Quando viajo, pratico bastante o exercício da observação, por isso, num dos últimos vôos que fiz, notei que uma pessoa na poltrona ao lado jogou, incansavelmente e por 2h, Crazy Penguin no seu iPhone. Isso me fez lembrar os jogos que escolhemos na hora de fazer qualquer viagem. Aqui no blog já falamos das playlists, de kits desobrevivência para vôos longos, entretenimento a bordo, mas nunca falamos dos jogos de viagens clássicos.

Para não entrar no mérito dos smartphones, tablets, PSP ou Nintendo DS, mas sem querer fugir de jogos eletrônicos, atire a primeira pedra quem nunca viajou com o seu mini game 1000 jogos em 1! Estes aparelhos entreteram uma geração de pequenos viajantes nas longas jornadas de carro ou ônibus!





Meu pai – entusiasta dos jogos de tabuleiro – não nos deixava viajar sem um jogo à mão: CancanCiladaResta UmEinstein e Super senha, são alguns que mais marcaram e foram nossos companheiros nas viagens que fizemos por todo o litoral nordestino.

Na contramão dos jogos eletrônicos, nas duas vezes em que estive na Alemanha, notei que nas lojas de brinquedos e de departamentos ou mesmo nas grandes livrarias, há um espaço dedicado para jogos de viagem, tudo muito diverso e compacto! De fato, é bem comum ver pessoas jogando nas estações, vagões de trens e salas de embarque de aeroportos. Um colega do marido falou sobre o Schwarzer Peter (ou Mico, para nós), clássico jogo de viagem alemão. 

Atualmente, uma partidinha rápida de bejeweled, mahjong ou sudoku sempre cai bem. E assim, o tempo da viagem passa de um jeito ainda mais divertido.

E vocês, quais jogos marcaram suas viagens (ou ainda marcam) e o que tem jogado ultimamente?