TOP 5 Costa Pacífica


No meio do ano passado, ainda encantados com o cruzeiro que fizemos no início do ano com o navio Costa Serena, resolvemos que o nosso fim de ano seria diferente. Aliás, este seria o primeiro fim de ano não convencional da família e tudo deveria ser perfeito. Não demoramos muito pra decidir e começamos a programar o nosso cruzeiro de Natal.

Nos próximos posts aqui no raphanomundo vocês saberão quão divertida, surpreendente e memorável foi esta viagem.

Os posts virão divididos em um TOP 5 e tentaremos retratar todos os aspectos dessa modalidade de viagem - que ficou negativamente em evidência nas últimas semanas - mas da qual não temos nenhum receio de falar.

O primeiro tema que vamos abordar é a escolha da empresa:


1 - A COSTA CRUZEIROS

A temporada de cruzeiros pela costa brasileira acontece de outubro a abril, aproveitando todo o sol e calor desta época. Para esta temporada de 2011/2012 as empresas trouxeram, juntas, 16 navios, cada uma apresentando um portfolio extenso de opções para todos os bolsos e gostos.



Minha primeira experiência com a Costa foi a melhor possível. Eu e meus pais fizemos um cruzeiro juntos. O meu pai já tinha feito outro cruzeiro com a Costa, mas nós éramos iniciantes. Vocês podem ver com mais detalhes o relato dessa minha primeira viagem aqui.
Por esta primeira excelente impressão, não tivemos dúvida alguma sobre qual armadora escolher. Esta confiança foi importante para optarmos pela Costa mais uma vez.

Mas e se você nunca fez um cruzeiro, por onde começar?

As reservas para os cruzeiros normalmente têm que ser feitas com a ajuda de uma das agências credenciadas. Mas antes de contatar uma agência, vale muito a pena navegar pelos sites das empresas e conferir quais navios, tipos de quarto, portos de partida, itinerários, facilidades e diferenciais que cada uma oferece.

Algumas empresas que trouxeram navios para esta temporada: Ibero Cruzeiros (3 navios)  / Costa Cruzeiros (4 navios) / Royal Caribbean (2 navios) / MSC Cruzeiros (3 navios) / Pullmantour (4 navios).


Outra forma importante que pode ajudar a definir o seu passeio é através de relatos de amigos e familiares. A experiência que meu pai teve com a Costa, nos fez ir ao Costa Serena e a nossa experiência juntos nos fez convencer o resto da família para ir ao Costa Pacífica. Portanto, ouvir a opinião de alguém que você confia pode fazer toda a diferença.

Enquanto a temporada está acontecendo, já é possível saber como será a temporada seguinte. É uma boa estratégia para fidelizar clientes, já que você pode começar a pensar na próxima viagem enquanto ainda nem terminou uma. Com a Costa, se reservado com antecedência, o valor do pacote cai consideravelmente. Vale a pena observar essas vantagens!

Sabendo qual empresa, navio, itinerário que quer fazer e data, você pode entrar em contato com uma agência que você já conhece, que alguém recomendou ou, se você não conhece nenhuma, um primeiro contato e um pedido de cotação podem ajudar a decidir.

A nossa agência, mais uma vez, foi a Agaxtur. A agência pode ajudar você a encontrar a melhor opção de preços, itinerários, perfil de viagem (incluindo viagens temáticas). E após a reserva, é responsável por ajudar na escolha e participação em passeios, escolha de turnos e mesas para os restaurantes, traslados e passagens aéreas, além das instruções para embarque / desembarque e etiquetagem de malas. Nossa primeira experiência com a Agaxtur, no Costa Serena, foi excelente, por isso, repetimos a dose.

Infelizmente, na segunda vez, a agência deixou muito a desejar no seu trabalho e, se não fosse o pessoal da Costa Cruzeiros a nos ajudar prontamente, a viagem teria sido bem diferente. Eu havia escolhido uma cabine interna para ficar com o marido. Chegando lá nos deparamos com um quarto de camas separadas e com uma disposição diferente dos demais. Fomos no atendimento ao cliente saber se eles poderiam juntar as camas. Para nossa surpresa, esse quarto era preparado para deficientes e as camas não poderiam sair do lugar. Ficamos bem decepcionados, ligamos para agência mas nos foi dito que isso havia sido avisado - o que não era verdade -  mas não tinha como seguir brigando, afinal de contas não estávamos ali para isso. No entanto, com toda presteza que lhe é peculiar, na segunda noite o pessoal do navio entrou em contato conosco e disseram que havia um novo quarto disponível para nós dois sem custo adicional. Ou seja, a Costa fez um upgrade de cabine e, enfim, começamos a curtir a viagem do jeito que esperávamos. 
Mas não foi só isso. As mesas, nossa e dos meus pais, não estavam ligadas. Portanto, na primeira noite, tivemos que jantar separados e já ficamos bem tristes com a possibilidade de passar o jantar de natal separados também. Mas, mais uma vez, a Costa resolveu esse problema que era da agência e, na segunda noite, já estávamos todos juntos numa mesa só.

Vale observar que, diferente da minha primeira experiência, estávamos viajando numa data bem mais concorrida, onde todos pareciam estar com os ânimos mais exaltados e provavelmente, algumas coisas acabavam saindo do controle. Mas de qualquer forma, foi lastimável essa falta de cuidado da agência, pois nossa viagem foi programada com muita antecedência, e, se não fosse a Costa a resolver esses problemas, a insatisfação teria sido tão grande quanto o gasto.

Então, sejam criteriosos no planejamento da sua viagem, fiquem por dentro de tudo, procure saber os mínimos detalhes, para que sua viagem dê 100% certo.

Nesse caso, ponto pra Costa Cruzeiros, que apesar das falhas da agência, assumiu a responsabilidade e não mediu esforços para que nossa viagem fosse perfeita.


Outra razão para escolher a Costa foi ter a oportunidade de conhecer mais uma nova embarcação. Quando fiz o passeio do Costa Serena, ano passado, também era a primeira vez do gigante em águas brasileiras. O Pacífica, irmão gêmeo do Serena, também estava no Brasil pela primeira vez nessa temporada. Mas falaremos sobre o navio no próximo post. Fiquem ligados!

Comentários

  1. Oba Rapha, muito ler que vai escrever mais sobre cruzeiros. Este assunto me interessa, estou comeCando a cogitar a idéia de fazer um cruzeiro (sozinha).

    Nao imaginava nem por onde comecar, tantos detalhes importantes a serem considerados, muito bom poder tirar as dúvidas aqui.

    Irei acompanhar. Quero ler e ver sobre sua viagem de final de ano.

    Beijocas e uma ótima semana minha Querida :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Aninha. Recomendo a todo mundo que faça um cruzeiro com uma boa empresa. A viagem é inesquecível. Fica ligada que vai ter muita dica boa aqui no blog. Qualquer dúvida mais específica pode contar comigo, que se eu não souber, a gente procura junto!

      beijos e uma ótima semana pra você também! :*

      Excluir
  2. Oi Rapha,

    Já tinha lido alguns dos seus posts e quero te parabenizar por esta iniciativa de falar de cruzeiros. Antigamente eu era doida para fazer um, mas sabe quando só fica no plano da ideia? Fora o medinho que tenho sobre o mar, ficar presa no mesmo lugar, se as atividades são legais mesmo e etc.

    Seu post me deu um ânimo!

    Bjs, Rafa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafa, tomara que os posts continuem te dando aquele ânimo para fazer um cruzeiro. Desde já te garanto que as atividades são inúmeras e você nem vê o tempo passar. Caso a força não seja tão grande, tente começar por um mini cruzeiro (de 3 noites) para ter um gostinho. Duvido você não desembarcar com a ideia fixa de fazer o próximo!

      Obrigada pela visita.

      Beijo :*

      Excluir

Postar um comentário