte e artesanato). Eles tem um grande acervo de peças das mais diversas civilizações, mas o que me fez morrer de forma lenta e dolorida foi a livraria do museu e suas promoções. Livros de design, fotografia, ilustração... E quando eu falo promoção é promoção de verdade. Livros (novos e atuais) de 50 EUR por 9.99. Voltei com quase nenhum peso a mais na mala.

Já falei demais. Deixo vocês com algumas fotos e mais na frente, quem sabe, outro post.