Rio de Janeiro: Santa Teresa, Parque das Ruínas, Lapa e Escadaria Selarón

Nosso passeio com o Jeep Tour pelo Parque Nacional da Tijuca culminou numa passagem rápida pelo boêmio bairro de Santa Teresa e nos brindou com uma surpresa muito agradável. Localizado em Santa Teresa, o Parque das Ruínas, sobre o qual nunca tínhamos ouvido falar, encanta pela simplicidade, eventos culturais muito simpáticos e uma inesperada vista da Baía de Guanabara e da região central da cidade.

Mais amor nas ruas de Santa Teresa, Rio de Janeiro
Do alto de Santa Teresa avistamos a região do centro do Rio
Em meio a pixações: streetart
Uma esquina qualquer de Santa Terê
Mais street art nos muros de Santa Teresa
O nome ruínas vem do que no passado se chamava Palacete Murtinho Nobre, que pertencia à dama da sociedade Laurinda Santos Lobo. Ponto de encontro de artistas e intelectuais nas décadas de 1920-1940. Após um período de abandono, o local foi transformado em parque municipal e renovado com estruturas de metal e vidro para permitir a sua preservação e visitação. No momento da nossa chegada um grupo musical entretia os visitantes com um animado chorinho. O público era diverso, mas em sua maioria famílias, que curtiam a música e o espaço com tranquilidade. Nós aproveitamos um pouco a vista antes de partir pra um outro ponto bem mais conhecido da região central do Rio de Janeiro.

Do Parque das Ruínas avistamos o centro do Rio de Janeiro e os Arcos da Lapa

Do outro lado do Parque das Ruínas: Rio de Janeiro e os seus contrastes

A Escadaria Selarón, que recebe o nome do artista chileno que a idealizou, Jorge Selarón, é um belíssimo mosaico de azulejos, inteiros ou partidos, trazidos de todas as partes do mundo. Além da arte própria de cada azulejo, a composição, feita com cores intensas e tão quentes quanto o Rio em si, encanta a todos. O início da escadaria fica na Rua Joaquim Silva, a poucos metros dos famosos arcos da Lapa, numa porção do centro que, é necessário mencionar, está um pouco degradada. Entretanto, com o volume de turistas por lá, não é preciso temer o passeio. Aliás, é tanta gente que é normal ter competição por um espaço pra fotos.

O trabalho primoroso de Selarón eternizado nas escadarias da Lapa
Rio, eu te amo!


Se você já foi à capital fluminense e ainda não explorou esta parte da cidade, não deixe de ir conhecer e se encantar ainda mais com o Rio de Janeiro!




Comentários

Postar um comentário