Bodega Bouza em Montevidéu | Uma vinícola indicada para iniciantes

Bodega Bouza in Montevideo: a winery indicated for first timers

Em 2016 muitas das pessoas que viajarão ao Uruguai, seja para sua primeira visita ao país, seja em um retorno, provavelmente incluirão na sua programação uma degustação de vinhos. Este passeio, tão tradicional na Argentina e no Chile, agora também é um item de caráter quase obrigatório num roteiro pelo paisito.

In 2016, many of the people traveling to Uruguay, either in their first visit to the country or not, will probably include a wine tasting event in their schedule. This tour, so traditional in Argentina and Chile, is now also an almost mandatory item on a travel plan for the paisito.




Por ter dimensões pequenas, o Uruguai pode ser cruzado rapidamente de carro ou ônibus e é também por esta facilidade que muitos brasileiros começaram a explorar mais os arredores das cidades mais visitadas do país, a capital Montevidéu, o balneário de Punta del Este e a charmosíssima Colonia del Sacramento. E são ali, a poucos quilômetros da urbanização que começam os parreirais.

As a small country in territory, Uruguay can be quickly crossed by car or bus and, also for this reason, many Brazilians began to explore more of the surroundings of the most visited cities in the country: the capital Montevideo, the seaside balneary of Punta del Este and the über charming Colonia del Sacramento. And, it’s not far from the urbanization that you will find the vineyards.

As vinícolas boutiques, como muitas preferem se intitular, se caracterizam pela sua produção em baixa escala, processo quase artesanal e uma busca constante para elevar a qualidade dos seus resultados. É numa visita a uma das bodegas do país que você certamente descobrirá – se já não sabe – que a rainha entre as uvas viníferas  uruguaias é a Tannat e, que este vinho harmoniza muito bem com outra atração do país, a tentadora Parrillada, que se assemelha ao churrasco dos nossos pampas gaúchos.

The wine boutiques are recognized for their small-scale production, almost craft processes and a constant search to improve the quality of their results. It’s on a visit to one of the country’s bodegas that you will surely discover - if don’t already know - that the queen of the Uruguayan wine grapes is the Tannat and, that this wine harmonizes very well with other attraction of the country, the tempting Parrillada.



A Bodega Bouza | The Bouza winery

Para os que planejam uma viagem de curta estadia apenas até Montevidéu, algumas vinícolas – ou bodegas, como são conhecidas por lá –, não só se localizam próximas à capital, como também são alvo de passeios diários, com direito a visitação pelas suas instalações, contato com o parreiral, degustação de alguns dos seus principais rótulos e, se assim o visitante quiser, também é possível provar um pouco da gastronomia uruguaia.

For those planning a short trip to Montevideo only, some wineries - or bodegas, as they are known there – not only are located close to the capital, but also hosts daily visit to their field and industrial facilities. There they promote a walk to the vineyard, the tasting of some of its main labels and, if available, you can taste a bit of the Uruguayan cuisine.



E foi assim que partimos, às 10h da manhã de um sábado de verão, em direção ao vinhedo de Melilla, onde se localiza a Bouza, uma bodega boutique que fica a menos de 20 minutos do centro de Montevidéu. Organizamos este passeio, que se chama Caminos del Vino, em parceria com o pessoal da DayTours4u (Uruguay4u), para ver como funciona esta visita tão perto da capital.

So we did, starting at 10 am on a summer Saturday, driving less than 20 minutes from downtown Montevideo towards the vineyard of Melilla, where Bouza - a boutique winery - is located. We organized this tour, which is called Caminos del Vino (“paths of wine”), in partnership with the staff of DayTours4u (Uruguay4u), to appreciate this visit, so close to the capital.



Uma hora antes do início da visitação, que acontece diariamente e em mais de um horário, um carro ou van vem até o seu hotel para o rápido trajeto até a região, que apesar de tão perto da cidade, já respira ares de campo. Nosso horário foi pela manhã, com início da visita guiada às 11h. Nos minutos antes do início, já é possível visitar a loja da bodega, ir até um parreiral próximo e “ver a uva no pé”, além de reparar em alguns detalhes das instalações que, saberíamos depois, existem desde 1942, mas, após de um período de abandono, foram totalmente reformuladas e assumidas pela família que dá seu nome aos vinhos produzidos lá.

An hour before the visit, which takes place every day and sometimes more than once a day, a car or van comes to your hotel for the quick ride to the region, which despite tha fact that is so close to the town, really feels like the countryside. We were scheduled for the morning visit, starting the tour at 11am. In the minutes before it begins, it is possible to visit the bodega’s store, walk until a nearby vineyard and touch the grape, as well as noticing some details of the site we would later find out exists since 1942. After the a period of neglect, have been completely reformulated and taken over by the family which gives its name to the wines produced there.


O Tour pela vinícola | The tour through the winery

Às 11h em ponto, o grupo de cerca de 25 pessoas – quase todos de casais e com grande maioria de brasileiros – se encontra em frente ao restaurante, onde a guia começa a narrar em castellano a história da propriedade, da família Bouza e dos vinhos que esta produz.



At 11 am sharp, the group of about 25 people - almost all couples and vast majority of Brazilians - is in front of the restaurant where the wine specialist guide begins to narrate in spanish the history of the property, of Bouza family and the wines they produce.



Foi interessante notar que o público demonstrava ter pouco ou nenhum conhecimento sobre vinhos e a visita se seguiu como uma boa introdução no tema, já que também circula pelos parreirais e pelas instalações industriais, onde a uva, depois de colhida, é selecionada, separada e esmagada, para depois passar pelos processos de fermentação e envelhecimento nos icônicos barris de carvalho. Para os mais escolados, só cabe revisar as lições de enologia antes do ponto alto da visita que é, claro, a degustação. Antes, porém, uma parada para contemplar a coleção de carros e motos antigas da família, que é de fazer babar os amantes desse tipo de coleção. Satisfação garantida para quem gosta do combo carros e vinhos.

It was interesting to notice that the group demonstrated to have little or no knowledge of wines and, therefore, the visit followed as a good introduction to the topic. People gets to walk through the vineyards and industrial installations where the grape, after harvested, is selected, separated and crushed, then pass through the fermentation and aging processes in the iconic oak barrels. For those who masters this subject it feels like reviewing the basic oenology lessons before the highlight of the visit, which is of course the tasting. First, a stop to contemplate the collection of old cars and motorcycles the family own. Satisfaction guaranteed for those who appreciate the combo cars and wines.




Degustando e harmonizando |  Tasting and Harmonizing

A degustação é feita no charmoso restaurante da propriedade, direto nas mesas, com os garçons e garçonetes apresentando e servindo os vinhos na sequência em que precisam ser degustados: primeiro aqueles com sabores e aromas mais suaves e depois seguindo até os mais fortes. Para complementar a experiência, pão, queijo, fiambres e patê, que devem ser provados em harmonia com as bebidas  apresentadas, também dos mais suaves aos mais fortes. As uvas produzidas nos dois vinhedos da família são as brancas Albariño e Chardonnay e as tintas Merlot, Tempranillo e, claro, a Tannat. E, são quatro rótulos de algumas destas uvas que são servidas na sequência.

The tasting is held in the charming restaurant of the property, directly at the tables, with the waiters serving the wines in the sequence they must be tasted: first those with milder flavors and aromas and then evolving to the strongest ones. To complement the experience: bread, cheese, ham and pâté, which shall be tasted in harmony with the glasses served, also from the softest to the strongest taste. The grapes produced in the family's two vineyards are the white Albariño and Chardonnay and the red ones Merlot, Tempranillo and, of course, the Tannat. We get to taste four labels of some of these grapes in the tasting.


Na visita à Bodega Bouza, também é possível complementar a degustação com uma refeição no próprio restaurante. Para os que escolhem esta opção, o tratamento dispensado é mais atencioso e rápido, enquanto os visitantes que optam apenas pela degustação acabam ficando até vários minutos sem atendimento. Com este sistema, acaba faltando também aquela etapa em que os visitantes são estimulados a decifrar os aromas e os sabores dos vinhos, já que depois de apresentado, a degustação do vinho é feita desacompanhada. São pontos que poderiam melhorar e deixar toda a experiência à altura dos vinhos servidos, afinal, dos vinhos aos frios, tudo estava delicioso.

During the visit to Bodega Bouza, you can also complement the tasting with a meal in the restaurant. For those who choose this option, the treatment is more attentive and quick, while visitors who choose only the tasting just may stay up to several minutes unattended. With this served on the table system, people also ends up missing that stage where visitors are encouraged to decipher the aromas and flavors of the wines, as the tasting is made unattended. These are points that could improve and make the whole experience as great as the wines served. After all, everything was delicious.



A experiência Bouza pode viajar de volta pra casa com você, já que dá pra adquirir algumas garrafas ali mesmo na loja da bodega, como também nos mercados públicos de Montevidéu, nos maiores supermercados do país ou, de última hora, no Duty Free do aeroporto de Carrasco.

The Bouza experience can travel back home with you, as it is possible to buy some bottles right there in the bodega’s store, as well as in the public markets of Montevideo, in the largest supermarkets in the country or, in the last minute, get it from the Carrasco airport Duty Free store.

>> O tour do raphanomundo pela Bodega Bouza foi uma cortesia do Daytours4u.




Comentários

  1. Nossa, agora foi que me deu mais vontade de conhecer Uruguai, além do que, o governo prorrogou o desconto do IVA por mais um ano. Tá na hora de conhecer e aproveitar o que o Uruguai tem para nos proporcionar, que para mim já fiquei com água na boca pelos menus degustação acima, muito boa materia Rapha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taí um lugar que vocês TEM que ir, Aninha! O Uruguai é muito legal, muito tranquilo, rende uma (ou várias) viagens maravilhosas. A cada estação do ano dá para fazer coisas diferentes, montar uma viagem diferente. Depois dá uma olhada nas matérias de Carmelo. Só lembrei de você lá!

      Excluir

Postar um comentário