Mallorca | 5 praias incríveis na ilha espanhola

Destino cativo das férias de verão principalmente de alemães e ingleses, a Mallorca, ilha espanhola pertencente ao arquipélago das Baleares, foi um dos nossos destinos desse verão. Passamos três noites por lá e queríamos aproveitar o máximo da nossa estada conhecendo as praias mais bonitas da região. Nesse tempo, porque alugamos um carro e fomos muito dispostos, deu para conhecer 5 calas – palavra em catalão que significa baías – e voltar pra casa com gosto de quero mais. 


As praias dessa ilha não são tão parecidas com as que estamos acostumados no Brasil. A facilidade que temos de chegar às nossas, além da extensão das praias brasileiras, nem se compara com todo o processo dessas calas da Maiorca. Muitas delas são minúsculas com acessos bem difíceis, eu diria que é uma espécie de “taxa natural” para conseguirmos mergulhar em águas tão límpidas e bonitas.

Mas não se preocupem, nessa matéria compartilharemos dicas e impressões das 5 praias incríveis (4 maravilhosas e uma nem tanto) que visitamos na Mallorca

Cala des Moro – A nossa primeira parada foi na praia cartão-postal da Ilha da Maiorca. O primeiro contato é feito ainda do alto e é, de fato, uma visão paradisíaca. E os tons de azul, amigos, enchem qualquer vista. Mas, para chegar nessa praia do sudeste da Mallorca tem um preço. Primeiro, é preciso parar o carro no estacionamento gratuito que existe no Camí de Cala Llombards. Daí, uma caminhada de cerca de 1km te deixa no começo de uma escadaria. Siga os sinais de quem vai para a Cala S’Almunia. Desça essa escadaria e vá se embasbacando com a vista e as cores do mar nesse pedaço da ilha. Você vai querer ficar por aí mesmo, mas se seu objetivo é visitar a Cala des Moro é melhor você continuar andando porque vai ter (bastante) gente com o mesmo objetivo no verão. O acesso até a praia não é dos melhores, é preciso descer através de uma trilha improvisada com bastante atenção. Definitivamente, não é uma praia para quem tem mobilidade reduzida. Uma vez lá embaixo, é preciso batalhar por um espacinho. Já falei que as praias da Mallorca são pequenas, né? Nós chegamos relativamente cedo (umas 10:30), mas é preciso chegar mais cedo ainda caso você precise de espaço para montar seu acampamento. Para quem tá de passagem, como nós, deixar as coisas em cima de uma pedra e correr para o mar foi uma opção. Ficamos cerca de 1 hora e meia por lá. O mar é incrível, mas achei muito mais bonito de cima mesmo. Sem contar que vimos duas pequenas águas-vivas, o que poderia vir a ser um tormento se não estivéssemos atentos. Com o passar do tempo, cada vez mais gente foi chegando à praia e percebemos que era nossa hora de partir. Nossa segunda parada não estava nenhum pouco longe dali. Fincamos a bandeira na praia vizinha, para mim, a mais bonita da Mallorca;

Uma das praias mais bonitas da Espanha: do alto a Cala des Moro é impressionante

Cala S’Almunia – Para chegar à Cala des Moro é preciso passar pela tentadora S’Almunia, uma pequena enseada que fica nos fundos de umas casas e que é muito próxima à minha ideia de paraíso. Deixamos a apinhada primeira praia para encontrar uma mais tranquila e muito mais cristalina cala. Mais uma vez deixamos nossas coisas num cantinho seguro e, munidos de sapatos próprios para atividades na água, entramos naquela piscina natural. É preciso dizer que ambas as praias não têm nenhum tipo de estrutura, nem de guarda-vidas, nem de bares ou banheiros, é mandatório que o visitante leve o que pretende consumir e, por favor, carregue seu lixo consigo na saída. No mais, deleite-se nessas águas mais do que convidativas da Espanha;

Chegando cedo à Cala S'Almunia a pequena praia pode ser só sua

Vários tons de azul nas praias da Mallorca

Es Trenc – Essa foi nossa última parada do primeiro dia de praias na Maiorca. Es Trenc se parece muito mais com as praias do Brasil, faixa longa de areia branca, um mar azul, raso e quentinho nos esperando. Para chegar até lá, o visitante precisa deixar o carro em um dos dois estacionamentos: o primeiro, pertence ao Restaurante Es Trenc e cobra 20 euros por carro logo na entrada, valor que é abatido da conta caso você faça alguma refeição por lá. Nós estávamos com fome e resolvemos ficar com essa opção. Comemos uma paella de frutos do mar, tomamos umas bebidas e de lá partimos direto para a praia. A segunda opção é um outro estacionamento mais a frente que cobra 8 euros por carro. A praia também não tem infraestrutura de bares, mas conta com salva-vidas e, por causa do seu mar calmo, é definitivamente uma opção para quem viaja com crianças. Passamos um fim de tarde por lá e achamos espaço para abrir a canga com facilidade; 

Es Trenc quase vazia no fim da tarde

As curvas das estradas da Serra Tramuntana

Caminhos impressionantes para chegar numa praia bem dramática 

Torrent de Pareis – Para chegar às praias do norte da ilha é preciso percorrer estradas dramáticas, com muitas curvas e cenários grandiosos. Atravessamos a Serra da Tramuntana, Patrimônio Mundial da UNESCO, e num sobe e desce incessante, seguimos a caminho do Torrent de Pareis, a menor e mais cênica praia em que já estive. Essa baía é a área onde as águas de dois córregos – nos períodos de chuvas – se encontram com o mar. Durante a época seca a praia se transforma num pequeno e concorrido espaço cheio de pedrinhas com água bem cristalina incrustado entre duas montanhas muito grandes. O sol é determinante para a visão impactante desse mar e, quando chegamos lá, o céu não estava tão limpo assim, mas de qualquer forma é uma paisagem incrível. Para visitar essa praia é preciso deixar o carro no estacionamento privado (3 euros por hora) de Sa Calobra e seguir o caminho a pé, cerca de 15 minutos de caminhada, passando por dois túneis no final. Eu falei que era dramático, né? É preciso chegar cedo para conseguir um espacinho nas pedras, nós demos sorte e conseguimos, mas foi o último. Também é mandatório ir calçado com sapatos apropriados, do contrário poderá se machucar ao caminhar sobre as pedras. A praia não conta com nenhuma infraestrutura, leve sua farofinha e seja feliz; 

Passando pelo túnel e avistando as águas azuis da Torrent de Pareis
Águas claras e pedrinhas foram a praia da Torrent de Pareis na Mallorca

Cala Formentor – Nossa última praia na Mallorca é a que menos gostei. A Cala Formentor tinha potencial para ser um oásis, o estacionamento (2 euros por hora) – se comparado às outras praias – é perto da faixa de areia e o mar, cristalino. Chegamos na tarde de um dia que resolveu seguir nublado com raras aberturas de sol e infelizmente não vimos Formentor em seu esplendor. O que me chamou atenção foi que, ao entrar no mar, senti um mau cheiro forte. O marido também sentiu e, a partir daí ficamos incomodados. Observando mais um pouco vimos que de algumas partes bolhas emergiam do fundo do mar e ao chegarem na superfície liberavam o odor. De fato, não sei se é um esgoto que passa ali por baixo, se são algas marinhas acumuladas embaixo da areia, o que sei é que um mar tão incrível não combina com aquele mau cheiro. A faixa de areia é pequena, pelas condições do mar (calmo e raso) muitas famílias frequentam a praia e existe uma infraestrutura de espreguiçadeiras, palhoças, guarda-vidas e bar. Mas essa eu não repetiria.

Garantimos nosso clique mas ficamos decepcionados com a Cala Formentor

Menos incrível das 5 praias visitadas na Mallorca, mas ainda assim muito bonita

Comentários