Croácia | Uma viagem completa: de Dubrovnik a Pula de carro

Saímos de férias pelos últimos 11 dias e dedicamos parte deles a conhecer a Croácia. Sabíamos pouco do país que fez bonito na última Copa do Mundo, e assim como no mundial de futebol, a Croácia novamente nos surpreendeu. Passamos 5 dias no país, começando nossa viagem de carro por Dubrovnik, cidade no sul do país, com foco em conhecer a parte continental, deixando as ilhas para uma próxima oportunidade. A meta era chegar até Pula, cidade ao norte, de onde partiria nosso voo até Frankfurt. Viajamos na última semana do verão Europeu, na esperança apenas de mergulhar no Mar Adriático e nós obtivemos muito mais nesses dias na Croácia.

Queríamos apenas um banho de mar, mas a Croácia nos deu muito mais

Telhados de Dubrovnik vistos de cima da muralha

Nosso roteiro de 5 dias pela Croácia

Como disse, chegamos à Croácia por Dubrovnik, de ônibus, vindos de Montenegro. Além de Dubrovnik, famosa pela conservação da sua cidade amuralhada e, hoje em dia, mais ainda por servir de locação para gravações da aclamada série de tv Game of Thrones, seguimos pela costa da Dalmácia e pousamos em Makarska, com o intuito de conhecer Brela e as praias da região. Seguimos subindo rumo ao norte, deixamos Split e Zadar para trás, fazendo uma parada em Nín. De lá, deixamos a bonita costa croata e seguimos rumo ao interior do país, a fim de visitar o maior cartão-postal da Croácia: os Lagos Plitvice. Por fim, voltamos para perto do mar (e também da Itália e da Eslovênia), para, assim, fecharmos nossa viagem – e o verão – em Pula.

Vimos de perto a natureza potente dos Lagos Plitvice

Croácia: As cores dos Lagos Plitvice impressionam

Alugando um carro na Croácia

Foram cerca de 800km (sendo aproximadamente 200km em auto estradas) rodados nesses dias pela Croácia e acredito que percorrê-los de carro foi essencial para o bom aproveitamento da viagem e encantamento com o país. A Croácia tem estradas excelentes, bem sinalizadas e com vistas magníficas. Aos que preferem velocidade e objetividade, o país também conta com auto estradas em perfeito estado. Já no nosso caso, fizemos questão de seguir os caminhos mais bonitos, deixando tudo um pouco mais demorado, mas infinitamente mais bonito. 

Paisagens como essas são comuns para quem opta por cruzar a Croácia de carro

Praia, pinheiros e montanhas na costa da Dalmácia, Croácia

Viagem de carro: Fronteira entre Croácia e Bósnia e Herzegovina

Pegamos nosso carro na Sixt de Dubrovinik e devolvemos no escritório da empresa no Aeroporto de Pula (PUY). O aluguel custou 150€ por quarto dias com cobertura completa. Pegamos autoestrada em alguns momentos da viagem e gastamos cerca de 20€ de pedágio, que é calculado de acordo com a quilometragem percorrida nessas estradas (aproximadamente 0,10€/km). É preciso retirar um ticket ao entrar na estrada e pagá-lo ao sair. Por falar em pagamento, a moeda da Croácia é a Kuna Croata (Kn), mas o Euro é bem aceito por lá e a cotação Real/Kuna é de cerca de 1/1,5. Para devolver o carro, enchemos o tanque e pagamos 60€ para isso, fazendo no total, um gasto de 57€ euros por dia de carro alugado na Croácia.

Um cafezinho na Bósnia e Herzegovina

Aos que partem de carro de Dubrovnik a Split (ou fazem o caminho contrário), fiquem sabendo que é preciso cruzar a fronteira com a Bósnia e voltar a cruzá-la para entrar novamente na Croácia. É um pedaço de terra de cerca de 12km de extensão que foi cedido à Bósnia para que o país tivesse acesso marítimo e, graças a essa cessão, pudemos dar uma paradinha no meio do caminho, na cidade de Neum, para tomar um café à beira-mar, antes de voltar à Croácia. Além de ganhar uns carimbos a mais no passaporte, claro.

Na Bósnia paramos num café à beira-mar chamado Copacabana

Hospedagem na Croácia

A divisão das nossas pernoites da viagem ficou assim: 1 noite em Dubrovnik | 1 noite em Makarska | 1 noite em Nín | 2 noites em Pula. Achar hospedagem na Croácia foi relativamente fácil, a grande dificuldade ficou por conta de Dubrovnik, que é a “bola da vez “ dos turistas há muitos anos. Por lá, arriscamos dormir no Cocoon Hostel e, sem dúvida, foi a pior noite da viagem. Não pela estrutura do albergue, que era super tradicional em todos os sentidos, mas pela falta de educação dos hóspedes.

Percorrendo as estradas da Croácia podemos observar que o país tem tradição na oferta de aluguel de apartamentos. São muitas as ofertas e acredito que isso vem de antes do fenômeno que acomete as grandes cidades. Na costa da Croácia, o que não falta são apartamentos para alugar, mas eu não saberia nem por onde começar.

Em cima da muralha em Dubrovnik

Em Makarska, ficamos no Hotel Tamaris, tradicional na região, à beira-mar. E a surpresa dessa hospedagem ficou por conta de seu restaurante, Freyja, e sua cozinha moderna, evidenciando os ingredientes locais. Foi lá também que tomamos nosso primeiro vinho croata. E aprovamos desde o primeiro gole. Aliás, os souvenires da Croácia são os melhores possíveis: vinhos, mel, azeitonas, azeites, trufas... Não deixe de levar um pedaço da viagem pra casa.

Renovando o bronzeado em Brela, na Makarska Riviera

Já em Nín, passamos a noite num hotel imenso, o Pinija, e por causa da época da nossa visita, quando as férias escolares da europa já haviam acabado, nossos “companheiros de viagem” quase que na sua totalidade, foram idosos, sobretudo alemães e holandeses.

À nossa frente: o Mar Adriático

Para os nossos dois últimos dias de viagem pela Croácia, aproveitamos uma boa oferta de um resort em Pula, pois já não queríamos nos preocupar em pensar onde comer e o que fazer, queríamos mesmo era sombra e água fresca. E no Park Plaza Belvedere Medulin encontramos. Na verdade, nos deparamos com muito sol e água gelada. Mas não teve problema, foi um excelente jeito de dizer até breve ao sol e ao mar.

Voltaremos sempre, Croácia

Sim, sei que faltou muita coisa a ser visitada, como as grandes cidades e as ilhas da Croácia, mas essa viagem introdutória foi excelente e surpreendente. Conhecemos cidades medievais, passamos por cenários cinematográficos, mergulhamos em praias paradisíacas, percorremos estradas cênicas, vimos lagos cristalinos e cachoeiras abundantes. 

Muito prazer, Croácia. Obrigada pelas férias inesquecíveis!

Voltamos para casa encantados com a viagem completa que fizemos, com a certeza de que a Croácia é um grande destino e que merece mais do que uma visita única. Pra quem só queria um banho de mar, a Croácia nos deu um banho de beleza.

Organize a sua viagem com o Raphanomundo
Compre seguro viagem com desconto | Reserve seu hotel | Alugue um carro e pague em até 12x |  Reserve passeios no mundo inteiro on-line


Get Your Guide

Comentários