Passeio de 4x4 em Morretes

Nessa segunda vez em Morretes nós pudemos conhecer um outro lado da região que poucos conhecem. O passeio de Land Rover com o pessoal do Carona 4x4 nos fez ver além, abriu nossos olhos para a riqueza da zona rural da cidade. Num passeio que durou pouco mais de duas horas, nós percorremos estradas de barro, cruzamos rios e pontes, ouvimos  boas histórias e voltamos para casa com vontade de explorar ainda mais essa parte do litoral paranaense.

Muito verde e as Montanhas do Marumbi ao fundo

Atravessando o rio com o 4x4
Uma zona rural cheia de cor em Morretes
Plantações estão ao longo de todo o caminho
O rio Marumbi convida para um mergulho

A região mais rústica de Morretes guarda joias que ainda estão sendo lapidadas, mas que já têm um brilho sem igual. Além do contato incomparável com a natureza – que já experimentamos mesmo estando no centro da cidade –, ao percorrer as estradinhas de terra batida é comum ver pastos bem verdes,  plantações de chuchu, mandioca, banana e maracujá que vão até perder de vista. De vários pontos do passeio avistamos o imponente conjunto de montanhas do Marumbi. O rio homônimo, de águas límpidas e gélidas, convida para um mergulho em uma das paradas do passeio. Infelizmente não caímos na água, mas o dia de sol escaldante merecia. Mais uma parada é feita na Casa Poletto, onde aprendemos na prática com o simpático Sr. Poletto sobre o processo de fabricação da cachaça artesanal Ouro de Morretes, com direito a degustação dos produtos da casa no final. Vemos o cuidado empenhado em todas as etapas do desenvolvimento da tradicional cachaça morreteana, desde o plantio da cana-de-açúcar até o envasamento, tudo executado com primor.


Seguindo por estradas de terra
Contato direto com a natureza
Cachaça Ouro de Morretes armazenada na Casa Poletto
Ouro de Morretes e seus diversos sabores

O passeio segue e um alambique desativado está no nosso caminho. Vale a pena observar o contraste entre o que acabamos de conhecer e o que virou história. Ali perto está o restaurante Engenho da Serra, que não paramos para conhecer porque os planos eram outros, mas que deixou aquele convite perfeito para voltar e conhecer um pouco mais da cozinha do litoral paranaense. O cenário é paradisíaco para os amantes da natureza, do verde e do bucólico.


Joias escondidas aos pés da Serra do Mar
Igreja de São José em meio à natureza
Peças do alambique desativado
Zona rural de Morretes 


Finalizamos o passeio satisfeitos em ter conhecido uma Morretes que foi além das casas coloridas, do Nhundiaquara, da praça e do coreto. Conhecemos a Morretes com uma zona rural rica, feita por pessoas que acreditam que as experiências de viagem podem ir além.

>> O raphanomundo viajou a convite do Curitiba Região e Litoral Convention & Visitors Bureau.


Comentários