Acho que boa parte das pessoas tem um kit de sobrevivência desses para os vôos longos e castigantes, mas que todo viajante se amarra, né? Divido com vocês o meu:


  1. Travesseiro inflável: Quase não ocupa espaço na bagagem de mão e é uma ajuda e tanto na hora de dar aquele cochilo. As cias aéreas geralmente distribuem alguns mini travesseiros, mas garanto que o meu inflável é 100 vezes mais confortável;
  2. Mini necessaire: Levo um batom, corretivo, rímel e espelho. Para chegar em solo com o mínimo de dignidade na cara. Já que a classe econômica não te dará nenhuma;
  3. Máscara de dormir: Essa é inseparável! Anda sempre na minha bolsa e o vôo não precisa nem ser longo, mas para evitar conversa com o vizinho é tiro e queda;
  4. Mini hidratante: Por causa do ar seco do avião é bom sempre hidratar as mãos, rosto e pés (se possível). O frasco tem que ser mini por causa da restrição de líquidos na bagagem de mão para voos internacionais;
  5. Colírio: Mais uma vez, por causa do ar seco do avião, pingar algumas gotinhas durante a viagem mantém sempre os olhos lubrificados;
  6. Hidratante labial: Pelos mesmos motivos acima citados; 
  7. Música: Ouvir o som que se gosta não tem preço. As rádios pré-programadas do sistema de entretenimento do avião podem não ser o que você espera. Já fui de Recife a Lisboa (TAP) com 5 músicas em loop - No meu caso, quanto menor o reprodutor de mp3 melhor e menos espaço tomado na bolsa (o iPod nano é micro). Cria uma (ou várias) playlists no Spotify, disponibiliza offline e se joga no teu sozinho; 
  8. Livro / Revista / Palavras Cruzadas: Sempre ajudam a matar um belo tempo ou até mesmo a puxar um soninho. No meu caso também serve para evitar a conversa paralela indesejada. Por acaso, esse é o que eu estou lendo hoje em dia, indicado pela Adriana.

Não está na lista, mas nem precisa citar que pasta e escova de dentes são itens obrigatórios, né? Hoje em dia conseguimos os dois em tamanho de viagem e cabem em qualquer lugar. Para mim, todos esses objetos são essenciais para me trazer o mínimo de conforto numa viagem longa. Fora isso, à bagagem de mão, podemos acrescentar uma muda de roupa - caso a companhia perca a sua bagagem que foi para o porão. Vale lembrar que a roupa para viajar tem que ser a mais confortável possível, que te dê movimento, uma vez que a classe econômica fará de tudo para te imobilizar. Ah, e quem vai viajar para lugar frio sugiro deixar sempre à mão luvas e cachecol. 

E aí, gostaram do meu kit sobrevivência? E vocês, o que levam na bagagem de mão?