12.4.15

#5anos

Há 5 anos eu criei esse blog para dividir a experiência do que seriam 3 meses na Alemanha. Cinco anos depois me vejo construindo um relicário com as memórias mais incríveis que jamais pensei colecionar. Compartilho com vocês alguns momentos desses 1825 dias:

   

Primeiro, passei por muitas cidades, algumas mais de uma vez: Bariloche, Vail, Puebla, Barreirinhas, Cancún, Amsterdam, Cunha, Marseille, Águas de Lindóia, Stuttgart, Ilha Comprida, O Porto, Londres, Cidade do México, Montevidéu, Buenos Aires, Frankfurt, São Luís, Milão, Curitiba, Colônia, Rio de Janeiro, Dresden, Campos do Jordão, Florença, Vitória, Munique, Vila Velha, Paris, Chapada dos Guimarães, Hamburgo, Belém, Tochimilco, Morretes, Pomerode, Praga, Ubatuba, Blumenau, Budapeste, São Paulo, Nice, Bogotá, Nova York, Búzios, Viena, Ilhabela, São Luiz do Paraitinga, Berlim, Roma, Balneário Camboriú, Werdohl, Salvador, Atlixco, Santiago, Natal, Barcelona, Angra dos Reis, Joinville, Campinas, Madrid, Holambra, Zipaquirá...

Me apaixonei por quase todos esses lugares, senão todos; É, meu coração é grande e cabe muito mais;

Esquiei no Colorado e vi  muita neve em Nova York, no Valle Nevado e em Munique;

Me deparei com uma das 10 vistas mais bonitas do mundo na Patagônia;

Conheci a 1a maravilha da Colômbia;

Caminhei nas dunas dos Lençóis Maranhenses, no calçadão de Copacabana a Ipanema, na 5a avenida, na Champs Élysées e na Avenida Paulista;

Fiz trilhas na Serra do Mar, na Chapada dos Guimarães e no Parque Nacional da Tijuca;

Nadei nas águas paradisíacas de Maragogi, Búzios, Angra dos Reis, Caribe e Paraty;

Dormi em muitos lugares 5 estrelas e sem estrela alguma também. Dormi em aeroporto, tipo, no saguão. Dormi em quartos maiores que meu apartamento. Já me emocionei ao entrar em alguns quartos, já chorei de arrependimento em outros;

Tomei banho de cachoeira, de rio e de chuva;

Senti muito calor e senti muito frio;

Comi muita, mas muita comida boa. Uma sucessão de “a melhor que já comi”;

Já vi muito pôr do sol  “de tirar o fôlego”;

E muita vista “de cair o queixo”;

   

Desde pequena sou acostumada a viajar, felizmente esse sempre foi um dos grandes prazeres da minha família (aliás, enquanto publico esse texto estou no meio de mais uma viagem com eles #amor), mas nem nos meus maiores delírios imaginei que viajar poderia ser um trabalho e que eu poderia desempenhá-lo. Mas, né? A vida surpreende. E mais surpreendente ainda é a cara das pessoas ao ouvir minha resposta para a pergunta “O que você faz?” – Escrevo sobre viagem, respondo. Acho que se eu respondesse “sou a mulher maravilha” não seria tão intrigante. A verdade é que esse é um trabalho fascinante, mas não se enganem, é um trabalho. E pense num trabalho bom!

Desejo que esses 5 anos sejam só o começo de um projeto feito com amor, dedicação e esforço. Sim, esforço. Porque, amigos, a viagem é só a ponta do iceberg. Tem que ter muita paixão envolvida e muita disposição, além de parceiros incríveis que me ajudam a viver esse sonho acordada. Meu muito obrigada a todos vocês. Não posso deixar de citar o marido, que me apoia desde sempre e fez do raphanomundo o sonho de dois.

Por fim, agradeço a vocês, que estão sempre por aqui lendo, planejando e viajando. Espero, sinceramente, que essa jornada seja longa e feliz.

Continuem sonhando! 






10.4.15

Serra Gaúcha: Passeio de Maria Fumaça em Bento Gonçalves

Quem me acompanha nas redes sociais já sabe que desde terça-feira estou no Rio Grande do Sul, mais precisamente em Bento Gonçalves, a capital brasileira do vinho. Meus pais resolveram tirar umas férias e me convidaram para acompanhá-los nessa viagem descobrindo as maravilhas da Serra Gaúcha.  O primeiro dia completo do nosso roteiro começou com o passeio mais turístico de todos, talvez o mais emblemático também.  Segundo dizem, vir a Bento Gonçalves e não andar de Maria Fumaça é como ir ao Vaticano e não ver o Papa.

Maria Fumaça chegando à estação de Carlos Barbosa

Uma viagem ao passado na Estação Ferroviária de Bento Gonçalves

Uma das 30 locomotivas  em funcionamento no Brasil

Dançarinos animam os vagões da Maria Fumaça


Como eu não sou  tão transgressora assim, com antecedência de mais ou menos 1 mês, fui até o site da Giordani Turismo, a fim de fazer a reserva. Os bilhetes não podem ser adquiridos na hora, somente com antecedência – na verdade encaramos um processo até arcaico se observamos toda a praticidade que temos com a internet à disposição nos dias de hoje.  É necessário enviar um formulário de reserva, primeiro selecionando a data na qual o passeio será realizado, depois onde será feito o embarque (há possibilidade de fazer o passeio em dois sentidos: Bento Gonçalves – Carlos Barbosa / Carlos Barbosa – Bento Gonçalves | para tanto será necessário um transporte de retorno ao ponto de partida, no caso, ônibus). Na sequência escolhe-se o horário de preferência (há saídas da Maria Fumaça pela manhã e à tarde, eventualmente, à noite) e, por fim, um cadastro é preenchido para que a agência retorne o contato com a confirmação da sua reserva e posterior pagamento. No caso, o pagamento deverá ser efetuado via boleto bancário ou depósito em conta e o comprovante enviado para a agência. Feito isso, uma confirmação de pagamento é gerada. Ufa, turismo independente no Brasil não é para principiante.


Cena clássica em Bento Gonçalves

Um pouco de Tarantella nos transporta para a Itália

Companheiras da viagem: Tacinhas para a degustação de vinhos, sucos e espumantes

A locomotiva corta os 23km de trilhos que separam Carlos Barbosa de Bento Gonçalves


Munidos dessa confirmação, no dia do nosso passeio, no caso, quarta, fomos até a Estação Ferroviária de Bento Gonçalves, e num primeiro momento, recebemos os ingressos para assistir a apresentação da Epopéia Italiana, que se dá numa espécie de galpão situado a 100 metros da estação. De forma bem lúdica, em mais ou menos 40 minutos de espetáculo, conhecemos a história da imigração italiana nessa porção do país. Ao fim, brindamos tudo com suco de uva e biscoitos. Divertido.  Dali partimos no ônibus com destino a Carlos Barbosa, cidade distante 23km de onde tomamos a Maria Fumaça rumo a Bento. O passeio é simples, bem montado e organizado. A paisagem não é tão grandiosa, a exemplo do que temos no Trem da Serra do Mar (Curitiba – Morretes), mas em quase duas horas de duração a festa rola solta no interior dos vagões. Números musicais e de teatro animam uma plateia predisposta à diversão. Em cada uma das três paradas contempladas a música é protagonista do passeio, assim como o apito característico do trem a vapor – para uma apaixonada por trens como eu, um charme. Em Garibaldi, também conhecida como "Terra do Espumante", no meio do caminho, uma parada de 15 minutos para que sejam garantidas as fotos com uma das 30  locomotivas em funcionamento do país e uma degustação de Espumante Moscatel. No destino final, Bento Gonçalves, a recepção foi a base de mais música e muito vinho tinto Miolo.

Acho que foi bem acertada a decisão de fazer a viagem chegando a Bento Gonçalves, pois o ritmo de festa permanece mais forte após o término do passeio, sem contar que a estação de trem da cidade é bem bonitinha. Vale salientar que é preciso ter no roteiro umas 4 horas livres para fazer esse passeio. No mais, permita-se contagiar pelo apito mágico da Maria Fumaça e divirta-se!

SERVIÇO

Maria Fumaça de Bento Gonçalves
Quem leva? Giordani Turismo
Quanto? Baixa temporada – R$ 86,00 por pessoa | Alta temporada – R$ 89,00 | Inclusos nesse valor: Bilhete do trem, entrada para a Epopéia Italiana, ônibus de traslado e degustação de vinhos
Quando? De quarta a domingo, de manhã e à tarde. Eventualmente à noite e às segundas e terças.





1.4.15

Desconto Mondial Assistance

Quer economizar na tão sonhada viagem? Leitor do Raphanomundo tem 15% de desconto na compra do seguro viagem Mondial Assistance

São seguros para viagens aos Estados Unidos, à Europa (zona schengen), seguros aéreos e marítimos, seguros para mochilões, gestantes e viagens de negócios. Evite imprevistos e contorne de forma eficiente os possíveis contratempos de viagem. Viaje sempre com seguro viagem!

Para garantir os 15% de desconto basta fazer o seguinte passo a passo:
  • Faça sua compra através desse link - Escolha o plano (aéreo ou marítimo) | selecione origem e destino - adicione os demais países que constam no seu roteiro | aponte o motivo da viagem (lazer, negócios, mochilão ou intercâmbio) | quantidade de passageiros e idade | indique se há gestante | datas de ida e volta da viagem;
  • Ao final da compra, digite o código de desconto: 15%ABRIL (válido até 30/04/2015);
  • Por fim, fique à vontade para parcelar sua compra em até 6 vezes sem juros!

Todo o processo é rápido, prático e seguro. Em poucos minutos você estará pronto para viajar tranquilo.

30.3.15

Rio de Janeiro: Santa Teresa, Parque das Ruínas, Lapa e Escadaria Selarón

Nosso agradável passeio com o Jeep Tour pelo Parque Nacional da Tijuca culminou numa passagem rápida pelo boêmio bairro de Santa Teresa e nos brindou com uma surpresa muito agradável. Localizado em Santa Teresa, o Parque das Ruínas, sobre o qual nunca tínhamos ouvido falar, encanta pela simplicidade, eventos culturais muito simpáticos e uma inesperada vista da Baía de Guanabara e da região central da cidade.

Mais amor nas ruas de Santa Teresa, Rio de Janeiro

26.3.15

Puebla - México: Onde ficar

Devido ao seu papel de protagonista na economia mexicana, é inegável que Puebla tem uma grande demanda pelo turismo de negócios. Por isso, a forte presença das grandes cadeias hoteleiras na cidade (Courtyard by Marriot, NH Hotels e Best Western são algumas das que cito de cabeça. São hotéis mais sisudos, focado no bem estar do executivo, sem muito confete, mas com muito conforto e praticidade. Para cobrir a 20a edição da MITM Americas eu fiquei hospedada no Holiday Inn Express Puebla.  O hotel fica numa posição bem estratégica, tanto para quem vai ao Centro Expositor de Puebla, quanto para quem vai ao centro histórico da cidade, coisa de 6 quilômetros de distância, no máximo.


24.3.15

Passaúna: O parque mais bonito de Curitiba que você ainda não visitou

Todos nós temos aqueles dias em que precisamos sair da rotina. Depois de quase um ano após mudar de São Paulo, seria injusto dizer que aqui em Curitiba precisamos fugir da agitação e stress da cidade, já que aqui a proporção desses quesitos é muito menor. Mas tranquilidade às vezes cansa, por incrível que pareça. E a solução pra isso pode, ao invés de agitação, ser um lugar ainda mais tranquilo, mas sem o marasmo. É precisamente por isso que o Parque Passaúna se tornou o nosso lugar preferido por aqui.

Parque Passaúna foi uma descoberta  em Curitiba

23.3.15

Notícias do Turismo #28


Periodicamente você encontra aqui as notícias mais fresquinhas do turismo no Brasil e no mundo.

Air France inova com vídeo de segurança elegante e bem-humorado - A Air France lança, a partir de abril, em todos os seus voos de longa distância um novo vídeo de demonstração de segurança que utiliza uma linguagem totalmente inovadora: sofisticada, descontraída e bem-humorada.O vídeo, que faz parte da nova campanha “France is in the Air”, segue todas as exigências regulatórias e foi criado em parceria com a divisão de segurança da Air France e a Autoridade Francesa de Aviação Civil. Exibido em Francês e em Inglês, o vídeo aborda de forma original temas como o uso do cinto de segurança, o qual, após afivelado, “se torna um elegante acessório que delineia a cintura enquanto garante sua segurança”.  Sobre os avisos para não fumar a bordo da aeronave, o filme mostra o quanto “um voo não fumante é simplesmente chique!”. O uso de máscaras de oxigênio é demonstrado de forma divertida e elegante, sem perder o foco da segurança. Os coletes salva-vidas também ganham ares de glamour, parecendo um acessório fashionista. Até as instruções para o uso de equipamentos eletrônicos são apresentadas de forma bem humorada. Tudo isso ao som da trilha sonora “Warm in the Winter”, do duo americano Glass Candy, hino da nova campanha.

Novo vídeo de segurança da Air France no ar - Foto: Divulgação

Assita! 

20.3.15

Puebla - México: Arredores

A cidade de Puebla, no México, é um excelente ponto de partida para a exploração dos seus arredores. O roteiro pode ser moldado segundo o estilo de viagem de cada um, o que não pode acontecer é deixar uma das três paradas a seguir fora da sua rota:

Tochimilco

O povoado de 4.000 habitantes está a apenas 50 quilômetros de Puebla. Lá você não encontrá grandes atrativos turísticos, na verdade a cidade abriga um antigo convento franciscano, um intrigante aqueduto da era pré-hispânica e uma fonte belíssima. No entanto, Tochimilco está aos pés do imponente vulcão Popocatépetl, um cenário belíssimo e incomum. Ali, o melhor a se fazer é observar os tipos, os costumes e a dinâmica local. Para tal, a feira que fica ao lado da praça principal da cidade é o local ideal. Dá, ainda, para provar um pouco dos sabores do México, algumas comidas de rua, frutas diferentes e um delicioso sorvete artesanal, por módicos $5 pesos (1 real – nada hoje custa 1 real). Tochimilco ainda guarda pequenas joias como a Finca Mariana y Marcos, servindo a autêntica cozinha poblana num ambiente pra lá de agradável. 

Cenas de Tochimilco

16.3.15

Etiqueta ao voar – 10 dicas para não ser um passageiro inconveniente

Voando com uma certa frequência, para vários destinos em voos com as mais variadas durações, acho que posso compartilhar algumas dicas para que ao menos vocês, leitores do raphanomundo, não sejam passageiros inconvenientes e a gente siga fazendo ótimas viagens. A saber:


1 – Fila na sala de embarque - Não precisa fazer fila para embarcar antes do voo ser chamado, a cada dia que passa os embarques estão mais eficientes e organizados (primeiro prioridades, depois  quem está no fundo do avião e, por fim, os passageiros que vão na frente). O avião só vai decolar quando todos estiverem acomodados, portanto, não há necessidade de ficar de pé no portão horas antes para “entrar primeiro”. “Ah, mas eu tenho muita bagagem de mão...”. Você está errado e isso nos leva ao segundo ponto;


2 – Excesso de bagagem de mão / bagagem fora das dimensões – As cias aéreas geralmente permitem bagagens de mão de 5kg ou 10kg dentro dos padrões (comprimento + largura + altura = 115cm ou menor). Se você “não gosta de despachar” procure viajar dentro dos limites corretos. Do contrário vai atrapalhar o embarque, vai tirar espaço de outro passageiro e se tornar um inconveniente. Ah, e não saia mexendo nas bagagens já acomodadas para tentar um espacinho para a sua;

Verifique a franquia de bagagem de mão da cia aérea para não levar mais do que o permitido - Ilustração: Raphaell Aretakis

11.3.15

Rio de Janeiro: Onde comer em Botafogo

Nas duas últimas vezes que fomos ao Rio de Janeiro acabamos hospedados em Botafogo, bairro da zona sul da cidade que gostamos bastante. Efervescente, boêmio e cultural, Botafogo guarda joias como a Casa de Rui Barbosa, o Museu Villa-Lobos, Casa Daros, Museu do Índio, a linda  Livraria da Travessa e o cinema Estação Botafogo são alguns exemplos. O bairro também conta com estação de metrô, proporcionando fácil acesso ao centro da cidade e às praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, bem como o metrô de superfície que leva o visitante direto ao Jardim Botânico. Hotéis e hostels também aparecem com boa oferta no bairro e preços mais camaradas.


Fachada Boteco Colarinho - Botafogo - Rio de Janeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...