Ibis Expedition - The ultimate Sleep

Quem acompanha o blog ao longo desses quase 4 anos em que compartilho minhas andanças pelo mundo, sabe que eu sou chegada num ibis, né? Aliás, bem chegada. É sempre uma escolha confortável, são 1.000 hotéis espalhados por 58 países, a preços quase sempre atrativos. Por causa desse relacionamento estreito que nós temos, eles me incumbiram de compartilhar com vocês, leitores, a mais nova campanha mundial da marca: Ibis Expedition - The ultimate Sleep.

Um desafio foi lançado, dormir onde ninguém jamais ousou dormir antes. O aventureiro Aaron Chervenak foi persuadido a aceitar esse extraordinário desafio de dormir no topo da Montanha do Diabo, na selva Amazônica. O lugar, que é conhecido como um dos mais hostis e inacessíveis do planeta, virou palco para Chervnak e seu amigo, Gareth Jones,  colocar em teste a Sweet Bed by ibis™. O objetivo? Mostrar que a Sweet Bed by ibis™ é garantia de conforto e de uma noite de sono inigualável, mesmo nos cenários mais isolados e absurdos.

Para que a gente possa acompanhar o desenrolar desse eletrizante desafio uma plataforma online foi especialmente desenvolvida pela BETC Digital. Através desse site dá para imergir na aventura, vivendo-a intensamente, graças às tecnologias de ponta envolvidas no trabalho. Tudo desenvolvido para que a gente tenha uma experiência com propriedade.

Para aguçar sua curiosidade e fazer você correr pro site agora mesmo, veja o teaser da campanha: 




E aí, será que a Sweet Bed by ibis™ segura essa? Será que os aventureiros terão uma noite de sono tranquila na Montanha do Diabo? Corre pro site para descobrir se o desafio foi cumprido!



>> Esse post é um publieditorial

Comentários

  1. Gostei Rapha!!!! Deveriam colocar um desafio desses para você tb! hahahah :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha... A vida do blogueiro já não é fácil, você quer complicar??

      Excluir
  2. A foto da cama que vc postou no FB tá inspiradora; eu não toparia hahahahaha mas acho lindo que tenha quem tope.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Mari? Se ao menos fosse mais simples chegar até lá :D hahahahah

      Excluir

Postar um comentário