Bariloche sem neve: Rafting

Contemplar paisagens incríveis está no topo da lista do que fazer no outono em Bariloche, mas se partir para ação também está nos seus planos, o passeio que apresento hoje é um prato cheio. Numa manhã bem ensolarada pegamos uma van a partir do El Casco Art Hotel, fizemos um percurso de 40 minutos até às margens do Río Limay, chegando lá encontramos um barco e uns coletes prontos para o rafting!

Suei frio só de pensar, pois nunca havia praticado o esporte antes. Mas como dizia na placa, o nosso trajeto, mesmo longo (quase 12km), seria leve - graus I e II - de uma escala que vai até o VI -, sendo o sexto o nível mais punk, quase impraticável. 





Todos a postos, logo já estávamos dentro do barco boquiabertos com tudo o que presenciávamos, para qualquer lado que a gente olhasse a vista era perfeita. Da cor da água à mudança da vegetação, tudo dava uma foto espetacular. Nano, nosso guia/remador super bem preparado, não ficou calado um só segundo, contando fatos históricos e curiosidades ao longo do passeio, um bate papo muito gostoso. 




Nos 12km pudemos ver um pescador solitário, um trio de pescadores no momento da pesca de uma bela truta, pescadores embarcados, diversos tipos de formações rochosas, pássaros da região, cavalos, ovelhas e guanacos…uma bela conexão com a natureza e paisagens que não estamos acostumados a ver todos os dias.






Para o rafting é bom separar o dia todo, pois além desse belíssimo passeio, após 2 horas de viagem, somos recebidos em um restaurante com cara de casa, e um belo de um churrasco prontinho para aplacar a fome. Saladas, carnes (cortes típicos argentinos), linguiças, frango, massa (para os vegetarianos), refrigerante, cerveja, água, vinho e sobremesa, fazem parte do banquete de fim de passeio. Depois de uma refeição animada e revigorante, a van nos leva de volta ao hotel, cheios de energia nova e lembranças desse dia tão especial. 




Nosso passeio foi feito com a Extremo Sur, custou $390 pesos (traslado + rafting + almoço) e é oferecido durante todo o ano. Para outras rotas, modalidades e durações ver o site.

MAIS FOTOS DO RAFTING NO FLICKR DO RAPHANOMUNDO

Comentários

  1. Fotos lindas! Que paisagem bacana para um rafting! =) Adorei!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lillian! Acho que entrei no mundo do rafting com o pé direito, né? :)
      beijo :*

      Excluir
  2. Que lugar lindo! Mandou muito bem nas fotos. =)
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Átila! O lugar é lindo mesmo... :D

      Excluir
    2. Esqueci de comentar sobre o rafting, já fiz uma vez em Canela (RS) e adorei, terminei todo quebrado mas valeu a experiência... :)

      Excluir
    3. hahahahhah esse meu foi levinho... uma flutuação, quase. mas já tou pronta para o grau III. MEDO!

      Excluir
  3. Imagens lindas.. estou encantada com a paisagem neste periodo.. realmente é outra Bariloche e vale a pena conferir!!

    Rafting é muito divertido, uma vez fiz em mendoza nível II e outra em pucon nível IV.. show.... Mas nada melhor que começar devagarzinho mesmo... Você sempre vai querer mais emoção..

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Érika! Como eu disse ao Átila aí em cima, já tou pronta para um pouquinho mais de emoção. Mas esse começo foi ótimo para sentir o terreno :)
      E Bariloche sem neve foi surpreendente, agora eu tenho que voltar pra conhecer COM neve hahahha

      beijo :*

      Excluir
  4. Hola!
    En el sitio de la ATAP ( Asociación de Turismo Activo de la Patagonia) www.atap.org.ar pueden contactar a todos los prestadores de servicios!!
    Los esperamos en Bariloche, todo el año!

    Felicitaciones Raphanomundo
    por la información y las fotos!

    ResponderExcluir
  5. dione fernandes02/07/2012 18:15

    Amei as fotos, ja estamos programados pra ir em dezembro, poiss me disseram que é lindo no verão tb, não quero ver so neve, quero ver isso aí tb, então me aguardem e aguardem fotos tb!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Dione! Volta aqui pra contar como foi a sua aventura por Bariloche no verão, ok? Acho que a cidade é linda em qualquer época do ano :)

      Excluir
  6. Rapha, a agência também faz fotos? É que adoro foto feita na descida da corredeira, mas é impossível para quem está dentro do bote fazer esse tipo de foto, e sei que em alguns lugares (pelo menos no Brasil) a agencia faz as fotos e vende o CD com as imagens do passeio.

    Linda as suas fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucélia!

      Tentei ver no site, mas não achei a informação. Não tenho como te dizer na minha experiência, pois fiz mais uma flutuação e não passamos por corredeiras. Acredito que se você entrar em contato com eles perguntando eles te passarão essa info. O pessoal da extremosur foi bem agradável.

      Volte sempre! :)

      Excluir
  7. Parabéns pelo blog, ótimas informações. Uma dúvida besta, mas não óbvia para mim. Como você pretegeu sua câmera para tirar fotos de dentro do bote? Não tem perigo de respingar água?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Como disse no texto esse rafting foi de leve, mais uma flutuação mesmo. Então não houve problema levar a câmera comigo. Nos níveis mais avançados eu não aconselho você a levar uma câmera pois a molhadeira é certa!

      Excluir

Postar um comentário