Michelberger Hotel: Hospedagem perto do metrô em Berlin

6.4.18

Voltamos a Berlin porque a capital alemã foi o ponto de partida para nossa viagem do feriado de Páscoa. Do aeroporto Schönefeld (SXF), logo cedo, pegamos um voo até Vilnius, capital da Lituânia. Para chegar ao aeroporto de Berlin com em tempo hábil e usando o transporte público, escolhi um hotel perto da estação Warschauer Straße, por onde passa a linha S9, que leva até esse, que por enquanto é o aeroporto secundário da cidade (o principal ainda é o Berlin - Tegel TXL).

Quarto aconchegante no Michelberger Hotel em Berlin
Partners in crime em ação
O escolhido para nossa única noite em Berlin foi o bem cotado MichelbergeHotel. Para chegar até o seu aconchegante lobby a partir da estação Warschauer Straße basta uma curta caminhada, a estação é bem servida e por lá convergem as linhas de trem, metrô e bonde que levam o visitante a todas as partes da cidade. Ainda sobre a localização do hotel, a poucos passos dali está a East Side Gallery, a famosa galeria a céu aberto com pinturas nas paredes do que um dia foi o Muro de Berlin. Sem dúvida, a localização é um dos fortes dessa ótima opção de hospedagem em Berlin. 


Chegamos ao hotel dentro do horário previsto para check-in e todo o procedimento foi feito de forma rápida e simpática. O responsável pelo processo falou um pouco do hotel, informou sobre horários e o café da manhã – o qual não tomamos pois saímos cedo demais no dia seguinte – e falou que o hotel disponibilizava de sauna para os hóspedes, que caso quiséssemos usá-la era só avisar que eles organizariam tudo, bem como roupões e chinelos. Não tínhamos tempo para nos dar esse luxo, que soou tentador num dia de primavera que mais parecia inverno, com frio, chuva e neve como companhia. 

Quarto duplo para quem tem intimidade: Cama de casal e banheiro tipo aquário
Detalhes do quarto tipo "Cozy" do Michelberger Hotel

   

Madeira, papel de parede, lustres e cortina ajudam a deixar o pequeno quarto mais intimista
Com a gopro dá para ver melhor a separação dos ambientes: Vaso, Área de banho e cama
Um diretório diferente: Algumas informações do hotel
Reservamos o quarto na categoria cozy (por 95 euros a noite), que a gente bem sabe que é uma palavra charmosinha em inglês para definir espaços bem pequenos. Já fomos esperando um quarto de tamanho reduzido e foi isso o que encontramos, mas encontramos também um excelente aproveitamento do ambiente, uma cama confortável, quatro travesseiros, amenities cheirosas, secador de cabelo, televisão, água de cortesia, wifi funcionando redonda e um banheiro incrível no estilo aquário – o que dá uma sensação de mais espaço. Além disso, alguns livros, lustres e papel de parede deixam tudo muito aconchegante. Não diria que é um quarto daqueles que a gente quer passar o dia todo dentro, mas, definitivamente, é um quarto para onde queremos voltar após um dia agitado em Berlin. 

O pátio do Michelberger hotel é convidativo em dias de tempo bom
Com paredes de livros e sofás gigantes, a decoração da área comum é muito interessante
O bar do Michelberger Hotel em Berlin é um dos seus pontos fortes
Para não dizer que não conhecemos muito do hotel, ainda tivemos tempo de sentar no bar intimista, tomar uns drinks e brindar o retorno – mesmo que meteórico – a uma das cidades que mais amamos no mundo. Agora precisamos voltar para conhecer a gastronomia do hotel, pois dizem que o café da manhã é excelente e, pelo que vimos, o restaurante, que é aberto ao público, bomba nos demais horários. 

Motivos não nos faltam para voltar a Berlin, mas o Michelberger Hotel se tornou mais um. 

Leia também

0 comentários

google plus

twitter