Áustria | Usando o Salzburg Card

Na última sexta-feira, no fim do expediente, o marido manda uma mensagem: “Vamos passar o fim de semana em Salzburg? As passagens de trem estão engatilhadas, a um clique.” Sem titubear respondi que sim! A pouco mais de 12 horas pegaríamos um trem em Stuttgart, passando por Munique, com destino a Salrburg, na Áustria.

Foi um prazer te conhecer, Salzburg!

Salzburg, na Áustria, uma deliciosa viagem de inverno

O gelo deixando a paisagem do rio Salzach ainda mais bonita

Sem muito tempo para juntar as informações necessárias antes da viagem, só tive tempo de reservar um hotel, checar a previsão do tempo (sol e muito frio), fazer uma mala pequena e me informar que eles vendiam um cartão que permitia a visitação aos atrativos da cidade. Como somos gatos escaldados, sempre tivemos um pé atrás com esses cartões de turismo, geralmente são poucas as vantagens ou não temos vontade de visitar parte dos pontos contemplados, mas dada a curta estada, fomos dispostos a apostar no cartão de descontos.

Ao desembarcar na Salzburg Hauptbahnhof procuramos o ponto de informações turísticas da estação a fim  de comprar o cartão e saber um pouco mais das suas vantagens. Descobrimos que ele dá acesso gratuito a TODAS as atrações, museus e transporte público da cidade. Além de desconto em eventos pontuais, como o Mozart Dinner Concert, e outros passeios. Em alguns pontos é possível o acesso direto, sem passar pelo guichê dos ingressos, como um fast pass. A partir daí ele já nos pareceu um belo negócio. Compramos sem pensar duas vezes e fomos explorar a cidade.

Além das entradas em todos os pontos turísticos, o Salzburg Card permite o uso do transporte público
Salzburg Card vale a pena? Sim! 

Encantada com a paisagem nevada e o céu azul


Na volta pra casa, fazendo um cálculo rápido, nas 48 horas que estivemos em Salzburg, visitamos 6 pontos turísticos cujas entradas eram pagas, foram eles:

Festung HohenSalzburg – Fortaleza da Salzburg (11.00 euros)
Mozart Wohnhaus – A casa de Mozart (12.00 euros)
Haus der Natur - Museu de História Natural (8.00 euros)
Unterbergsbahn (23.50 euros)
Mönchsbergaufzug – Elevador (3.00 euros)  
Spielzeug Museum - Museu dos Brinquedos (4.50 euros)

No total, só nessas entradas, sem contar as viagens de ônibus, teríamos gasto por volta dos 63 euros por pessoa. Com o Salzburg Card de dois dias pagamos 32 euros cada. Ou seja, é um negócio extremamente vantajoso, sobretudo para aqueles que vão à cidade pela primeira vez.

Mais informações: http://www.salzburg.info/





Comentários