Rio de Janeiro - Ensaio do Salgueiro

Muito se engana quem pensa que o carnaval só acontece em uma data pré-estabelecida entre fevereiro e março. No Rio de Janeiro, mais precisamente nas quadras das escolas de samba, o carnaval dura o ano inteiro. Nessa minha última ida à cidade maravilhosa, tive o privilégio de sentir de perto a vibração do ensaio da Salgueiro.

Os ensaios acontecem religiosamente todos os sábados, às 22h, na quadra da escola que fica na zona norte, no bairro do Andaraí. Nesse simpático bairro o clima de festa já começa bem antes, nos arredores da quadra. Os portões são abertos às 22 horas, mas é lá por volta da meia noite e meia, uma hora da manhã, que a coisa ferve.


À medida que o tempo passa, vemos a quadra ser preenchida por um público bastante diverso: integrantes da escola, cariocas da gema, turistas brasileiros e estrangeiros, gente de todas as idades, credos e raças, vibrando na mesma sintonia. Durante toda a noite uma banda anima o público com sucessos do samba e da música brasileira e, como todos esperam, a escola prepara uma pequena prévia do que será apresentado da Sapucaí: Letras com o samba enredo do próximo carnaval são distribuídas e um espetáculo com baianas, passistas, malandros, casais de mestre-sala e porta bandeira, musas, celebridades e, é claro, a premiada bateria furiosa fazem a festa daqueles que não se contentam em esperar por fevereiro.

Sambas antigos e campeões também são entoados, dessa vez por uma multidão em uníssono: “Explode coração na maior felicidade...”. Em algumas datas, como na que estivemos, a consagrada rainha de bateria Viviane Araújo marca presença e hipnotiza a plateia com muito samba no pé.






Quem vê de fora pode pensar que o ensaio é “coisa pra gringo”, mas não podemos discordar mais. Dentro da quadra o que se vê é um ambiente democrático e com grande participação de quem acompanha e faz parte da escola durante todo o ano. Pequena prova disso é o preço da caipirinha por lá: R$8,00. Justíssimo!

É impressionante ver a paixão que as pessoas compartilham pela escola, coisa que você só vê quando falamos de futebol.

Só digo uma coisa: Foi lindo ver o Salgueiro contagiando e sacudindo a sua quadra!

SERVIÇO
Onde: R. Silva Teles, 104, Rio de Janeiro
Transportes: Melhor opção de transporte é taxi, que fica em torno de R$30-40 para a zona Sul, na bandeira 2.  Uma boa alternativa é ir até a estação Saens Peña do metrô e de lá, o taxi até a quadra sai por R$10,00.
Quanto: Ingressos custam R$30 | A escola também oferece em um domingo de cada mês, uma feijoada por R$ 40,00 | Dá para garantir as entradas online.




SalvarSalvarSalvarSalvar

Comentários

  1. Oi, Raphíssima!
    De novo a senhora vindo para as bandas de cá e nem me avisando! :P
    Eu já fui na quadra do Salgueiro nesse esquema, e adorei - é bem bacana mesmo!
    Só um adendo importante (fruto da experiência de um passado longíquo em que eu batia ponto todo sábado nas quadras da Mangueira e Salgueiro): eu acho a Mangueira e Vila Isabel animadíssimas (na minha opinião, algumas das mais animadas para se ir na cidade), mas o Salgueiro ganha na frente por um pequeno (e importantíssimo) detalhe: eles tem ar condicionado!!!! E isso faz uma diferença e-nor-me nesse calorão de 50 graus que tem feito nos últimos anos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah Dondita! Fui no fim de novembro, você não tá em London, baby? :D Gente, eu nem notei o ar condicionado, mas bom saber que a Salgueiro ganha nesse quesito. Quero passar uma temporada no Rio e conhecer TUDO.
      Feliz com a sua visita aqui <3
      :*

      Excluir

Postar um comentário