Novo Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos

Quem frequentou o Aeroporto de Guarulhos nos últimos 6 anos viu bastante coisa acontecer por lá. Eu lembro das constantes reclamações dos passageiros ao desembarcar de voos internacionais, com as filas da imigração subindo pelas escadas. Das vagas do estacionamento que mal davam para os funcionários. De, por diversas vezes, ficar dentro do avião esperando que fosse liberada uma posição para o avião estacionar. Dos congestionamentos no acesso ao terminal, por causa de ônibus e carros parando para embarque/desembarque de forma irregular. E de ter que jantar no McDonalds por falta de outras opções para alimentação - não que eu não goste de McDonalds, pelo contrário, mas é sempre bom ter opções. 

Mas isso mudou. E falo isso como usuária, independente da forma como a mudança foi realizada (imparcialidade política total). Estive na última semana no Aeroporto de Guarulhos e fiquei encantada com o que vi. Ainda não tinha ido até o novo Terminal 3, mas agora já dá pra afirmar que temos um aeroporto tão moderno quanto outros vários do mundo, senão mais!

As mudanças não ocorreram rápido, eu sei. Lembro quando houve a mudança para a nova marca GRU Airport entre 2012 e 2013. A partir desse momento, uma nova sinalização foi instalada nos terminais. Algum tempo depois o Terminal 4 começou a funcionar e, apesar dos problemas do início, hoje a Azul praticamente opera sozinha por lá, dando muito mais opções em voos domésticos para nós, passageiros. Na sequência, apesar dos transtornos das obras, foi inaugurado o novo edifício garagem. Chegamos a usar a área de embarque satélite, que apesar da desorganização, desinchou os terminais 1 e 2 e, agora, vimos surgir o novo Terminal 3, dedicado exclusivamente aos voos internacionais.







Não que haja relação direta, mas nestes mesmos 6 anos vimos algumas das maiores empresas aéreas do mundo começar a operar voos regulares para GRU: Turkish, Emirates, Qatar, Singapore, Etihad, Air China, Ethiopian e Korean hoje complementaram o rol de companhias que operam em Guarulhos, o que faz o Brasil estar muito mais próximo do resto do mundo. Faz gosto de ver o painel de Partidas Internacionais!

 

             

Junto com a inauguração do Terminal 3, o aeroporto ganhou uma nova cara e muitos, mas muitos estabelecimentos novos. São novos serviços e locais de alimentação que estão espalhadas pelas áreas públicas e restritas (áreas de embarque e desembarque). As benfeitorias começam já na praça de alimentação do Terminal 2, que já tem algum tempo, é verdade, mas agora se funde com as novas opções: Red Lobster, Bacio di Latte, Garrett Popcorn, Starbucks, Ráscal, Crêpe de Paris, Kopenhagen, Piola, entre outros. Tudo isso muito bem sinalizado ao longo de vários painéis informativos nos terminais.
















Para os que buscam algo mais rápido (e em conta), alguns restaurantes/lanchonetes e vending machines oferecem opções por até R$ 10,00. Nas máquinas, por exemplo, uma água mineral custa R$ 3,00. Ainda não usamos o terminal 3 para voar, mas no nosso embarque para Curitiba no Terminal 2, o acesso para a área de embarque já está sendo feito de forma automatizada: o passageiro que libera a própria entrada passando o ticket num scan. Quando os passageiros estiverem mais habituados, facilitará bastante.



Enfim, fico feliz de ter um aeroporto como o de Guarulhos aqui no Brasil. Não digo que é perfeito, mas já está muito bom.


Comentários