Como vocês leitores devem ter percebido, nós passamos as últimas três semanas viajando pela Alemanha. Durante a nossa viagem, fomos perguntados algumas vezes por que não incluímos outros países no nosso roteiro, já que, estando no centro da Europa, tudo fica muito acessível.
Pra nós, a resposta era clara. Nós queríamos compartilhar a nossa admiração pela Alemanha com os nossos companheiros de viagem e de férias, meus pais. Apresentá-los a este país que, foi o que motivou a criação deste blog em 2010, quando fomos morar 3 meses em Stuttgart.



Nosso roteiro de 20 dias pela Alemanha - começando e terminando em Frankfurt

Mas mesmo pra eles, a pergunta tinha seu sentido: nós teremos o que fazer em três semanas na Alemanha? Não é muito tempo? E os próximos posts servirão para transcrever a resposta deles pós viagem: Três semanas é pouco!

Listamos 10 11 bons motivos para convencê-los a visitar a Alemanha:


  1. História;
  2. Cerveja;
  3. Cidades lindas e muito diferentes entre si;
  4. Gastronomia (nacional e internacional);
  5. Cultura;
  6. Civilidade e simplicidade;
  7. Infraestrutura turística - Transporte Público, hospedagem, pontos e atrações turísticas;
  8. Carros e Autobahn;
  9. ICE – InterCity Express, o trem bala na Alemanha;
  10. Compras;
  11. A possibilidade de ser surpreendido pela neve em pleno outono.

Munique coberta pela neve no fim de outubro - instagram @aretakis

Durante 21 dias nós visitamos sete das doze maiores cidades alemãs (na ordem do nosso roteiro): Frankfurt, Colônia, Hamburgo, Berlim, Dresden, Munique e Stuttgart. Só por curiosidade, as outras cinco são Düsseldorf, Dortmund, Essen, Bremen e Leipzig.

Para chegar na Alemanha, nós voamos direto de Recife para Frankfurt com a companhia aérea turística alemã Condor. Nós descreveremos como foi a nossa - boa - experiência em breve. Por acaso, acabamos de descobrir que a Condor está sorteando passagens para Frankfurt no site deles... Timing perfeito!

Dentro da Alemanha, nos deslocamos exclusivamente de trem entre as cidades. Foi uma opção consciente e foi, sem dúvida, a forma mais confortável (e barata) para cruzar o país. Mais uma vez, toda a organização e infraestrutura da Deutsche Bahn - a empresa que administra os trens e as ferrovias do país - impressionam muito.

Tudo será mostrado de forma detalhada ao longo de uma série de posts que começa hoje. E, claro, todos vocês leitores estão convidados a viajar conosco por este país, tão amigável quanto disciplinado, tão bonito quanto único. Garantia de férias perfeitas!

>> Leia aqui todos os posts da série Alemanha de trem!