Cunha - Parque Estadual da Serra do Mar

Como disse no primeiro texto, um dos nossos pilares dessa segunda visita a Cunha foi a natureza. Só em estar no destino em si, já nos sentimos conectados a ela. Mas nós ainda fomos mais a fundo, seguimos para o Parque Estadual da Serra do Mar - núcleo Cunha a fim de conhecer a estrutura e o que é oferecido ao visitante. Até chegar ao parque percorremos 20km em estrada de terra – relativamente boa, só os últimos quilômetros estão mais castigados. Pelo meio do caminho, pequenas residências, escola, fazendas, vendas, cachoeira e muito verde.

A caminho do Parque Estadual já nos deparamos com essa linda cachoeira

Siga as placas: 20km de estrada de terra
A visitação ao Parque Estadual está aberta a todos e foi uma grande surpresa para nós. O local é bem organizado e estruturado. No centro de visitantes, uma pequena sala para exposições itinerantes (até o fim de julho, exposição sobre o pinhão) e outra sala com uma exposição permanente de bichos encontrados na mata do parque. Um espaço bem equipado para aulas de crianças e universitários também faz parte do centro. Praticamente às margens do rio Paraibuna, mesinhas onde os visitantes podem se acomodar, fazer um lanche e aproveitar para tomar banho de rio.

Exposição permanente e os lindos ovos azuis do Macuco
Trilha auto guiada - a cada 500 metros uma placa de indicação
Dá para fazer um belo piquenique, hein? 
Nesse núcleo do Parque Estadual (ao todo são 8 núcleos, cada um com seus próprios atrativos) existe a possibilidade de se fazer 3 trilhas: A primeira, auto guiada e de baixa dificuldade, tem 1,7km  e segue o curso do Rio Paraibuna. Poços e cachoeiras convidam para o banho. O trajeto leva de 40 minutos a 1 hora para ser feito e não é necessário o acompanhamento de um guia.

As trilhas do Rio Bonito e das Cachoeiras são de média e alta dificuldades, respectivamente. Ambas requerem a presença de um guia para serem feitas. Aos sábados, domingos e feriados, os guias estão de plantão no parque e os grupos saem às 9 e 11 horas da manhã, cada grupo um para uma trilha distinta. Durante a semana, a presença do guia pode ser agendada. Caso contrário, só a trilha do Rio Paraibuna estará disponível para visitação.

Caminho da trilha do Rio Paraibuna em meio à Mata Atlântica
A maior parte do trajeto acompanhamos o curso do rio
Linda bromélia no meio da trilha
Segunda cachoeira da Trilha do Rio Paraibuna

Por causa do tempo apertado, nós escolhemos a trilha mais curta – e mais fácil – para fazer e adoramos. Muito verde, pássaros e barulho de água. Dá vontade de ficar num lugar assim pra sempre. Ainda enchemos nossa garrafinha com água da fonte, pura e fresca. Fantástico! Um passeio super recomendado para toda a família. No fim, ainda empolgados com a trilha, garantimos nosso Passaporte para as Trilhas de São Paulo. O livreto, que custou R$ 5,00, traz 40 trilhas listadas e separadas por nível de dificuldade. Ao fim de cada trilha você recebe um carimbo atestando que você fez completou o trajeto. Um incentivo para fazermos várias outras!


Ah, lembre-se de usar um calçado confortável, repelente e levar sua água/lanche. Não deixe lixo, não traga “souvenir” pra casa e respeite os seus limites. No mais, aproveite bastante esse momento de imersão na natureza e recarregue suas baterias. 

Para agendar sua visita: (12) 3111-1818 / 3111-2353

MAIS FOTOS NO FLICKR DO RAPHANOMUNDO


>> O raphanomundo viajou a convite da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Cunha

Comentários

  1. Muito legal... adoro esses parques que a gente encontra perto de casa.
    Fui para Serra da Canastra em Minas e me encantei com o que vi!!! Tudo muito lindo.
    Vou ver esse negócio do livrinho, boa dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi suas fotos no instagram, Mirella. Estou ficando cada vez mais empolgada com as belezas naturais que temos tão pertinho da gente. O livrinho é um ótimo incentivo, já estou caçando a minha próxima trilha! :)

      Excluir
  2. Oi, Rapha. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir

Postar um comentário