Todo bom viajante coleciona alguma coisa. Aqui nesse post um pessoal bem bacana dividiu comigo quais são as suas coleções. Nessa época, eu ainda estava no começo da minha coleção de lembrancinhas de viagem – hoje ela está bem maior –, mas como disse no post, colecionei e sigo colecionando muitas coisas.

Hoje, após quase quatro anos compartilhando meus destinos, inspirando pessoas, conhecendo e revisitando lugares queridos, acredito que achei uma coleção para chamar de minha. O momento mais bonito do dia, o mais clicado do meu instagram, o espetáculo mais bonito do outono ou, simplesmente, o pôr do sol.

Em cada foto enxergo além, sempre vejo poesia na despedida do sol, a sensação de mais um dia vivido. Penso que as pessoas que param para apreciá-lo estão em paz. Ou em busca dela.

Foi com esse sentimento, de paz interior muito grande, que presenciei mais um pôr do sol. Dessa vez o palco foi a praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Dezenas de pessoas estavam ali para ver o sol se por mais uma vez, mas o momento é tão grandioso, tão carregado de emoção, que a gente parece estar só.

Pôr-do-Sol no Arpoador - setembro/2013

E foi aí que eu pensei: Todo viajante deveria ser colecionador de pores do sol. Eu sou, e você?!