Hotel Convento do Salvador | Hospedagem moderna no centro histórico de Lisboa

A capital portuguesa sempre esteve nos nossos planos de viagem, mas nunca colocávamos em prática. A cidade já foi nossa porta de entrada na Europa, a partir do Recife, mas sempre seguimos para o destino final e nunca nos dedicamos a conhecer Lisboa. Conhecemos bem O Porto – que já foi casa do marido na dura época de estudante – e vira e mexe o sentimento de culpa por não conhece-la nos consumia. Aproveitamos que a TAP desde junho desse ano passou a oferecer voos diretos entre Stuttgart e Lisboa para sanar de vez mais essa falha no nosso currículo viajante. 

Estávamos com viagem marcada para início de julho, um passeio antes de iniciar nossa temporada de festivais. Pesquisei e reservei nossa hospedagem com alguma antecedência, na verdade fiz duas reservas: Um primeiro hotel bem localizado, perto do metrô, com cara de novo, mas sem aquele charme que nós seguimos buscando em nossas hospedagens. O segundo, ficava na Alfama, centro histórico e coração de Lisboa. Foi difícil focar em qualquer outra opção depois de achar o Hotel Convento do Salvador, por isso reservamos nossas duas noites em Lisboa sem muito questionamento. 

Hotel Convento do Salvador: modernidade e tradição no centro histórico de Lisboa

Localização e Check-in

O hotel, que não tem esse nome à toa, é uma adaptação de um dos mais antigos conventos de Lisboa. Obviamente, seu interior tem uma proposta moderna e contemporânea, porém o lado de fora continua a se fundir perfeitamente com a bucólica paisagem do centro histórico de Lisboa. 

Parte do casario do bairro da Alfama vista da janela do quarto
Chegar ao hotel não foi difícil, mas por causa da sua localização em meio às ruelas da Alfama, o motorista do uber não soube encontrá-lo, como saímos de casa com a lição feita, logo descobrimos onde estava a entrada do estabelecimento – na Rua do Salvador, com entrada permitida aos carros mediante solicitação prévia. Os Eléctricos passam na rua oposta, mas não aconselharia (e nem sei se pode) usá-los carregando bagagem. 

Recepção e um mural com azulejos modernos
check-in foi feito rapidamente por um funcionário bem simpático, nos ofereceu um mapa, falou brevemente de Lisboa e, por fim, pelo avançado da nossa hora de chegada, nos deu dicas de onde jantar nas redondezas do hotel. Opções de restaurantes e bares não faltam ali nas cercanias. 

Quarto e Café da Manhã

Ficamos em um quarto duplo standard (€100 a diária para o casal com café da manhã incluso) com vista para o pátio. O cômodo não é muito grande, na medida certa para quem está na cidade e pretende passar o dia na rua, mas quer algum conforto e comodidade quando voltar para o hotel. A decoração moderna, proposta em todo a propriedade, chega até os quartos, mas aqui a linha clean prevalece, o branco predomina dentro e fora dos quartos, porém alguns pontos de vermelho quebram uma possível monotonia. 

Detalhe da tranquilidade do pátio do antigo convento, hoje hotel
Roupa de cama em bom estado, cama queen-size confortável, wifi funcionando mais ou menos, já que o sinal vinha do receptor da tv a cabo. O Hotel Convento do Salvador já segue a tendência mundial de abolir o minibar dos quartos, o que pode ser inconveniente para quem não dispensa água gelada, sobretudo no verão.  O banheiro é pequeno, mas o seu espaço é bem aproveitado, as amenities são comuns – e um hotel com essa pegada já poderia oferecer algo com mais personalidade ou fazer parceria com alguma marca. 

Hotel Convento do Salvador: Quarto duplo standard
Nossa cama queen-size em Lisboa
Banheiro pequeno, mas bem organizado
                      

O café da manhã é servido no mezanino, mas uma pequena reprodução do buffet é feita no térreo, para atender aos hóspedes que querem comer ao ar livre, no pátio. Algo inusitado aconteceu no café da manhã, ao chegarmos ao recinto um funcionário nos perguntou se era o nosso primeiro dia tomando café no hotel e após nossa afirmativa ele se dispôs a apresentar com riqueza de detalhes todos os pormenores da refeição. Finalizou com um: “nossos pasteis de nata ficam deliciosos com um toque de canela”. Eu, que já estava aguando pelo doce, não perdi tempo, comecei o desjejum pelo Pastel de Belém quentinho e, realmente, delicioso. Croissant, ovos, queijo fresco, frutas e cereais, pães e sucos também compõem o bom café da manhã do Hotel Convento do Salvador. 

Em Portugal, como os portugueses: Pastel de Nata quentinho com um toque de canela

Conclusão

Impossível, como boa Pernambucana, deixar de fazer a comparação entre os centros históricos de Lisboa e de Olinda, são muito, muito parecidos. Infelizmente, ainda não tive a oportunidade de me hospedar em Olinda, mas a julgar pelas ladeiras e pelo clima idílico, creio que a sensação seja muito parecida. Portanto, digo sem medo, o Hotel Convento do Salvador é para aqueles viajantes que cultuam a boa noite de sono e amam acordar em meio a um ponto turístico.



Comentários