Bariloche sem neve: Circuito Chico


Quando a gente ouve falar em Bariloche, o assunto sempre tem a ver com neve ou inverno. Já que essa temporada branquinha dura pouco (de junho a agosto) e a cidade continua lá o ano inteiro, o que fazer por lá quando não se tem um floco de neve por perto?! O raphanomundo fez as malas e foi conferir o que San Carlos de Bariloche tem a oferecer aos seus visitantes durante o outono.  

Para mim, o grande trunfo da cidade é o contato direto com a natureza. As paisagens são grandiosas, o céu é indescritível, seus lagos são encantadores e as cores das árvores, que vão do amarelo ao marrom num degradê perfeito, são hipnotizantes. Sem contar a culinária e os vinhos da patagônia, que são uma perdição. Poder aliar o turismo de aventura/natureza ao luxo dos hoteis é a fórmula certa para vivenciar momentos inesquecíveis.


Bariloche sem neve, mas com MUITAS cores



Começo essa nova série de posts com paisagens de tirar o fôlego do passeio que fiz pelo Circuito Chico. Excursão tradicional dentro do Parque Nacional em Bariloche, tem seu percurso feito pela margem sul do lago Nahuel Huapi contemplando alguns mirantes e com a possibilidade de subida no Cerro Campanário. Eleito pela National Geographic uma das TOP 10 vistas do mundo, de lá do alto de 1.050 metros de altura temos uma vista completa de toda a região e seus lagos: Nahuel Huapi, Moreno, Gutierrez e Escondido. 

Vista do Cerro Campanário

Vista do Cerro Campanário com Bariloche ao fundo

Mirante

Mirante no Circuito Chico

Água limpa, gelada e transparente

Fim de tarde

Hotel Llao Llao


Também dentro do Circuito Chico temos a oportunidade de avistar, sob vários ângulos, o luxuoso e histórico hotel Llao Llao. O passeio tem duração de meio dia, percorre 65km de extensão e pode ser contratado em qualquer agência de turismo da cidade. A visitação ao cerro dura cerca de 40 minutos, adultos pagam $50 pesos, crianças e idosos pagam meia. Valores pagos a parte do preço da excursão.

MAIS FOTOS DO CIRCUITO CHICO NO FLICKR DO RAPHANOMUNDO

>> O raphanomundo viajou a convite da Aerolineas Argentinas, EMPROTUR e Província de Río Negro.

Comentários

  1. Uau,que lindo!!Um amigo nosso foi no verão para Bariloche e amou também..eu tenho muita vontade de ir no periodo sem a neve,rss..As folhas,os lagos e as arvores no outono devem ser a coisa mais linda do mundo!! Bjs,adorei o blog!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar da paisagem nevada ser encantadora, o sol brilhando forte e refletindo nos lagos é algo mágico. Acho que Bariloche vale a visita nas 4 estações do ano :)

      Beijo :*

      Excluir
  2. A vista do Cerro Campanário é fantástica! Vale muito a pena!

    ResponderExcluir
  3. Wow... que lindo!!! Já tinham me falado que Bariloche no verão também era legal...e está aí seu post para provar isso.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo que a gente diz quando se depara com essa vista, Pedro: WOW! De cair o queixo :)

      beijo :*

      Excluir
  4. Liiiiindas fotos! E sabe que eu, que adoro frio e curto uma neve, achei Bariloche bem mais bacana na primavera que no inverno? No outono, então, com essa paisagem amarelada, deve ser mesmo espetacular!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vixi, Mari, também sou fã da neve. Mas acho que ver Bariloche pela primeira vez assim foi primordial para eu querer voltar em qualquer estação. Coisa linda!

      Excluir
  5. Babei, Babei... Fotos maravilhosas. Tenho uma certa preferência pelo outono, com aquele climinha friozinho (carioca falando)e ao mesmo tempo, um sol gostoso, céu claro e chão cheio de folhas...

    Eu já fui à Patagônia sem neve, que é linda, mas Bariloche acaba de entrar na lista. E sem aquele estresse de alta temporada e um monte de gente que lota o lugar durante o inverno...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Donda! Acho que o maior atrativo, além das paisagens lindas, é correr da alta temporada. A cidade estava uma paz, tudo ao nosso dispor...

      Obrigada pela visitinha :*

      Excluir
  6. *.* to indo pra la dia 17 de maio, estava apreensiva pela falta da neve, mas acho que vou me surpreender com o as paisagens sem o branquinho. Parabéns pela matéria, fiquei mais ansiosa por ir ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laris, acho que você vai adorar! Foi a minha primeira vez em Bariloche e fiquei muito feliz em poder encontrar lindas paisagens pela frente. Depois volta aqui pra contar como foi, certo? Boa viagem! :)

      Excluir
  7. Eu iria em abril deste ano, mas estou indo para outro lugar.Não vejo a hora de conhecer Bariloche e se tudo der certo acho que irei em maio do outro ano.Você foi nestas datas das publicações dos posts?Obrigada.
    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo, Luciana! Fui, sim. Assim que cheguei de viagem já comecei a publicar... fim de abril/maio :)

      Excluir
  8. Achei as fotos lindas. Quero conhecer Bariloche. É melhor ir em março ou abril? Qual dos dois meses chove menos?

    ResponderExcluir

Postar um comentário