É chegado o dia em que o raphanomundo vai conhecer um destino recorrente desse universo viajante. Você está lendo esse post agora e nós, provavelmente, já teremos vencido a jornada até a ilha de Manhattan. Essa viagem não estava nos nossos planos de maneira alguma, mas em fevereiro o nosso lado racional foi desafiado por passagens promocionais e irresistíveis que a American Airlines vendeu para a Filadélfia. Para terem uma ideia, estavam mais baratas do que para ir a Recife! Não restou opção a não ser fazer essa compra de impulso e jogar para o segundo semestre. Assim, até lá daria tempo de decidir se viajaríamos de fato e providenciar o necessário para viajar aos Estados Unidos.

Na mesma hora, reservamos o hotel e tudo ficou agendado. Faltando menos de 2 meses para o dia do embarque, fomos apresentados a uma nova modalidade de hospedagem, o Airbnb. Após uma rápida busca, encontramos um apartamento bem legal em Manhattan com um preço excelente. Reservamos e cancelamos o hotel!

Ainda assim a viagem não era certa... Até então, passagem e hospedagem não garantiam nada. Mas, faltando só 1 mês para o dia do embarque, decidimos que iríamos. Acho que tem oportunidades que não batem duas vezes na mesma porta. Não falo da oportunidade de viajar, mas sim de viajar nas circunstâncias que estamos viajando agora.


Então é isso, vamos nos jogar por 10 dias na capital do mundo! Curtir um pouquinho desta cidade tão explorada, descrita, filmada e fotografada, mas que mesmo assim, nunca é a mesma! Como parte da nossa preparação, decidimos que apesar de haver, em todas as mídias, inacabáveis referências, guias, roteiros otimizados e/ou temáticos, vamos procurar uma Nova York do nosso jeito é isso que vocês vão encontrar por aqui nos próximos dias, como um diário de viagem.

Estou muito ansiosa para compartilhar com vocês o que a gente encontrar por lá.

E aí, ficaram animados?! Vamos lá pegar a nossa fatia da maçã?

> O raphanomundo viaja tranquilo à Big Apple com a Mondial Assistance, seguradora oficial do blog <