5 melhores de 2017 | Cafés da Manhã

Aproveito essa segunda semana de 2018 para fazer uma retrospectiva rápida com posts diários das viagens que rolaram por aqui, elegendo os 5 melhores de 5 categorias (praiashotéispasseioscafés da manhã e viagens). Quem acompanha o instagram do Raphanomundo sabe que acabamos de voltar da última viagem de 2017 – uma viagem de carro por Portugal –, mas também viu todos os destinos incríveis que visitamos e revisitamos esse ano. Passamos pela Áustria, BrasilItáliaHolandaBélgicaLuxemburgoEstados UnidosGréciaPortugalEspanhaFrança e Islândia. Além de repetirmos a dose pela França, Holanda, Itália e Portugal novamente. Sem contar os passeios pela Alemanha, país que há 1 ano e meio chamamos de casa. 

O blog ainda apareceu como referência em matérias de jornais do mercado de turismo, foi objeto de projeto de conclusão de curso universitário, teve o conteúdo indicado inúmeras vezes pelas redes sociais do Ministério do Turismo, além de destaque em sites e portais brasileiros. Nesses 365 dias contabilizamos mais de 30 hospedagens testadas – porém nem sempre aprovadas, um sem fim de descobertas, shows em festivais de verão aqui na Europa e muita emoção. Dois mil e dezessete foi, definitivamente, um ano para ficar na memória.




Para dar água na boca, compartilho com os 5 melhores cafés da manhã / brunches que provamos em 2017:

Paperboy – Paris | Essa casa especializada em café da manhã é um dos endereços mais concorridos de Paris. Por causa do seu tamanho reduzido, não raro encontra-se fila na porta. Esperamos pouco, menos de 15 minutos, mas tomamos um maravilhoso desjejum, com direito a suco de laranja com cenoura no capricho. Além de pastas de amendoim e caramelo salgados feitas lá mesmo. Vale a visita se você está programando uma viagem à Paris. Cerca de 20 euros por pessoa. Veja aqui 10 coisas para fazer no verão na capital francesa;
Carmencita – Madrid | O brunch do Carmencita, em plena Malasaña, bairro descolado de Madri, nos fisgou pela promessa de taças de Mimosa (bebida que mistura suco de laranja e espumante) a 1 euro. Foi dito e feito, a refeição por lá, além de um gosto delicioso é farta em estouros de rolhas. Não vemos uma mesa sequer sem uma bebida a postos. É pra tornar qualquer dia comum em dia de festa. Cerca de 15 euros por pessoa. Veja aqui 3 lugares para tomar café da manhã em Madri;



Nescio – Generator Hostel – Amsterdam | A resenha da nossa hospedagem no Generator Hostel de Amsterdam ainda não foi para o ar, mas posso garantir que o café da manhã servido no Nescio, café que fica na recepção do hostel, foi um dos melhores de 2017. Peça pelo Big Breakfast – 9 euros por pessoa, e tenha energia para desbravar toda Amsterdam. Vale ressaltar que o café é aberto ao público e fica de frente para um parque lindo da cidade;



Bazar – Hotel Bazar – Rotterdam | O bazar começou como restaurante e depois virou hotel com o mesmo nome. Além de uma hospedagem surpreendente, seu restaurante, que também é aberto ao público, serve um delicioso café da manhã (a 9,90 euros) com toques do norte da África e Oriente Médio, no coração do bairro boêmio de Rotterdam. Não deixe de ir até o banheiro quando estiver por lá, cada cantinho dali é impressionante. Leia aqui sobre nossa hospedagem no Hotel Bazar;

A post shared by rapha aretakis (@raphanomundo) on



The Food Marchand – Urbanica Hotel – Miami | Outro café de hotel que ganhou nosso coração, assim como a hospedagem, foi o servido pelo The Food Marchand no Urbanica Hotel Miami. Um fórmula farta, diversificada e bem apresentada, faz qualquer dia começar melhor. Destaque para a deliciosa torrada de abacate. Não preciso nem dizer que esse café também é aberto ao público, não é? Dá para curtir suas delicias sem precisar estar hospedado no Urbanica, mas se puder, se hospede lá, não foi à toa que escolhemos esse hotel como o melhor de 2017. Leia aqui sobre nossa hospedagem no Urbanica Miami.





Comentários