É inegável que o grande aproveitamento do Cerro Catedral se dá quando ele está coberto de neve,  mas se você foi a Bariloche fora da temporada de inverno saiba que a montanha não fecha e sim, vira um grande mirante a 2.000 metros de altura e point dos aventureiros. Para quem gosta de trekking, caminhada, mountain bike e downhill essas são algumas das atividades que podem ser feitas pela montanha.

Se sua intenção é subir e apreciar a vista, dá pra fazer tudo isso e ainda aproveitar a gastronomia oferecida pelo restaurante Refugio Lynch, aberto durante todo o ano servindo excelentes pratos da culinária patagônica.

A caminho do Cerro Catedral


Vamos subir?

Subindo...

Para ir até o topo da montanha é necessário tomar dois meios de elevação, o primeiro, um bondinho com capacidade para 30 pessoas, o segundo, um teleférico de cadeirinhas. A subida completa leva em média de 15 a 20 minutos e custa $95 para adultos. Idosos e crianças pagam $60.


Do alto

Argentina

Cerro Tronador - nevado e majestoso


O frio lá em cima é bem pesado, portanto, se pretende ver Bariloche do alto, não economize nos agasalhos nem no protetor solar, ok? E segure o queixo, pois a vista de 360 graus que o Carro Catedral proporciona é singular! 

MAIS FOTOS DO CERRO CATEDRAL NO FLICKR DO RAPHANOMUNDO

>> O raphanomundo viajou a convite da Aerolineas Argentinas, EMPROTUR e Província de Río Negro.